O "site" oficial do futebol europeu

Costinha apura Portugal

Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 11.56CET
Roménia 0-1 Portugal
Costinha saltou do banco para marcar aos 94 minutos, de cabeça, o golo da vitória que colocou os portugueses nos quartos-de-final.
Costinha apura Portugal
Costinha esfusiante após marcar o golo da vitória nos descontos ©Getty Images
Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 11.56CET

Costinha apura Portugal

Roménia 0-1 Portugal
Costinha saltou do banco para marcar aos 94 minutos, de cabeça, o golo da vitória que colocou os portugueses nos quartos-de-final.

Portugal reservou um lugar nos quartos-de-final com um golo nos descontos, em Arnhem. Um livre de Luis Figo foi cabeceado para a baliza pelo substituto Costinha, mas pouco se viu do deslumbrante futebol que batera a Inglaterra, num jogo de emocionante.

Gheorghe Popescu recebeu um prémio especial antes do início do jogo pelas suas 100 internacionalizações pela Roménia. Os seus companheiros pouco receberam nos primeiros minutos, à medida que Portugal mantinha a bola no seu poder de forma serena e segura. Rui Costa, influente desde o início, estava pronto a fazer o mesmo que fizera aos ingleses. Um livre, aos dois minutos, chegou aos pés de Figo, que arrancou em força, levando a bola até à área onde terá sido derrubado, mas no entanto nada foi assinalado pelo árbitro.

Quando Christian Chivu perdeu a bola à entrada da área, Figo tomou posse dela, e de imediato soltou Nuno Gomes na direita. Foi uma boa ocasião, mas o remate passou ao lado. A Roménia afirmou antes do jogo que ambos os maestros portugueses seriam alvo de marcação homem-a-homem, mas o facto é que Rui Costa gozou de uma enorme liberdade no meio-campo.

Outro revés para a Roménia foi o cartão amarelo visto por Gheorghe Hagi, logo aos 15 minutos, após falta sobre João Pinto. Este cartão foi o segundo no torneio, pelo que ele não jogará o próximo jogo na terça-feira em Charleroi contra a Inglaterra. Vítor Baia largou uma bola fácil e deu à Roménia algum encorajamento, mas no entanto ele defendeu bravamente quando Chivu fugiu pela esquerda e cruzou perigosamente.

Um pontapé livre apontado por Adrian Ilie causou alguma perturbação no último reduto português, mas Baia resolveu a situação cedendo canto. No lado oposto do campo Figo aponta um livre com forte efeito para Fernando Couto, que de cabeça devia ter feito melhor. Perto do intervalo Hagi disparou de longe com a bola a passar perto da baliza.

Foi um jogo de poucas oportunidades, em que a emoção inicial cedo desapareceu. A esperança romena parecia depositada apenas em lances de bola parada. Um canto aos 53 minutos encontrou Viorel Moldovan, que viu o seu cabeceamento ser desviado por um defesa. Portugal precisava de velocidade no seu jogo e Sérgio Conceição entrou cedo na segunda parte tal como Sá Pinto. Mas pouco puderam fazer nos primeiros instantes, face à dureza empregue pelo jogo romeno.

Hagi recebeu um passe por alto de Dan Petrescu no segundo poste, mas o seu remate foi por cima. Sá Pinto não conseguiu chegar a um centro vindo da direita, o que levou a protestos pois poderá ter sido ilegalmente impedido de o fazer. Com apenas cinco minutos por jogar, Hagi de novo de longe, obrigou a defesa com os dedos para canto.

Última actualização: 08-02-12 10.54CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2000/matches/round=1458/match=64848/postmatch/report/index.html#portugal+apurado