Fase final - Fase de grupos (Grupo A ) - 20-06-2000 - 20:45CET (20:45 Hora local) - Pays de Charleroi - Charleroi
2-3
 

Inglaterra - Roménia 2-3 - 20-06-2000 - Página do jogo - UEFA EURO 2000

O "site" oficial do futebol europeu

Roménia apura-se no último minuto

Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 12.03CET
Inglaterra 2-3 Roménia
O penalty apontado por Ionel Ganea aos 89 minutos colocou os romenos nos quartos-de-final, à custa dos ingleses.
Roménia apura-se no último minuto
A festa de Dorinel Munteanu (à direita) e Cristian Chivu ©Getty Images
Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 12.03CET

Roménia apura-se no último minuto

Inglaterra 2-3 Roménia
O penalty apontado por Ionel Ganea aos 89 minutos colocou os romenos nos quartos-de-final, à custa dos ingleses.

Um penalty, aos 89 minutos, marcado com calma por Ionel Ganea deu à Roménia uma vitória emocionante num vibrante jogo do Grupo A do UEFA EURO 2000, em Charleroi. A Inglaterra pareceu ter o empate que necessitava na mão, até Phil Neville, sem necessidade, ter derrubado Viorel Moldovan na área, dando assim à Roménia o segundo lugar no grupo e o bilhete para os quartos-de-final contra a Itália.

O treinador inglês Kevin Keegan foi forçado a uma mudança de última hora face à lesão de David Seaman no aquecimento. No seu lugar entrou Nigel Martyn. A Roménia colocou Adrian Mutu no lugar do suspenso Hagi. Martyn e Mutu estiveram rapidamente envolvidos. A corrida de Mutu foi travada em falta e Adrian Ilie, na cobrança, disparou um potente livre à entrada da área que foi defendido por uma grande estirada de Martyn.

Esta acção deu o tom para as primeiras iniciativas. À medida que a Inglaterra lutava pela posse de bola, a Roménia desenhava bonitas jogadas e começava a incomodar a defesa inglesa. Dorinel Munteanu rematou pouco acima da barra a 25 metros aos oito minutos. A seguir Dan Petrescu lançou Moldovan, mas o remate foi direito a Martyn. A Inglaterra assentou o jogo e o perigo vinha da direita. Aos 17 minutos, Michael Owen falhou o alvo após lançamento lateral de Phil Neville, e no minuto seguinte Sol Campbell por pouco não acertou na bola, após livre de David Beckham.

Aos 22 minutos a Roménia inaugurou o marcador com um golo feliz. A Inglaterra não aliviou a bola após um canto e Christian Chivu ficou com a bola. Tentou cruzar e enganou toda a gente, dado que a bola entrou junto ao segundo poste. Foi o seu primeiro golo pela selecção, que viria a sofrer um duro revés aos 32 minutos quando o veterano defesa Gheorghe Popescu saiu lesionado sendo substituído por Miodrag Belodedici. Tiveram uma perdida quase escandalosa para o segundo golo dois minutos depois, quando Ilie sozinho cabeceou paras as mãos de Martyn. A seguir Chivu quase fazia o seu segundo depois de brilhante arrancada, mas não acertou no alvo.

A Roménia pagou o preço pelo seu enorme desperdício quando a Inglaterra empatou aos 41 minutos. Chivu fez falta na área sobre Paul Ince, e Alan Shearer não perdoou. À beira do intervalo, Michael Owen controlou um passe de Paul Scholes e em corrida ultrapassou a oposição de Bogdon Stelea e marcou.

No entanto, três minutos depois do recomeço, a Roménia empatou. O cruzamento de Moldovan foi socado por Martyn para Munteanu e este, de pé esquerdo, colocou a bola nas redes. Nesta fase ambas as equipas estavam a jogar bem, mas eram vulneráveis na defesa. A Roménia podia ter feito o terceiro aos 61 minutos quando o centro de Mutu foi deixado de Moldovan para Ilie, mas o seu remate rasteiro foi defendido.

Apesar de ter feito entrar Emile Heskey para segurar a bola na frente, os ingleses lutavam para fugir à apertada marcação romena. No entanto, faltava à Roménia a clarividência do início do jogo e limitaram-se às tentativas de longe, com Munteanu e Petrescu a ameaçarem Martyn. A entrada de Ionel Ganea deu-lhes mais confiança e ele combinou bem com Moldovan aos 77 minutos, mas não conseguiu chegar ao passe do seu companheiro. Segundos depois, Martyn esteve bem ao segurar um remate em jeito de Mutu, com Ganea à espreita.

Uma troca de passes entre Heskey e Nicky Barmby culminou com um remate por cima deste, mas a Roménia continuava a ameaçar. Aos 82 minutos, Laurentiu Rosu viu o seu remate ser negado perante a oposição de Martin Keown. A Roménia parecia já ter esgotado todas as possibilidades até Phil Neville ter feito uma falta que lhe abriu as portas dos quartos-de-final.

Última actualização: 03-02-12 11.44CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2000/matches/round=1458/match=64849/postmatch/report/index.html#ganea+elimina+ingleses