O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Itália - Áustria: retrospectiva do UEFA EURO 2020, factos e estatísticas

A Itália impressionou na fase de grupos com três vitórias em três jogos, sem sofrer golos, e agora enfrenta a Áustria, presente pela primeira vez nos oitavos-de-final.

Italy beat Austria in the 1990 World Cup
Italy beat Austria in the 1990 World Cup Bob Thomas Sports Photography vi

• A Itália impressionou no UEFA EURO 2020 com o máximo de pontos na fase de grupos e viaja agora até Londres para defrontar a Áustria, presente pela primeira vez na fase a eliminar da competição.

• A Itália somou três vitórias sem sofrer golos e garantiu o primeiro lugar do Grupo A, ao passo que uma vitória sobre a Ucrânia na terceira jornada deu à Áustria o segundo lugar no Grupo C, atrás dos Países Baixos, sendo a primeira vez em três participações no EURO que ultrapassa a fase de grupos.

• O vencedor deste jogo em Wembley defrontará a Bélgica ou o detentor do troféu Portugal nos quartos-de-final, na Football Arena Munich, a 2 de Julho.

Encontros anteriores

• A Áustria venceu 12 dos 36 jogos anteriores frente a Itália, embora não vença desde o triunfo por 2-1 num amigável em Nápoles, em Dezembro de 1960; o seu recorde contra os Azzurri é de E3 D10.

• O último jogo entre ambas as equipas, um amigável em Nice em Agosto de 2008, terminou com um empate 2-2. Os golos na primeira parte dos austríacos Emanuel Pogatetz (14) e Marc Janko (39) obtiveram resposta de Alberto Gilardino (45 + 1) e um auto-golo de Ramazan Özcan (67).

• Este é apenas o terceiro encontro das equipas no EURO; A Itália venceu por 2-1 em Viena antes de um empate 2-2 em Roma, nas qualificação para o Campeonato da Europa de 1972. A Itália saiu do grupo com a Áustria, vice-campeã, eliminada, mas perdeu ante a Bélgica nos quartos-de-final, a duas mãos.

• As equipas mediram forças em quatro Campeonatos do Mundo. A Itália venceu por 1-0 nas meias-finais de 1934 a caminho de conquistar o troféu, e também triunfou na fase de grupos em 1978 e 1990 - ambas por 1-0 - e, no último jogo oficial entre os dois países, 2-1 no França '98.

Factos do EURO: Itália

• Esta é a décima fase final do EURO para a Itália e a sétima consecutiva desde que ficou de fora da edição de 1992, na Suécia. Apenas duas vezes não conseguiu avançar para a fase de grupos, em 1996 e 2004; chegou aos quartos-de-final do UEFA EURO 2016.

• A Itália triunfou em casa no Campeonato da Europa de 1968 e foi vice-campeã duas vezes desde então - em 2000 e 2012.

• Desta vez, a equipa de Roberto Mancini venceu todos os dez jogos de qualificação para terminar em primeiro no Grupo J, aumentando o número de países que chegaram à fase final com um registo perfeito para oito, tendo a Bélgica também conseguido o feito na qualificação para o UEFA EURO 2020. Dos seis anteriores que venceram todas as eliminatórias, no entanto, apenas a Espanha (2012) levantou o troféu, embora Itália e Bélgica também tenham registrado três vitórias na fase de grupos neste torneio.

• Uma vitória por 3-0 na visita à Bósnia e Herzegovina no penúltimo jogo de qualificação foi a décima consecutiva da Itália, na primeira vez na sua história que alcançou tal feito.

• Os Azzurri conquistaram 11 vitórias consecutivas com uma vitória em casa por 9-1 sobre a Arménia no último jogo de qualificação, a primeira vez que marcaram nove golos num jogo desde Agosto de 1948. Sete jogadores diferentes estiveram entre a lista de marcadores, um novo recorde nacional.

• Sem nunca ter marcado três golos num jogo da fase final do EURO antes deste torneio, a Itália conseguiu-o nos dois primeiros jogos, vencendo a Suíça e a Turquia, por 3-0, no Olímpico em Roma, onde garantiu o primeiro lugar do Grupo A com um triunfo por 1-0 sobre o País de Gales na última jornada.

