O "site" oficial do futebol europeu

Itália mais forte perante romenos com dez

Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 12.12CET
Itália 2-0 Roménia
Os remates na primeira parte de Francesco Totti e Filippo Inzaghi apuraram os "azzurri" para as meias-finais.
Itália mais forte perante romenos com dez
O italiano Francesco Totti logo após ter marcado o primeiro golo contra a Roménia ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

ItáliaRoménia

Golos marcados2
 
0
Cartões amarelos1
 
1
Cartões vermelhos0
1

Classificação

Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 12.12CET

Itália mais forte perante romenos com dez

Itália 2-0 Roménia
Os remates na primeira parte de Francesco Totti e Filippo Inzaghi apuraram os "azzurri" para as meias-finais.

A Itália chegou às meias-finais de um Campeonato da Europa pela terceira vez, com uma convincente vitória sobre uma pobre Roménia, já suficientemente prejudicada pela expulsão de Gheorghe Hagi naquele que foi, provavelmente, o último jogo pelo seu país.

A Itália marcou na primeira parte por Francesco Totti e Filippo Inzaghi, e vai agora defrontar a Holanda ou a Jugoslávia para decidir quem vai à final. A Roménia começou o jogo com três jogadores suspensos depois da fase de grupos e sem o seu líder da defesa, Gheorghe Popescu por lesão. Emeric Ienei apostou tudo no avançado do Inter de Milão Adrian Mutu para o lugar de Adrian Ilie na frente, enquanto o líder e capitão de equipa Gheorghe Hagi voltava depois de ter cumprido castigo.

As equipas começaram o jogo nervosas, mas foi a Itália que criou a primeira oportunidade quando Demetrio Albertini, Francesco Totti e Stefano Fiore combinaram bem pela esquerda, para libertarem Filippo Inzaghi, mas o seu remate de primeira foi por cima. Pela Roménia, Hagi marcou um livre que passou por cima da barra e Viorel Moldovan tentou cabecear com perigo após outro livre do seu capitão. Um centro-remate de Totti, já com pouco ângulo, foi bem parado por Bogdan Stelea.

A Roménia tinha mais posse de bola, mas os contra-ataques italianos eram perigosos e aos 27 minutos podiam ter marcado. Totti encontrou Inzaghi com espaço na direita e o seu centro encontrou o desmarcado Stefano Fiore, cujo remate à meia-volta passou alto e ao lado. Logo a seguir foi Miodrag Belodedici que desarmou Inzaghi quando este se preparava para invadir a área romena, mas quando o canto da Itália foi aliviado apenas até à entrada da área, a bola chega aos pés de Stefano Fiore que por alto fez um magnifico passe para Totti que iludindo o fora-de-jogo, dominou a bola e rematou com calma batendo Stelea, colocando a Itália na frente no marcador.

Hagi esteve à beira de marcar dois minutos depois, quando num magnifico chapéu, aproveitando o adiantamento Francesco Toldo, a bola ressaltou no poste. À medida que o jogo abria, Totti efectuou um remate em balão que passou pouco acima da barra e Galca, imenso, disparou um forte remate que passou a rasar a baliza de Toldo. Mas a dois minutos do intervalo, a defesa romena falhou no fora-de-jogo pela segunda vez. Desta vez foi Albertini que lançou a bola desde o centro do terreno, isolando Inzaghi que, ante Stelea, não falhou. De imediato Hagi respondeu, mas Toldo segurou o seu remate à entrada da área.

A esperança para a Roménia aumentou um pouco no início da segunda parte quando Paolo Maldini foi substituído por Gianluca Pessotto. A Roménia fez entrar Ioan Ganea por Moldovan e mal entrou podia ter marcado a passe de Dorinel Munteanu, mas Pessoto cortou e salvou a Itália. Aos 59 minutos, Hagi reclamou penalty por suposto derrube na área de Gianluca Zambrotta, mas o árbitro Vítor Pereira entendeu que o astro romeno simulou na área, mostrando-lhe o segundo amarelo em seis minutos, e o consequente vermelho.

Mas enquanto a ilustre carreira internacional de Hagi poderá ter tido um fim triste, a Roménia ainda não tinha desistido. Munteanu disparou por cima, um remate de Liviu Ciobotariu embateu em Zambrotta na linha de golo da Itália e logo a seguir Toldo teve que bravamente ir aos pés de Mutu. Também houve ocasiões para a Itália e, por duas vezes, Inzaghi falhou a passes de Albertini. A primeira acertou na base do poste com apenas Stelea por bater e a segunda foi muito por cima.

Última actualização: 07-02-12 13.00CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2000/matches/round=1459/match=65180/postmatch/report/index.html#italia+afunda+romenia

Equipas

Itália

Itália

Roménia

Roménia

12
ToldoFrancesco Toldo (GR)
12
SteleaBogdan Stelea (GR)
3
MaldiniPaolo Maldini (C)
Substitution46
3
CiobotariuLiviu Ciobotariu
4
AlbertiniDemetrio Albertini
Yellow Card38
4
FilipescuIulian Filipescu
5
CannavaroFabio Cannavaro
5
GâlcăConstantin Gâlcă
Substitution68
8
ConteAntonio Conte
Substitution55
7
MutuAdrian Mutu
9
F. InzaghiFilippo Inzaghi
Goal43
8
D MunteanuDorinel Munteanu
13
NestaAlessandro Nesta
9
V MoldovanViorel Moldovan
Substitution54
15
IulianoMark Iuliano
10
HagiGheorghe Hagi (C)
Red/Yellow Card59
17
ZambrottaGianluca Zambrotta
13
ChivuCristian Chivu
18
FioreStefano Fiore
14
PetreFlorentin Petre
20
TottiFrancesco Totti
Goal33
Substitution75
17
BelodediciMiodrag Belodedici

suplentes

1
AbbiatiChristian Abbiati (GR)
1
LobonţBogdan Lobonţ (GR)
22
AntonioliFrancesco Antonioli (GR)
21
PruneaFlorian Prunea (GR)
2
FerraraCiro Ferrara
15
LupescuIoan Lupescu
Substitution68
6
NegroPaolo Negro
18
I GaneaIoan Ganea
Substitution54
7
Di LivioAngelo Di Livio
16
RoşuLaurenţiu Roşu
10
Del PieroAlessandro Del Piero
Substitution75
19
LincarErik Lincar
11
PessottoGianluca Pessotto
Substitution46
20
HîldanCatalin Hîldan
14
Di BiagioLuigi Di Biagio
Substitution55
16
AmbrosiniMassimo Ambrosini
19
MontellaVincenzo Montella
21
DelvecchioMarco Delvecchio

Treinador

Dino Zoff (ITA) Emeric Ienei (ROU)

Árbitro

Vítor Melo Pereira (POR)

Árbitros assistentes

Jacques Poudevigne (FRA), Igor Sramka (SVK)

Quarto árbitro

Anders Frisk (SWE)

Legenda:

  • GolosGolos
  • Auto-goloAuto-golo
  • Grandes penalidadesGrandes penalidades
  • Penalties falhadosPenalties falhados
  • reds_cardCartões Vermelhos
  • yellow_cardsCartões amarelos
  • yellow_red_cardsDuplo amarelo
  • SubstituiçãoSubstituição