O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Dinamarca resiste firme e bate Holanda

Holanda 0-1 Dinamarca
Os "oranje" desperdiçaram muito, mas foi uma boa finalização de Michael Krohn-Dehli que deu os três pontos aos dinamarqueses.

Michael Krohn-Dehli festeja o seu golo
Michael Krohn-Dehli festeja o seu golo ©AFP/Getty Images

O Grupo B do UEFA EURO 2012 começou em Kharkiv e com um resultado contra todas as expectativas, uma vez que a generalidade dos observadores previa um triunfo da Holanda.

Um golo de Michael Krohn-Dehli aos 24 minutos, após um início muito determinado da Holanda, acabaria por ser o único de todo o encontro, malgrado o substancialmente maior caudal ofensivo dos "oranje" em toda a partida.

EURO 2012: Tudo o que precisa saber

O encontro teve uns primeiros dez minutos muito intensos, que arrancaram com um cabeceamento do capitão dinamarquês Daniel Agger à figura de Maarten Stekelenburg. Jethro Willems, o jogador mais novo de sempre a participar no Campeonato da Europa, respondeu com um remate de longe, ligeiramente por cima. Também Ibrahim Afellay tentou surpreender Stephan Andersen de longa distância, mas o remate saiu por cima.

Os melhores golos do EURO 2012
Os melhores golos do EURO 2012

Após o primeiro de vários remates de Arjen Robben ter sido defendido tranquilamente por Andersen, acabou por ser a Dinamarca a marcar. Aos 24 minutos, Simon Poulsen cruzou do lado esquerdo e, após um ressalto, a bola ficou à disposição de Krohn-Dehli, que driblou dois holandeses com a mesma finta e rematou descaído pelo lado esquerdo da área por entre as pernas de Stekelenburg.

O lance seguinte acabou por ser a ocasião na qual os holandeses mais perto estiveram de marcar. Uma má reposição com pés de Andersen levou a que a bola fosse parar aos pés de Robben, que avançou e rematou colocado, mas ao poste.

A robustez defensiva dinamarquesa só voltou a ser abalada aos 43 minutos, quando Robin van Persie, desmarcado por Wesley Sneijder, rematou para uma defesa de Andersen com os pés e, na sequência, Sneijder rematou em arco e ao lado. No lance imediatamente anterior, Krohn-Dehli ganhou espaço e voltou a causar perigo, rematando para a defesa de Stekelenburg.

Veja grandes defesas no EURO 2012
Veja grandes defesas no EURO 2012

A segunda parte teve uma entrada muito forte dos holandeses à procura do empate, que efectuaram sete remates - alguns deles com bastante perigo, com um ao lado de Afellay e outro de Van Persie para a defesa de Andersen - nos primeiros dez minutos, mas a defesa dinamarquesa resistiu de forma eficaz, antes de nova arrancada, mas sem consequências, de Krohn-Dehli pela esquerda.

Com o passar do tempo, a defesa e meio-campo dinamarqueses adaptaram-se às movimentações ofensivas holandesas e, apesar do maior domínio "laranja", resistiu estoicamente às arrancadas e tentativas de remate de Robben ou aos passes milimétricos de Sneijder. Ainda assim, o extremo do FC Bayern München teve uma boa ocasião para empatar, mas, talvez por não ser um especialista no jogo aéreo, desperdiçou uma ocasião soberana aos 62 minutos.

O seleccionador Bert van Marwijk tentou mudar o rumo dos acontecimentos, à procura de maior capacidade de penetração, com as entradas de Rafael van der Vaart e Klaas-Jan Huntelaar e as substituições quase surtiram o efeito pretendido, quando, aos 74 minutos, após um soberbo passe de Sneijder, o dianteiro do FC Schalke 04 e melhor marcador da Bundesliga surgiu na cara de Andersen, mas não conseguiu desviar a bola do guardião dinamarquês, que ainda defendeu a recarga faltosa do melhor marcador da Premier League inglesa, Van Persie.

Antes, aos 70 minutos, o inevitável Krohn-Dehli testara os reflexos de Stekelenburg, que defendeu o remate do dianteiro do Brondby IF e, até final, a Holanda procuraria incessantemente um golo, que poderia ter surgido com um poderoso remate de Mark van Bommel, mas que acabou por nunca se materializar graças aos insuperáveis dinamarqueses.

EURO 2012: Equipa do Torneio


Equipas

Dinamarca alinhada em Kharkiv
Dinamarca alinhada em KharkivGetty Images

Holanda: Stekelenburg; Willems, Vlaar, Heitinga, Van der Wiel (Kuyt 85); Afellay (Huntelaar 71), Van Bommel (c), Sneijder, Nigel de Jong (Van der Vaart 71), Robben; Van Persie
Suplentes
: Vorm, Krul, Mathijsen, Schaars, Strootman, Luuk de Jong, Narsingh, Boulahrouz
Seleccionador
: Bert van Marwijk

Dinamarca: Andersen; Simon Poulsen, Agger (c), Kjær, Jacobsen; Krohn-Dehli, Zimling, Eriksen (Schøne 74), Kvist, Rommedahl (Mikkelsen 84); Bendtner
Suplentes
: Lindegaard, Schmeichel, Christian Poulsen, Bjelland, Okore, Silberbauer, Pedersen, Wass, Jakob Poulsen, Kahlenberg
Seleccionador
: Morten Olsen

Árbitro: Damir Skomina (Eslovénia)

Melhor em Campo: Michael Krohn-Dehli (Dinamarca)