O "site" oficial do futebol europeu

Golo de Šmicer apura checos

Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 11.07CET
Rússia 3-3 República Checa
Os checos deixaram fugir uma vantagem de dois golos e estiveram à beira da eliminação antes do golo de Vladimír Šmicer a dois minutos do fim.
Golo de Šmicer apura checos
Vladimír Šmicer (à esquerda) marcou perto do fim o golo do empate dos checos ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

RússiaRepública Checa

Golos marcados3
 
3
Cartões amarelos4
 
2
Cartões vermelhos0
 
0

Classificação

Última actualização: 27/06/2012 14:42 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 11.07CET

Golo de Šmicer apura checos

Rússia 3-3 República Checa
Os checos deixaram fugir uma vantagem de dois golos e estiveram à beira da eliminação antes do golo de Vladimír Šmicer a dois minutos do fim.

O substituto Vladimír Šmicer marcou a dois minutos do final como corolário de uma excelente partida e apurou a República Checa à tangente para os quartos-de-final.

Golos de Jan Suchopárek e Pavel Kuka deixaram a equipa de Dušan Uhrin com uma vantagem de dois golos no relvado de Anfield, mas a Rússia – que ainda não estava matematicamente arredada da luta pelo segundo lugar do Grupo C – partiu para uma fantástica recuperação. Aleksandr Mostovoi e Omari Tetradze empataram a contenda pouco depois do intervalo, antes de Vladimir Bestchastnykh ter adiantando os russos no marcador a cinco minutos do final. Com a Itália empatada 0-0 com a Alemanha, parecia que os "azzurri" lograriam o apuramento juntamente com os pupilos de Berti Vogts… até que surgiu o salvador Šmicer.

O facto de ter sido necessário tal golpe providencial parecia altamente improvável ao intervalo. Suchopárek aliviou um pouco os nervos quando estavam decorridos somente cinco minutos, ao desviar de cabeça um pontapé de canto. Aos 19 minutos, Kuka aproveitou da melhor forma  uma hesitação do guarda-redes Stanislav Cherchesov para duplicar a vantagem dos checos. A sua liderança no marcador podia ter sido inultrapassável não tivesse sido duas vezes negada pelos ferros antes da inesperada recuperação russa.

Um cabeceamento de Mostovoi e um remate à boca da baliza de Tetradze levaram o resultado para 2-2, antes de os checos terem visto o ferro da baliza de Cherchesov negar-lhes outro golo. De facto, parecia que a sua sorte teria terminado quando um poderoso remate de longa distância de Bestchastnykh os deixou em desvantagem e a Itália à beira do apuramento. Mas houve ainda tempo para outra mudança, com Šmicer a acorrer ao passe de Luboš Kubík e a concluir o lance com um remate ao canto inferior, estreando-se a marcar pela selecção checa. Era improvável que marcaria algum tento mais importante do que aquele.

Última actualização: 15-02-12 0.46CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=1996/matches/round=227/match=52510/postmatch/report/index.html#smicer+apura+checos