O "site" oficial do futebol europeu

Holanda recupera e ultrapassa França

Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 12.10CET
França 2-3 Holanda
Os comandados de Frank Rijkaard recuperaram duas vezes no marcador e ultrapassaram a França no Grupo D.
Holanda recupera e ultrapassa França
Boudewijn Zenden é felicitado após dar a vitória à Holanda ©Getty Images
Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 12.10CET

Holanda recupera e ultrapassa França

França 2-3 Holanda
Os comandados de Frank Rijkaard recuperaram duas vezes no marcador e ultrapassaram a França no Grupo D.

A Holanda conseguiu o seu "hat-trick" de vitórias no UEFA EURO 2000, ao vencer uma França que jogou sem as suas principais figuras, conseguindo por duas vezes dar a volta ao resultado e a vitória no seu grupo, continuando assim a jogar em solo holandês, onde defrontarão a Jugoslávia em Roterdão, no próximo domingo. A França, batida pela primeira vez em 14 jogos em fases finais de uma grande competição (sem incluir a derrota por pontapés da marca de grande penalidade contra a República Checa em 1996), irá defrontar a Espanha, em Bruges.

O jogo perdeu um pouco da sua atracção pelo facto de ambas as equipas terem já duas vitórias, repartindo entre si a liderança do Grupo D. A França decidiu usar a vantagem de se ter qualificado mais cedo para os quartos-de-final para fazer descansar praticamente toda a equipa, restando apenas Marcel Desailly do seu "onze" habitual, na equipa que iniciou o jogo.

Mesmo assim, esta foi uma excelente exibição de ambas as equipas, aumentada pelo início rápido e aberto, com ambas as equipas dispostas a fazer um jogo memorável para o público em Amesterdão. Assim não foi surpresa o golo madrugador, se bem que não era esperado que fosse a França a impor o ritmo de jogo. O golo será lembrado com pouca saudade por Sander Westerveld, que substituiu Edwin van der Sar e foi lento a sair ao canto cobrado por Johan Micoud, que Christophe Dugarry cabeceou para o golo.

A resposta da Holanda foi tanto previsível como imediata. Um esplêndido passe na diagonal de Bergkamp ajudou a Holanda a fazer o empate. Frank Leboeuf esperou em vão pelo fora-de-jogo e Patrick Kluivert correu com a bola até fazer um violento disparo cruzado com a perna direita, batendo Lama.

Marc Overmars ameaçou com duas perigosas arrancadas e Bergkamp evitou um desarme de Desailly com classe, mas acabou errou o alvo. A seguir Boudewijn Zenden arranjou espaço para cruzar, Bergkamp rematou à meia-volta contra o chão, vendo a bola depois subir e passar a barra. Apesar de tudo isto, outro canto do lado direito levou de novo o pânico à área holandesa. Jaap Stam conseguiu de cabeça tirar a bola, mas não para muito longe, dado que Sylvain Wiltord, de primeira, disparou forte, e David Trézéguet, no caminho da bola, fez um pequeno desvio que foi suficiente para fazer passar a bola por cima de um Westerveld em voo.

Após o recomeço, a Holanda levou seis minutos apenas para voltar ao empate, através de um fulminante livre directo de Frank de Boer após falta de Patrick Vieira. Lama, um pouco surpreendido face aos 30 metros de distância, ainda tocou na bola, que bateu na barra antes de entrar, mas foi impotente para a travar face à violência do disparo. A equipa da casa chegou à vitória após um longo lançamento proveniente de um alívio de Westerveld. Kluivert não conseguiu chegar à bola o que levou à hesitação de Leboeuf, sobrando assim para Zenden que rematou para golo, decidindo o resultado final.

Última actualização: 08-02-12 11.53CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2000/matches/round=1458/match=64868/postmatch/report/index.html#holanda+ultrapassa+franca