O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Giorgio Chiellini sobre Harry Kane e o sonho de defrontar a Inglaterra na final do UEFA EURO 2020

"Agora resta apenas o último centímetro", disse o defesa Giorgio Chiellini ao EURO2020.com, numa fase em que a Itália pretende concluir uma jornada épica na final de Wembley.

Giorgio Chiellini pode vencer o seu primeiro grande torneio na selecção aos 36 anos
Giorgio Chiellini pode vencer o seu primeiro grande torneio na selecção aos 36 anos UEFA via Getty Images

O apuramento da Itália para a final do UEFA EURO 2020 foi uma surpresa para alguns, mas não para Giorgio Chiellini, que avisou os seus amigos antes do torneio para esperarem um Verão emocionante.

Com 36 anos, esta pode ser a última chance do defesa-central para ganhar um importante troféu ao serviço da selecção. A final contra a Inglaterra, no domingo, será o seu 112º jogo pelos Azzurri, e o jogador da Juventus está determinado em torná-lo inesquecível. Chiellini falou com o EURO2020.com sobre a final, Harry Kane, a sua parceria com Leonardo Bonucci e o que significaria erguer o troféu em Wembley.

Itália - Inglaterra: cobertura em directo
Conheça as equipas: Itália

Expectativa antes do torneio

Este campeonato tem sido muito emocionante, desde a primeira partida contra a Turquia até agora. Mas, se ler alguns dos textos que enviei antes do EURO 2020 a alguns dos meus amigos mais próximos, a sensação era que teríamos um Verão repleto de emoção, alegria, noites mágicas e inesquecíveis. Senti isso porque sei o que é que esta equipa é capaz de fazer.

Ambição de Roberto Mancini

[Chegar à final é] um sonho que perseguimos ao longo dos anos, um sonho que carregamos há três anos, um sonho que o nosso treinador colocou pouco a pouco nas nossas mentes até que se tornasse realidade. No início, quando nos disse para termos a ideia de ganhar o EURO, pensámos que era louco; em vez disso, durante esses anos, ele criou uma equipa que agora está prestes a fazer isso mesmo. E como ele nos repetiu após cada jogo, "um centímetro de cada vez", e agora só falta o último centímetro.

Parceria com Leonardo Bonucci

Uma dupla formidável
Uma dupla formidávelUEFA via Getty Images

Jogamos juntos há muitos anos ao mais alto nível. Obviamente, quando a equipa está muito bem, é normal que as pessoas falem [da parceria], mas [obter elogios] não é o nosso foco principal, porque a única coisa que realmente importa é que a equipa vença. Não vencemos apenas graças a Giorgio [Chiellini], Leo [Bonucci] ou qualquer outro jogador individualmente. É todo o grupo que está a fazer um torneio fantástico, em todas as posições. Esta é a única verdade. Caso contrário, não se pode ganhar competições como esta.

Enfrentar Harry Kane na final

Vai ser difícil. Ele é extremamente forte. Sempre gostei muito de [Harry Kane]. Ainda me lembro de uma das suas primeiras partidas pela Inglaterra, quando jogámos contra eles em Turim [na estreia de Kane pela Inglaterra, num empate 1-1 em 2015]. Mesmo assim, ele deixou uma grande impressão. Tive a sorte de jogar contra ele num jogo contra o Tottenham. Ele sabe como jogar muito bem na profundidade e é excelente nos passes de rotura, que desequilibram as defesas. É excelente no jogo aéreo, de longa e curta distância.

Inglaterra - Itália: Veja a decisão dos penáltis em 2012

No entanto, a Inglaterra não é só Kane, uma vez que tem um grupo de jogadores excelente. Jogadores como [Jack] Grealish, [Jadon] Sancho, [Marcus] Rashford, [Dominic] Calvert-Lewin, [Phil] Foden estavam todos no banco, mas são jogadores de topo, incluindo [Jordan] Henderson - o capitão do Liverpool. Vai ser um grande jogo. Nenhuma das equipas terá receio, mas ambas terão muito respeito uma pela outra.

Significado de ganhar um primeiro troféu internacional aos 36 anos

Cada época tem os seus pontos positivos. Uma vitória é tão emocionante aos 36 quanto aos 21 para alguém como [Giacomo] Raspadori. Talvez aos 36 anos sinta isso mais porque entendo como é difícil e o trabalho que envolve. Acredito ter conseguido trazer aqui a minha experiência e as emoções que senti desde os 15 anos, quando comecei a jogar profissionalmente. Sabemos como é a sensação em todas as idades: aos 20, 25 e 30 começamos a entender o comportamento dos seus companheiros de equipa. Agora, tenho maturidade para entender plenamente o que este campeonato significa para nós.

Descarregue a app do EURO