• A Itália bateu a Espanha por 2-0 nos oitavos-de-final do UEFA EURO 2016, com Giorgio Chiellini a marcar o golo inaugural no Stade de France. Posteriormente, os italianos perderam por 6-5 no desempate por grandes penalidades, diante da Alemanha, nos quartos-de-final, com Leonardo Bonucci a apontar de penálti no tempo regulamentar e garantindo um empate 1-1, mas falhando no desempate das grandes penalidades na eliminação da Itália. Lorenzo Insigne converteu o primeiro penálti da Itália.

• Isso tornou o recorde da Itália em fases a eliminar na fase final do EURO em V7 D6.

• A Itália venceu dois dos seis jogos que disputou em Wembley, todos frente à Inglaterra (E3 D1). A última visita foi um empate 1-1 em Março de 2018, no qual Insigne marcou de penáltii aos 87 minutos e Bonucci, Gianluigi Donnarumma, Jorginho, Ciro Immobile, Federico Chiesa e Andrea Belotti também estiveram presentes. A única derrota dos Azzurri em Wembley foi um desaire por 2-0 na qualificação para o Campeonato do Mundo de 1978.

• O registo geral de Itália em Inglaterra é de V7 E6 D11. No EURO '96, os transalpinos disputaram os dois primeiros jogos da fase de grupos em Anfield, em Liverpool, onde derrotaram a Rússia por 2-1 antes de perderem ante a República Checa pelo mesmo resultado. Acabaram por ser eliminados após um empate sem golos contra a futura campeã Alemanha, em Old Trafford, Manchester.

• No Campeonato do Mundo de 1966, os Azzurri começaram com uma vitória por 2-0 sobre o Chile no Sunderland's Roker Park, mas foram derrotados por 1-0 pela União Soviética no segundo jogo e eliminados após uma derrota por 1-0 com a Coreia do Norte em Ayresome Park, Middlesbrough.

Veja o soberbo golo de Schöpf pela Áustria no EURO 2016
Veja o soberbo golo de Schöpf pela Áustria no EURO 2016

Factos do EURO: Áustria

• Esta é a terceira participação da Áustria em fases finais de um EURO, todas nos últimos 12 anos. Na qualidade de co-organizadora do UEFA EURO 2008 não venceu nenhum dos três jogos, tendo logrado o seu primeiro apuramento para o UEFA EURO 2016, onde foi de novo eliminada sem registar uma única vitória.

• A Áustria abriu este torneio com a sua primeira vitória, derrotando a Macedónia do Norte por 3-1 em Bucareste e, após uma derrota por 2-0 com os Países Baixos em Amesterdão, chegou aos oitavos-de-final graças a uma vitória por 1-0 sobre a Ucrânia na Arena Nacional de Bucareste, que lhe permitiu terminar no segundo posto.

• O registo da Áustria em fases finais do EURO é agora de 2V 2E 5D 6GM 10GS.

• No UEFA EURO 2016, a Áustria terminou no último lugar do Grupo F, perdendo com a Hungria (0-2) e a Islândia (1-2), além de um empate sem golos frente ao futuro campeão Portugal.

• A maior proeza da Áustria foi a conquista do terceiro lugar no Campeonato do Mundo de 1954 na vizinha Suíça. Os austríacos não se qualificam para a fase final de um Mundial desde 1998, quando a prova decorreu em França.

• A vitória sobre a Macedónia do Norte na primeira jornada foi a primeira da Áustria numa fase final desde que bateu os Estados Unidos, por 2-1, na fase de grupos do Campeonato do Mundo de 1990.

• A equipa de Franco Foda garantiu um lugar no UEFA EURO 2020 depois de ser segunda classificada no Grupo G, atrás da Polónia, com seis vitórias nos dez jogos da qualificação (1E 3D). Os austríacos perderam os dois primeiros jogos e, com o apuramento já garantido, também o último, por 1-0, na Letónia.

