Fase final - Fase de grupos (Grupo D ) - 21-06-2000 - 20:45CET (20:45 Hora local) - Stade Maurice Dufrasne - Liège
0-2
 

Dinamarca - República Checa 0-2 - 21-06-2000 - Página do jogo - UEFA EURO 2000

O "site" oficial do futebol europeu

Checos ganham com justiça no adeus

Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 12.08CET
Dinamarca 0-2 República Checa
Dois golos de Vladimír Šmicer em três minutos, na segunda parte, garantiram um triunfo merecido para os checos.
Checos ganham com justiça no adeus
Vladimír Šmicer marca um dos seus dois golos ante a Dinamarca ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

DinamarcaRepública Checa

Golos marcados0
2
Cartões amarelos3
 
3
Cartões vermelhos0
 
0

Classificação

Última actualização: 27/06/2012 14:14 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 12.08CET

Checos ganham com justiça no adeus

Dinamarca 0-2 República Checa
Dois golos de Vladimír Šmicer em três minutos, na segunda parte, garantiram um triunfo merecido para os checos.

Dois golos quase seguidos na segunda parte, do médio do Liverpool FC, Vladimír Šmicer, deram à República Checa a sua única vitória na sua participação no UEFA EURO 2000, e deixaram a Dinamarca a pensar no seu recorde negativo numa fase final - três jogos sem ganhar e sem um único golo marcado.

Apesar de nenhuma das equipas ter qualquer hipótese de avançar no torneio, após as derrotas com a França e a Holanda, ambas se empenharam a fundo nos primeiros 45 minutos, mas como nos jogos anteriores, foram incapazes de concretizar as suas oportunidades de golo. A Dinamarca esteve perto aos 16 minutos através de um potente remate de Jesper Gronkjær, que só foi agarrado à segunda por Pavel Srnícek, o guardião checo.

O avançado do Feyenoord, Jon Dahl Tomasson, esteve à beira do golo aos 32 minutos, mas Srnícek atento uma vez mais, usou a ponta dos dedos para mandar a bola por cima da barra. A equipa liderada por Jozef Chovanec respondeu com a sua melhor oportunidade na primeira parte a sete minutos do intervalo, quando Vladimír Šmicer, a passe de Karel Poborsky, disparou forte a 18 metros, a bola foi afastada em segurança por Peter Schmeichel, que igualou o recorde de 13 presenças em jogos de fases finais de Europeus da UEFA.

Os nórdicos, treinados por Bo Johansson pela última vez antes de ceder o comando técnico a Morten Olsen e Michael Laudrup, pareciam na segunda parte ter mais condições de tomar as rédeas do jogo. Srnícek negou o golo de cabeça a Tomasson, e Allan Nielsen, depois no ressalto, mandou por cima. Stig Tøfting esteve ainda mais perto quando o seu livre directo a mais de 25 metros, passou a rasar o poste, mas a seguir Šmicer acabou com o jogo.

Aos 64 minutos, Karel Poborský cruzou da direita encontrando o jogador do Liverpool FC, desmarcado no segundo poste, e este, à boca da baliza, apenas teve que tocar a bola para junto da rede. Três minutos depois, os checos selaram a sua vitória, quando Šmicer chegou a uma bola longa antes do adiantado Schmeichel, para a mandar para dentro duma baliza desguarnecida.

Os checos, depois de uma impressionante série sem derrotas até à fase final, estarão felizes por ter voltado às vitórias. Usaram este jogo para mostrar à Dinamarca, que faz parte do mesmo grupo de qualificação para o Mundial de 2002, que pretendem ser uma equipa a ter em conta quando começarem os jogos de qualificação no final do ano.

Última actualização: 27-01-12 13.49CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2000/matches/round=1458/match=64867/postmatch/report/index.html#checos+ganham+justica