O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Harry Kane sobre fazer história no EURO 2020

"Vamos agarrar esta oportunidade com as duas mãos", diz o avançado Harry Kane ao EURO2020.com sobre a possibilidade de a Inglaterra se sagrar campeã em casa.

Harry Kane pode ajudar a Inglaterra a ganhar o seu primeiro título desde 1966
Harry Kane pode ajudar a Inglaterra a ganhar o seu primeiro título desde 1966 UEFA via Getty Images

Enquanto a Inglaterra se prepara para a final do UEFA EURO 2020 contra a Itália, no domingo, o significado da primeira final da selecção dos "três leões" nos últimos 55 anos não passa despercebido ao capitão Harry Kane.

Ainda assim, longe de ser um peso sob os ombros, o jogador de 27 anos vê o jogo de Wembley como uma oportunidade para "ficar na história", com a Inglaterra em busca do seu primeiro título europeu. Kane conversou com o EURO2020.com sobre a final, como a mentalidade de Inglaterra mudou e o duelo com a dupla Giorgio Chiellini/Leonardo Bonucci.

Itália - Inglaterra: cobertura em directo

Sobre jogar a final em casa

Veja Kane dar a vitória frente à Dinamarca
Veja Kane dar a vitória frente à Dinamarca

Jogar em Wembley torna a ocasião ainda maior e mais especial. Não há melhor lugar para ganhar um título do que em Wembley. É um grande momento na nossa história como nação. O entusiasmo vai ser incrível, por isso vamos entrar em campo e tentar alimentar-nos de toda a energia que os adeptos transmitem e usá-la a nosso favor.

Sobre o significado do jogo na história de Inglaterra

A conquista do Mundial em 1966 foi um feito notável. Agora temos a oportunidade de criar ainda mais história e deixar orgulhosa a nossa família e adeptos, muitos deles que nunca tinham visto a Inglaterra numa final. É um momento especial, e se conseguirmos ser campeões, então ficaremos na história. Este é desafio que temos pela frente e vamos encará-lo com confiança.

Sobre a mudança de mentalidade da equipa

Antes do jogo com a Dinamarca falei sobre aprender com os erros, e sinto que a equipa conseguiu. Estamos mais fortes mentalmente e isso viu-se nesse jogo, em que sofremos o primeiro golo no torneio e estivemos em desvantagem. Não entrámos em pânico e soubemos dar a volta, acima de tudo confiantes na nossa qualidade e por tudo o que já tínhamos mostrado na competição. Tivemos espírito de equipa e capacidade de luta, algo que será necessário novamente no domingo se quisermos ser campeões.

Sobre o duelo com Giorgio Chiellini e Leonardo Bonucci

Duelo de gigantes: Kane vs Chiellini
Duelo de gigantes: Kane vs ChielliniGetty Images

Em primeiro lugar, são grandes defesas. Leem o jogo muito bem e sabem onde estar; têm um ótimo posicionamento. E também são dois guerreiros. Por tudo isso espero uma grande batalha. Mas é para isso que você joga. Eu entusiasmo-me com este tipo de duelos. Se queremos ser os melhores temos de defrontar os melhores.

Sobre defrontar uma equipa que não perder há 33 jogos

Vai ser um jogo difícil. A Itália é uma grande equipa e com histórico em ganhar títulos. Possui muita experiência mas também tem bons valores individuais, com o seu ponto forte a ser um colectivo robusto. Vai ser uma batalha difícil mas temos capacidade suficiente para vencer. Precisamos encarar o jogo com a mentalidade de que podemos ganhar, a mesma que nos fez chegar até aqui. Em grandes jogos, em finais, os pequenos detalhes fazem a diferença e temos de nos certificar que os controlamos.

Sobre o que significaria ganhar o EURO

Significaria tudo para nós, não tenho dúvida. Já o disse antes: ganhar algo pelo país ultrapassa conquistas ao nível de clubes, e agora temos essa possibilidade. Há muito tempo que não chegávamos a uma final, por isso temos de agarrar esta oportunidade com as duas mãos.

Descarregue a app do EURO 2020!