O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

EURO 2020 em revista: França

David Crossan, repórter afecto à França, analisa uma campanha que começou de forma prometedora e terminou com uma derrota-surpresa.

Tensão nos jogadores franceses durante o desempate frente à Suíça
Tensão nos jogadores franceses durante o desempate frente à Suíça POOL/AFP via Getty Images

A França apresentou-se com três tácticas diferentes em quatro jogos no UEFA EURO 2020, revelando dificuldades para encontrar a fórmula certa. As lesões dos laterais Lucas Hernández e Lucas Digne não ajudaram e os "bleus" perderam a solidez após uma lição defensiva frente à Alemanha, no jogo inaugural. Depois veio a desilusão da derrota frente à Suíça nos penalties.

Quais os pontos positivos?

Veja os quatro golos de Benzema
Veja os quatro golos de Benzema

Karim Benzema justificou o regresso à equipa, após cinco anos e meio de ausência, com bis consecutivos frente a Portugal e Suíça. Paul Pogba teve uma campanha notável no meio-campo e os "bleus" mostraram qualidade para vencer um complicado Grupo F.

Destaque do torneio

A alegria de Benzema ao marcar o seu primeiro golo pela França desde Outubro de 2015 foi agradável de ver, bem como a possibilidade de ver um estádio cheio nos dois jogos dos "bleus" em Budapeste. dito isto, é impossível ignorar o jogo louco frente à Suíça nos oitavos-de-final, certamente o mais emocionante entre selecções a que assisti.

O que reserva o futuro

A eliminação nos oitavos-de-final torna a França num perigoso animal ferido no próximo Mundial. O plantel é jovem o suficiente para continuar junto na altura da competição e sinto que Deschamps quererá levar o campeão novamente à glória no Qatar, ao mesmo tempo provando que consegue apostar numa táctica que dê equilíbrio à França e retire o que de melhor o trio Benzema-Kylian Mbappé-Antoine Griezmann tem para dar.

Prognósticos para o resto do EURO 2020

Tinha apontado a França como grande candidata a juntar o EURO ao título mundial, mas isso já não vai acontecer. Aposto numa final entre Bélgica e Inglaterra, com a equipa de Roberto Martínez a surpreender em Wembley e esta magnífica geração belga a transformar os elogios que recebe em algo tangível como é um troféu.

Download the EURO app