Meias-finais - 24-06-1984 - 20:00CET (20:00 Hora local) - Stade de Gerland - Lyon
1-1
Espanha vence 5-4 nos penalties 

Dinamarca - Espanha 1-1 - 24-06-1984 - Página do jogo - UEFA EURO 1984

O "site" oficial do futebol europeu

Espanha feliz nas grandes penalidades

Publicado: Sábado, 4 de Outubro de 2003, 11.30CET
Dinamarca 1-1 Espanha (4-5 nos penalties)
Apesar de ter sofrido um golo cedo, a Espanha reagiu, levou a decisão para prolongamento e chegou à final ao vencer no desempate por penalties.
Espanha feliz nas grandes penalidades
Preben Elkjaer e a Dinamarca falharam a final no desempate por penalties ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

DinamarcaEspanha

Golos marcados1
 
1
Cartões amarelos0
 
0
Cartões vermelhos1
 
0

Classificação

Publicado: Sábado, 4 de Outubro de 2003, 11.30CET

Espanha feliz nas grandes penalidades

Dinamarca 1-1 Espanha (4-5 nos penalties)
Apesar de ter sofrido um golo cedo, a Espanha reagiu, levou a decisão para prolongamento e chegou à final ao vencer no desempate por penalties.

Não tendo igualado a primeira meia-final no aspecto técnico, esta partida teve outro tipo de ingredientes, culminados num final dramático.

França e Portugal deram o mote na noite anterior, com Michel Platini a dar a vitória aos anfitriões no final do prolongamento, mas a partida de Lyon também foi digna de registo. Søren Lerby colocou a Dinamarca na frente logo aos três minutos, com a Espanha a empatar a meio da segunda parte, por Antonio Maceda, o defesa-central cujo golo havia afastado da prova a campeã em título Alemanha. A expulsão, já no prolongamento, de Klaus Berggreen aumentou ainda mais os problemas para os nórdicos, que soçobrariam nas grandes penalidades, onde a Espanha foi mais forte.

A Espanha de Miguel Muñoz quase marcou aos três minutos, quando o cabeceamento em mergulho de Lobo Carrasco foi defendido por instinto por Ole Qvist. Depois de um canto de Frank Arnesen e do cabeceamento de Preben Elkjær-Larsen, Luis Arconada não segurou a bola, que foi parar aos pés de Lerby, com o médio dinamarquês a marcar sem dificuldade.

A Dinamarca ficou por cima até ao intervalo, com Arnesen ainda a acertar no poste, mas, com o intervalo, tudo mudou. Qvist salvou, de novo, a Dinamarca quando Juan Antonio Señor estava isolado, mas no minuto 67 nada pôde fazer. Carrasco acertou no poste, com a bola a ressaltar para os pés de Maceda, que entre uma floresta de pernas, rematou forte, rasteiro e colocado, fazendo o empate.

Os dois guarda-redes foram forçados a trabalho-extra com Carrasco a estar perto de marcar por duas ocasiões. Berggreen foi expulso no minuto 107, mas nada parecia capaz de ditar o vencedor. Elkjær-Larsen, uma das estrelas da competição, e, provavelmente, o último jogador que a defesa francesa desejaria enfrentar na final, seria o  dinamarquês que falhou a grande penalidade que decidiu o apuramento da Espanha para a partida decisiva ante o país anfitrião.

Última actualização: 22-05-12 18.12CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=1984/matches/round=203/match=3462/postmatch/report/index.html#espanha+garante+final