O "site" oficial do futebol europeu

Holanda domina, mas Escócia sobrevive

Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 10.33CET
Holanda 0-0 Escócia
A equipa de Guus Hiddink teve as melhores ocasiões, mas a Escócia mostrou-se coesa no jogo de abertura do Grupo A.
Holanda domina, mas Escócia sobrevive
O escocês Tommy Boyd (à direita) tenta travar Gaston Taument ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

HolandaEscócia

Golos marcados0
 
0
Cartões amarelos2
 
2
Cartões vermelhos0
 
0

Classificação

Última actualização: 27/06/2012 14:42 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 10.33CET

Holanda domina, mas Escócia sobrevive

Holanda 0-0 Escócia
A equipa de Guus Hiddink teve as melhores ocasiões, mas a Escócia mostrou-se coesa no jogo de abertura do Grupo A.

No Grupo A, Escócia e Holanda começaram a sua participação com um empate sem golos, em Birmingham.

Villa Park, um estádio que normalmente se enche das cores azul e grená do Aston Villa FC, foi desta vez preenchido com cores e sons muito diferentes do habitual, das gaitas de foles do "Exército de Tartan" às trompetes dos adeptos "laranja". Os holandeses não mostraram o seu melhor futebol, mas podiam ainda assim ter alcançado a vitória se tivessem convertido uma das várias ocasiões de que dispuseram, todas mais claras do que as conseguidas pela equipa britânica.

Os homens de Guus Hiddink apresentaram-se sem Danny Blind (castigado), mas a ausência do capitão não os tornou menos ameaçadores no ataque. Chegaram cedo à grande área adversária e, por infelicidade, não se adiantaram no marcador, com Andy Goram a opor-se muito bem a um remate de Clarence Seedorf. Dennis Bergkamp, mais adiantado do que o normal, desperdiçou mais duas oportunidades ainda antes do intervalo, atestando o domínio holandês.

Oito minutos depois do reinício, Seedorf voltou a ter a possibilidade de dar justiça ao marcador, mas não deu o destino pretendido a um cruzamento de Gaston Taument. A equipa de Craig Brown não conseguiu incomodar o guardião Edwin van der Sar, mas destacou-se pela resistência e coesão, impedindo o sucesso do adversário.

Última actualização: 14-02-12 12.33CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=1996/matches/round=227/match=52483/postmatch/report/index.html#holanda+desperdica+oportunidade