O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

França - Suíça no UEFA EURO 2020: retrospectiva, factos e estatísticas

A história favorece a França na visita a Bucareste, onde defronta a Suíça, que nunca venceu os "bleus" em jogos oficiais.

Raphaël Wicky e  Bixente Lizarazu durante a vitória da França sobre a Suíça no EURO 2004
Raphaël Wicky e Bixente Lizarazu durante a vitória da França sobre a Suíça no EURO 2004 Bongarts/Getty Images

A França vai tentar manter o seu registo invicto em jogos oficiais frente à Suíça quando as duas equipas se encontrarem na Arena Nacional de Bucareste, nos oitavos-de-final do UEFA EURO 2020.

• O campeão mundial terminou no primeiro lugar do Grupo F, apesar de ter ganho apenas um dos três jogos realizados, empatando os outros dois, enquanto a Suíça esteve no Grupo A e qualificou-se como um dos quatro melhores terceiros classificados.

• O vencedor deste duelo defronta Croácia ou Espanha nos quartos-de-final, em São Petersburgo, a 2 de Julho.

Jogos anteriores

EURO 2004 highlights: France 3-1 Switzerland
EURO 2004 highlights: France 3-1 Switzerland

• O registo da Suíça em 38 jogos com a França é V12 E10 D16. No entanto, ainda nunca bateu os "bleus" em jogos oficiais (E4 D2).

• O último encontro entre ambos aconteceu na fase de grupos do UEFA EURO 2016, registando-se um empate sem golos na terceira ronda, no Stade Pierre-Mauroy, em Lille. As duas equipas apuraram-se no Grupo A, com a França a terminar no primeiro lugar, com sete pontos, e a Suíça no segundo, com cinco.

• Após 32 amigáveis entre 1905 e 2003, o primeiro jogo oficial foi na última jornada do UEFA EURO 2004, com a França de Jacques Santini a derrotar a Suíça de Köbi Kuhn por 3-1. Zinédine Zidane e Thierry Henry (dois) apontaram os golos gauleses, enquanto o tento de consolação helvético foi marcado por Johan Vonlanthen, que com isso se tornou no mais jovem marcador em fases finais do EURO, aos 18 anos e 141 dias.

• Na qualificação para o Campeonato do Mundo de 2006 registaram-se dois empates, e as equipas voltaram a encontrar-se na fase final da competição, empatando igualmente, em jogo da primeira jornada da fase de grupos realizado em Estugarda.

• A história foi diferente quando se defrontaram na fase de grupos do Campeonato do Mundo de 2014, no Brasil, com a França de Didier Deschamps a vencer por 5-2 a Suíça de Ottmar Hitzfeld, com os golos a serem marcados por cinco jogadores diferentes. Olivier Giroud, Karim Benzema e Moussa Sissoko facturaram para os franceses, enquanto Granit Xhaka marcou o último golo da Suíça, à beira do fim.

• Hugo Lloris, Raphaël Varane e os suplentes Antoine Griezmann e Paul Pogba também alinharam pela França nesse jogo, com Ricardo Rodríguez, Xherdan Shaqiri, Haris Seferović e Admir Mehmedi do lado suíço.

Factos do EURO: França

Watch Giroud's France baby photo challenge
Watch Giroud's France baby photo challenge

• A derrota por 1-0 no prolongamento frente a Portugal na final do UEFA EURO 2016 impediu a França de conquistar o seu terceiro título do EURO, após os triunfos de 1984 e 2000.

• Em 2016, a equipa de Didier Deschamps terminou em primeiro no seu grupo, à frente de Suíça, Albânia e Roménia, antes de vencer a República da Irlanda por 2-1 - a sua primeira vitória numa eliminatória do EURO desde 2000 - nos oitavos-de-final. Islândia (5-2 ) e Alemanha (2-0) foram afastadas a seguir, mas Portugal foi mais forte na final em Saint-Denis.

• Os "bleus" reagiram à desilusão e venceram pela segunda vez um Campeonato do Mundo em 2018, que juntaram ao título conquistado 20 anos antes, ao baterem a Croácia por 4-2 na final em Moscovo.

• Deschamps, que como jogador foi campeão do mundo (1998) e da Europa (2000) por França, pode repetir a proeza como treinador. A França é o único país, para além da República Federal da Alemanha Ocidental (EURO de 1972, Campeonato do Mundo de 1974) e da Espanha (EURO de 2008 e 2012, Campeonato do Mundo de 2010), que conseguiu ostentar os dois títulos ao mesmo tempo.

• A França qualificou-se para a fase final de 2020 ao vencer o Grupo H, com vitórias em oito dos dez jogos da qualificação (1E 1D), terminou com 25 pontos, mais dois que a Turquia.

• A França abriu a fase final com um triunfo por 1-0 sobre a Alemanha em Munique, seguindo-se depois dois empates em Budapeste, frente à anfitriã Hungria (1-1) e o campeão Portugal (2-2), numa reedição da final de 2016.

• A derrota por 2-0 com a Turquia a 8 de Junho de 2019 é a única da França em 90 minutos nos seus últimos 20 jogos do EURO (V15 E4).

• A França participa pela 13º vez consecutiva numa fase final europeia ou mundial. Não falha uma presença desde o Campeonato do Mundo de 1994, e nesse período disputou cinco finais, tendo ganho três delas.

• A França ganhou os seis duelos em oitavos-de-finais de grandes competições já disputados – cinco no Mundial (Itália em 1986, Paraguai em 1998, Espanha em 2006, Nigéria em 2014 e Argentina em 2018), para além do triunfo sobre a Irlanda no UEFA EURO 2016.

