O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Vencedor do EURO 2020: conheça a Itália

Desde o colosso Chiellini até ao divertido Insigne, o repórter Paolo Menicucci traça o perfil informal da selecção italiana antes da final do EURO 2020 frente a Inglaterra.

A Itália mede forças com a Inglaterra na final
A Itália mede forças com a Inglaterra na final Getty Images

A Itália impressionou pela união e pela capacidade de luta na caminhada rumo à vitória no UEFA EURO 2020, mas como é que são os seus jogadores fora de campo? Fique a conhecê-los um pouco melhor.

Itália vence o EURO 2020


Gianluigi Donnarumma, guarda-redes

Estrear-se aos 16 anos e logo frente ao Real Madrid não é para todos. Mas foi o que aconteceu a Donnarumma, que inclusive defendeu um penálti. Com apenas 22 anos, foi eleito Jogador do Torneio do UEFA EURO 2020 na campanha vitoriosa da Itália.

Giovanni Di Lorenzo, defesa

O actual defesa foi avançado em miúdo e até era tratado por "Batigol", em homenagem ao goleador Gabriel Batistuta. Tem uma forte ligação à cor azul (Empoli, Nápoles e Itália), tanto que até chamou Azzurra à filha.

Leonardo Bonucci, defesa

Apenas o 11º jogador a representar Juventus, Inter e Milan, forma uma dupla temível com Giorgio Chiellini. "Penso que ele me conhece melhor que a minha mulher", disse uma vez Chiellini. Marcou o importante golo que deu o empate à Itália na final.

Giorgio Chiellini, defesa

Apelidado de "King Kong" pela forma como celebra um golo, tem tanto de força como de inteligência, possuindo uma licenciatura e um Mestrado. José Mourinho chegou a dizer que podia ensinar a arte de defender.

Emerson Palmieri, defesa-esquerdo

Praticante de futsal até aos 14 anos, foi chamado para o EURO apesar de ter pouco tempo de jogo no Chelsea. Inicialmente suplente, esteve à altura das exigências quando substituiu o titularíssimo Leonardo Spinazzola.

Nicolò Barella, médio

Enorme fã de basquetebol e da NBA, o pequeno médio uma vez disse: "Ver um jogador baixo como Allen Iverson dominar entre gigantes inspirou-me". O seu golo à Bélgica nos quartos-de-final, passando por três adversários, comprova-o.

Jorginho, médio

Cérebro do meio-campo italiano, chegou a viver num mosteiro aquando da chegada a Itália e diz que deve o seu talento à mãe. "Ela jogava futebol e ensinou-me muitas coisas", revelou. Tornou-se no décimo futebolista a jogar e a vencer no ano ano as finais do EURO e da Taça dos Campeões.

Marco Verratti, médio

Única jogador do plantel sem experiência na Serie A, esteve quase a falhar o torneio pela segunda vez, mas recuperou a tempo e mostrou o porquê de Roberto Mancini confiar na sua técnica e dinamismo.

Federico Chiesa, avançado

Filho do antigo avançado Enrico Chiesa, discutiu a titularidade na Fiorentina com um colega que escolhia nos videojogos. Após os golos a Áustria e Espanha, muitos "gamers" italianos devem sentir-se inspirados.

Ciro Immobile, avançado

Apaixonado por pesca, despertou o dote goleador no Pescara e ganhou a Bola de Ouro Europeia em 2019/20 com a Lazio. Bisou na fase de grupos, mas ficou em branco na fase a eliminar, com Mancini a não abdicar do seu futebol para a equipa.

Estrela do Jogo: veja a exibição de Chiesa frente à Espanha
Estrela do Jogo: veja a exibição de Chiesa frente à Espanha

Lorenzo Insigne, avançado

Brincalhão por natureza, anima e aterroriza os colegas: "Nunca estou sossegado. Ele é pequeno e esconde-se em qualquer lado", disse Immobile. Mas tudo se perdoa quando marca golos como aquele frente à Bélgica.

Menções honrosas

Até se lesionar, Spinazzola estava a ser um dos destaques do torneio, com dois prémios de Estrela do Jogo, enquanto Locatelli foi fundamental frente à Suíça graças a um bis. Já Matteo Pessina, chamado à última hora, teve impacto imediato, marcando dois golos, incluindo o da vitória frente ao País de Gales.