O "site" oficial do futebol europeu

Itália penalizada por nulo com a Alemanha

Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 11.05CET
Itália 0-0 Alemanha
A incapacidade dos "azzurri" em aproveitarem as oportunidades, incluindo um penalty, encaminhou-os prematuramente para fora do EURO '96.
Itália penalizada por nulo com a Alemanha
Andreas Köpke defendeu um penalty para a Alemanha ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

ItáliaAlemanha

Golos marcados0
 
0
Cartões amarelos1
 
0
Cartões vermelhos0
1

Classificação

Última actualização: 27/06/2012 14:42 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 11.05CET

Itália penalizada por nulo com a Alemanha

Itália 0-0 Alemanha
A incapacidade dos "azzurri" em aproveitarem as oportunidades, incluindo um penalty, encaminhou-os prematuramente para fora do EURO '96.

A Itália deixou a prova em agonia, após uma grande penalidade desperdiçada por Gianfranco Zola nos instantes iniciais ter impedido a vitória dos comandados de Arrigo Sacchi, que os apuraria para os quartos-de-final.

Na verdade, os "azzurri" estiveram desde o início a remar contra a maré, uma vez que a surpreendente derrota, por 2-1, cinco dias antes, com a República Checa significava que tinham de conseguir um resultado melhor do que aquele que os comandados de Dušan Uhrin alcançassem frente à Rússia, na outra partida da derradeira jornada da fase de grupos. Os checos terem resgatado um empate 3-3 a dois minutos do final do seu jogo tornou o empate italiano sem golos com a Alemanha – e consequente eliminação do EURO '96 – um desfecho ainda mais difícil de digerir.

Apesar de enfrentarem um adversário temível, sob a forma do finalista de 1992, a Itália mediu forças com uma Alemanha já apurada para os quartos-de-final e, com efeito, começou melhor a partida que os germânicos. Apenas tinham decorrido nove minutos quando uma tentativa de alívio de Matthias Sammer foi contrariada por Pierluigi Casiraghi, que, por seu turno, seria derrubado por Andreas Köpke.

Contudo, o guarda-redes alemão emendou o erro, adivinhando o lado para o qual Zola remataria, estirando-se para o seu lado esquerdo. Os germânicos criariam poucas oportunidades a partir de então, conseguindo somente três ocasiões dignas de registo, ao passo que a Itália dominou a posse da bola assim como territorialmente, em particular depois de Thomas Strunz ter sido expulso por uma falta cometida ainda antes dos 60 minutos.

Os "azzurri" também podiam ter marcado por intermédio de Roberto Donadoni, mas este também viu o seu remate negado pelo imperial Köpke. Todavia, nem mesmo essa oportunidade pareceu importar. A cinco minutos do final, começaram a surgir notícias provenientes de Anfield de que a Rússia recuperara de uma desvantagem de 2-0 para assumir a liderança no marcador frente à República Checa. Caso Rússia e Itália tivessem aguentado os respectivos resultados, a equipa de Sacchi qualificar-se-ia para os quartos-de-final. Só que o tento da igualdade de Vladimír Šmicer aos 88 minutos do jogo de Liverpool acabou com as ténues esperanças italianas.

Última actualização: 13-02-12 20.58CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=1996/matches/round=227/match=52511/postmatch/report/index.html#nulo+manda+italia+para+casa