O "site" oficial do futebol europeu

Milošević fecha recuperação jugoslava

Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 11.48CET
Jugoslávia 3-3 Eslovénia
A perder por 3-0 e reduzidos a dez jogadores com 30 minutos por jogar, os jugoslavos recuperaram e conseguiram conquistar um ponto.
Milošević fecha recuperação jugoslava
Savo Milošević marca o golo do empate da Jugoslávia diante da Eslovénia ©Getty Images
Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 11.48CET

Milošević fecha recuperação jugoslava

Jugoslávia 3-3 Eslovénia
A perder por 3-0 e reduzidos a dez jogadores com 30 minutos por jogar, os jugoslavos recuperaram e conseguiram conquistar um ponto.

A Jugoslávia e a Eslovénia celebraram com um grande jogo o primeiro encontro entre os dois países, dando um emocionante fim à primeira ronda de jogos deste UEFA EURO 2000.

A novata Eslovénia tinha três golos de vantagem quando Siniša Mihajlović foi expulso na sequência de um segundo cartão amarelo. Mas a Jugoslávia, com dez homens, efectuou uma memorável recuperação, chegou ao empate no espaço de seis minutos, e talvez mais importante, recuperou o seu orgulho.

Foi a Eslovénia que primeiro assentou o seu jogo, e logo aos cinco minutos Zelijko Milinovic, num livre directo a 25 metros, rematou um pouco ao lado. A resposta jugoslava veio através de Darko Kovacevic que desperdiçou uma boa ocasião, antes de a Eslovénia tomar a dianteira no marcador. Amir Karic, com espaço para correr na esquerda, cruzou para a marca de penalty onde estava Zlatko Zahovič. A vedeta eslovena desmarcou-se num ápice e em queda rematou de cabeça para o canto sem hipótese para Ivica Kralj.

Com Miran Pavlin a coordenar as acções a meio-campo, as constantes trocas de bola entre os eslovenos, baralhavam a acção defensiva jugoslava. Um bonito movimento envolvendo Pavlin, Karic e Sašo Udovič, deu outra grande oportunidade a Zahovič, mas desta vez Kralj saíu da sua baliza a tempo. Nesta altura Vujadin Boškov decidiu trocar Dejan Stanković pelo cerebral Dragan Stojković, jogador já veterano, mas importante na tentativa de serenar a equipa e dar mais consistência ao seu jogo. A dois minutos do intervalo, Stojković mostrou alguma da sua magia no lado direito do ataque, e tinha apenas de pôr a bola na cabeça de Predrag Mijatović no segundo poste. Mas o cruzamento foi longo e fora do alcance do seu capitão.

No início da segunda parte, um já característico livre de Mihajlović foi defendido por Mladen Dabanović e cinco minutos depois Savo Milošević entrou para o lugar de Darko Kovacević. Mas mal o número nove da Jugoslávia tomara o seu lugar no campo, a sua equipa sofria o segundo golo quando um livre em arco de Zahovič encontrou a cabeça de Pavlin que não perdoou. Dois minutos depois, um péssimo passe ao longo da área do defensor da S.S. Lazio, foi aproveitado por Zahovič fazer o seu segundo e o terceiro da Eslovénia. Para acabar em beleza, Mihajlović viu de novo o cartão amarelo, deixando a Jugoslávia apenas com dez homens em campo.

A seguir veio o inesperado. Primeiro Miroslav Djukić encontrou uma bola perdida no segundo poste, e Milošević, em cima da linha, fez o golo depois de a bola ter ressaltado na barra. Com 20 minutos para jogar, a Jugoslávia marcou de novo. Mijatovic assistiu para uma excelente trivela com o pé esquerdo de Ljubinko Drulović , momentos depois de Dabanović lhe ter negado o golo com uma grande defesa.

Dois minutos depois, o incrível aconteceu com o empate da Jugoslávia. Drulović libertou-se da oposição de Aleš Čeh na direita e cruzou perfeito para a cabeça de Milošević que, à boca da baliza, fez o empate. À beira do fim, Ivan Dudić teve de aliviar a bola rematada por Željko Milinovič em cima da linha e negou assim a vitória à Eslovénia.

Última actualização: 09-02-12 15.07CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2000/matches/round=1458/match=64857/postmatch/report/index.html#milosevic+palavra+final