• Esta é a décima participação da França no EURO, e a oitava seguida. A última edição que falhou foi em 1988.

• Esta é a segunda visita da França à Arena Nacional de Bucareste, onde empatou a zero com a Roménia na qualificação para o UEFA EURO 2012, em Setembro de 2011. Isso fez com que o seu registo global no país, sempre em jogos frente à Roménia, seja V1 E2 D2.

Star of the Match: Shaqiri on Switzerland win
Star of the Match: Shaqiri on Switzerland win

Factos do EURO: Suíça

• Este é o quinto EURO da Suíça, todos nas últimas sete edições da prova. Eliminados na fase de grupos em 1996, 2004 e como co-anfitriões em 2008, os suíços terminaram no segundo lugar do grupo no UEFA EURO 2016, atrás da França, mas foram eliminados nos oitavos-de-final ao perderem por 5-4 com a Polónia no desempate por grandes penalidades, após uma igualdade a um golo.

• Esta é a quarta presença consecutiva da Suíça numa grande competição, pois também participou nos Campeonatos do Mundo de 2014 e 2018, onde atingiu por duas vezes os oitavos-de-final.

• Os suíços garantiram uma vaga no UEFA EURO 2020 ao vencerem o Grupo D com 17 pontos em oito jogos. Os suíços venceram quatro dos últimos cinco jogos, com 13 golos marcados e apenas dois sofridos, mantendo a baliza inviolada por três vezes nessa sequência de cinco encontros.

• A Suíça abriu o Grupo A com um empate a um golo frente ao País de Gales, em Baku, e depois perdeu por 3-0 com a Itália em Rome na segunda ronda. Respondeu a esse desaire com uma vitória por 3-1 sobre a Turquia, novamente em Baku, com o bis de Xherdan Shaqiri a ajudar os helvéticos a terminar no terceiro lugar.

• A derrota frente à Itália, na segunda jornada, foi apenas a segunda da Suíça nos últimos 17 jogos no EURO, qualificação e fase final incluídos (V9 E6), com a outra a ser na visita à Dinamarca, em Outubro de 2019. Não perderam no UEFA EURO 2016 (V1 E3), com a eliminação frente à Polónia nos penalties a ser classificada como empate.

• O registo da Suíça em 16 jogos na fase final do EURO é agora V3 E6 D7.

• A Suíça foi quarta classificada na edição inaugural da UEFA Nations League, em 2019, perdendo por 3-1 com o anfitrião e futuro campeão Portugal nas meias-finais, e depois por 6-5 nos penalties frente à Inglaterra, no jogo de atribuição do terceiro e quarto lugar, após 120 minutos sem golos.

• A Suíça perdeu três dos quatro jogos realizados em Bucareste, com o mais recente a ser um desaire ante a Roménia, por 1-0, no Stadionul Steaua, na qualificação para o EURO '92. A única vitória na cidade, e na Roménia, foi na qualificação para o Campeonato do Mundo, por 2-1, em Outubro de 1981, no Stadionul 23 de Agosto, no local onde agora se situa a Arena Nacional de Bucareste.

Ligações e curiosidades

France stars wish each other luck in warm-up
France stars wish each other luck in warm-up

• Já jogaram em França:
Loris Benito (Bordéus 2019–)
Jordan Lotomba (Nice 2020–)

• Já jogaram juntos:
Olivier Giroud e Granit Xhaka (Arsenal 2016–18)
Antoine Griezmann e Haris Seferović (Real Sociedad 2013/14)
Marcus Thuram e Yann Sommer, Nico Elvedi, Breel Embolo, Denis Zakaria (Borussia Mönchengladbach 2019–)

• Rodríguez inaugurou o marcador de penálti numa vitória por 2-0 do Wolfsburgo sobre o Real Madrid na primeira mão dos quartos-de-final da UEFA Champions League 2015/16. Benzema disputou esse jogo e o da segunda mão, em que o Real Madrid venceu por 3-0.

• Benzema marcou e assistiu quando o Real Madrid bateu por uma equipa do Basileia que incluía Fabian Schär e Embolo, na primeira jornada da fase de grupos da UEFA Champions League de 2014/15.

• Seferović marcou o golo do Benfica numa derrota por 3-1 na visita ao Lyon, capitaneado por Léo Dubois, na fase de grupos da UEFA Champions League 2019/20.

• Seferović e Antoine Griezmann apontaram os golos no triunfo por 2-0 da Real Sociedad em casa do Lyon, na primeira mão do "play-off" da UEFA Champions League 2013/14.

Desempates por penalties

• O registo da França em seis desempates é V3 D3:
4-5 v República Federal da Alemanha, meias-finais do Campeonato do Mundo de 1982
4-3 v Brasil, quartos-de-final do Campeonato do Mundo de 1986
5-4 v Países Baixos, quartos-de-final do EURO '96
5-6 v República Checa, meias-finais do EURO '96
4-3 v Itália, quartos-de-final do Campeonato do Mundo de 1998
3-5 v Itália, final do Campeonato do Mundo de 2006

• A Suíça perdeu os três desempates em que participou:
0-3 v Ucrânia, oitavos-de-final do Campeonato do Mundo de 2006
4-5 v Polónia, oitavos-de-final do UEFA EURO 2016
5-6 v Inglaterra, jogo do terceiro e quarto lugar da UEFA Nations League 2019

Download the EURO 2020 app!