• O registo da Áustria em Wembley é de V1 E1 D2 - a última visita foi uma derrota num amigável, por 7-0, em Setembro de 1973. O seu registo geral em Inglaterra é de V1 E1 D6, com derrotas nas últimas três visitas - mais recentemente contra a Inglaterra, no Estádio Riverside, em Middlesbrough, a 2 de Junho deste ano (0-1). O único jogo anterior no país contra uma equipa que não a Inglaterra foi uma derrota por 3-0 ante a Suécia em White Hart Lane, na primeira jornada dos Jogos Olímpicos de 1948.

Ligações e curiosidades

• David Alaba, da Áustria, marcou pelo Bayern München frente a uma equipa da Juventus com Chiellini e Bonucci, na primeira mão dos quartos-de-final da UEFA Champions League de 2012/13, com os alemães a vencer por 2-0 em Munique e conseguindo um triunfo total de 4-0.

• O Bayern de Alaba derrotou uma equipa do Paris Saint-Germain com o suplente Marco Verratti na final da UEFA Champions League de 2020, vencendo por 1-0 em Lisboa.

• O austríaco Valentino Lazaro ingressou na Internazionale no Verão de 2019, disputando seis jogos da Serie A nessa temporada, antes de ser emprestado ao Newcastle e ao Borussia Mönchengladbach. Os seus companheiros de equipa no Inter incluíam Nicolò Barella e Alessandro Bastoni.

• Marko Arnautović disputou três jogos da Serie A pelo Inter em 2009/10, todos como suplente.

• Ciro Immobile marcou na vitória da Lázio, por 4-2, na primeira mão, em casa, sobre o Salzburgo, nos quartos-de-final da UEFA Europa League 2017/18, e também marcou na derrota por 4-1 na segunda mão, na Áustria, com Stefan Lainer a marcar o quarto e crucial golo para o Salzburgo. Xaver Schlager e Andreas Ulmer também disputaram os dois jogos pelo Salzburgo.

• Insigne marcou o golo do Nápoles na vitória por 3-2 na fase de grupos fora de casa, ante o Salzburgo de Ulmer, na fase de grupos da UEFA Champions League 2019/20.

• Um golo de Louis Schaub valeu ao Rapid Viena um empate 1-1 em casa frente ao Sassuolo de Francesco Acerbi, na fase de grupos da UEFA Europa League 2016/17.

• Alessandro Florenzi marcou o último golo da Roma no empate 3-3 em casa com

• O actual director desportivo da Áustria, Peter Schöttel, jogou contra a Itália (derrota por 2-1) no Campeonato do Mundo de 1998.

Totti e Toldo brilham nos penalties e apuram Itália no EURO 2000
Totti e Toldo brilham nos penalties e apuram Itália no EURO 2000

Desempate nas grandes penalidades

• O registo da Itália no desempate por penáltis é de V4 D7:
8-9 frente à Checoslováquia, jogo de atribuição do terceiro terceiro lugar do Campeonato da Europa da UEFA de 1980
3-4 frente à Argentina, meias-finais do Campeonato do Mundo de 1990
2-3 frente ao Brasil, final do Campeonato do Mundo de 1994
3-4 frente a França, quartos-de-final do Campeonato do Mundo de 1998
3-1 frente a Países Baixos, meias-finais do UEFA EURO 2000
5-3 frente a França, final do Campeonato do Mundo de 2006
2-4 frente a Espanha, quartos-de-final do UEFA EURO 2008
4-2 frente a Inglaterra, quartos-de-final do UEFA EURO 2012
6-7 frente à Espanha, meias-finais da Taça das Confederações de 2013
3-2 frente ao Uruguai, jogo de atribuição do terceiro terceiro lugar terceiro lugar da Taça das Confederações de 2013
5-6 frente a Alemanha, quartos-de-final do UEFA EURO 2016

• A Itália esteve envolvida em desempates em cada uma das últimas três fases finais do EURO.

• A Áustria nunca participou num desempate por grandes penalidades em jogos oficiais.