O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Gomez decisivo frustra Portugal

Alemanha 1-0 Portugal
Pepe e Nani acertaram na trave antes e depois do golo de Mario Gomez a 18 minutos do fim.

Mario Gomez marca de cabeça o único golo do jogo
Mario Gomez marca de cabeça o único golo do jogo ©UEFA.com

Um golpe de cabeça certeiro de Mario Gomez, a 18 minutos do fim, ajudou a Alemanha a infligir a terceira derrota seguida a Portugal em jogos oficiais entre ambos os países, no arranque do Grupo B do UEFA EURO 2012.

Após o desaire no jogo de atribuição do terceiro lugar do Mundial de 2006 e da eliminação nos quartos-de-final do UEFA EURO 2008, Portugal pagou caro o desperdício e saiu derrotado por 1-0 da Arena Lviv, apesar da boa reacção após sofrer o golo. E a história, e o resultado, até podia ter sido diferente, uma vez que Nani acertou na trave aos 84 minutos, isto após Pepe ter feito o mesmo em cima do intervalo.

EURO 2012: Tudo o que precisa saber

Eterna candidata à conquista do troféu, a Alemanha entrou forte e teve dois remates seguros por Rui Patrício nos primeiros dez minutos. Logo a abrir, num desvio de cabeça de Gomez a cruzamento de Jérôme Boateng e depois quando Lukas Podolski testou novamente a atenção do guarda-redes português.

Os melhores golos do EURO 2012
Os melhores golos do EURO 2012

Boateng surgiu como lateral-direito no confronto com Cristiano Ronaldo e foi conseguindo manter o capitão de Portugal controlado. As dificuldades da equipa de Paulo Bento em sair para o ataque, situação em que é perita, levaram-na a errar muitos passes e Ronaldo tentou serenar os ânimos pedindo energicamente mais calma aos companheiros de equipa. E o aviso parece ter surtido efeito, pois Portugal terminou a etapa inicial na área adversária.

João Moutinho tentou a sorte de longe e, em cima dos 45 minutos, na sequência de um pontapé de canto, a bola foi ter com Pepe e o defesa-central, em pleno coração da área, tentou um pontapé em arco que acertou em cheio na trave da baliza de Manuel Neuer. Ainda assim, os germânicos acabaram a primeira etapa com 62 por cento de posse de bola.

O recomeço trouxe duas equipas mais velozes na parte inicial. Sami Khedira errou por pouco o alvo antes de Nani trocar literalmente as voltas ao capitão da Alemanha, Philipp Lahm, mas Mats Hummels anulou o lance em grande estilo. Novo desvio de cabeça de Gomez para fora, a cruzamento de Podolski, precedeu a recuperação preciosa de Boateng a atrapalhar o remate a Ronaldo quando este, solicitado por Moutinho, se preparava para tentar facturar.

Em larga desvantagem, os adeptos lusitanos animaram no incitamento à equipa. No entanto, já com Nélson Oliveira em campo em estreia oficial, após o debutar absoluto no nulo diante da Polónia, em Fevereiro, os alemães chegaram ao golo.

O cruzamento largo de Khedira da direita sofreu ligeiro desvio e Gomez, solto de marcação, atirou com êxito de cabeça ao poste mais distante. Portugal reagiu e Neuer negou os intentos de Ronaldo pouco depois, voltando a não ter a sorte do seu lado quando um cruzamento de Nani sobrevoou o guarda-redes alemão e bateu na barra.

Sem Gomez e Mesut Özil em campo, e sempre bem orquestrados por Khedira, a Alemanha teve em Neuer e no desperdício contrário o garante do triunfo: o guarda-redes voltou a brilhar perante o recém-entrado Silvestre Varela antes do remate de Nani bater caprichosamente nas costas de Holger Badstuber e sai pela linha de fundo.

EURO 2012: Equipa do Torneio

Equipas

Alemanha perfilada em Lviv
Alemanha perfilada em LvivGetty Images

Alemanha: Neuer; Lahm (c), Badstuber, Hummels, Boateng; Podoski, Schweinsteiger, Özil (Kroos 87), Khedira, Müller (Bender 90+4); Gómez (Klose 80)
Suplentes: Wiese, Zieler, Gündoğan, Schmelzer, Höwedes, Schürrle, Mertesacker, Reus
Treinador: Joachim Löw

Portugal: Rui Patrício; Fábio Coentrão, Pepe, Bruno Alves, João Pereira; João Moutinho, Miguel Veloso, Raul Meireles (Varela 80); Ronaldo, Heldér Postiga (Nélson Oliveira 70), Nani
Suplentes: Eduardo, Beto, Custódio, Hugo Almeida, Quaresma, Ricardo Costa, Rolando, Rúben Micael, Miguel Lopes, Hugo Viana
Treinador: Paulo Bento

Árbitro: Stéphane Lannoy (França)

Melhor em Campo: Mesut Özil (Alemanha)