O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Antevisão diária do UEFA EURO 2020: segunda-feira

Os Grupos B e C ficam decididos esta segunda-feira: fazemos a antevisão.

Espera-se muita emoção nos jogos da terceira jornada da fase de grupos desta segunda-feira, dia em que se definem mais apurados para os oitavos-de-final.

Antevemos toda a acção, com a Ucrânia a defrontar a Áustria a Macedónia do Norte a medir forças com os Países Baixos no Grupo C, antes de a Finlândia enfrentar a Bélgica e a Rússia visitar a Dinamarca na conclusão do Grupo B.

Descarregue a app do EURO


17h00: Ucrânia - Áustria (Grupo C, Bucareste)

A Ucrânia precisa apenas de um ponto para terminar em segundo no grupo, mas Andriy Shevchenko descartou a possibilidade de perseguir algo menos do que uma vitória sobre a Áustria. "Ninguém chegará longe com essa mentalidade", advertiu o seleccionador, por isso é esperada a habitual abordagem ofensiva por parte da sua equipa, liderada pelo capitão Andriy Yarmolenko, em excelente forma.

Yarmolenko ultrapassou Shevchenko como recordista de participação em golos da Ucrânia durante este EURO. Dois golos e uma assistência elevaram a sua conta total para 42 tentos e 21 passes para golo, em comparação com 48 e 13, respectivamente, do seu antecessor. Yarmolenko quer aumentar o pecúlio contra uma selecção austríaca que ficará no segundo lugar se vencer, num jogo que o treinador Franco Foda descreveu como "a nossa final".

Dado estatístico: O golo de Roman Yaremchuk contra a Macedónia do Norte foi o seu quarto nos últimos cinco jogos pela Ucrânia e a Áustria apenas por uma vez não sofreu golos nas derradeiras oito partidas da fase final do EURO.

17h00: Macedónia do Norte - Países Baixos (Grupo C, Amesterdão)

Marcadores mais velhos no EURO
Marcadores mais velhos no EURO

As duas selecções vão entrar em campo com o seu destino conhecido, uma vez que os Países Baixos são os vencedores do grupo e a Macedónia do Norte está certa no último lugar. No entanto, continuará a haver muitos pontos de interesse na selecção "laranja", de olho em mais um marco, pois Donyell Malen e Ryan Gravenberch, prodígio do Ajax, devem ser titulares.

Ainda com 19 anos, Gravenberch tem quase metade da idade do capitão e talismã da Macedónia do Norte Goran Pandev, para quem esta pode ser a última partida internacional antes de se retirar. Rotulado de "raposa astuta" pelo treinador adversário, Frank de Boer, Pandev e os seus colegas estreantes vão certamente querer sair deste torneio em alta. Segundo afirmou o homólogo de De Boer, Igor Angelovski: "Queremos dar show."

Dado estatístico: Os Países Baixos não perderam nos quatro encontros anteriores com a Macedónia do Norte (V2 E2) e têm como objectivo vencer os três jogos da fase de grupos num EURO pela terceira vez, após terem conseguido o feito em 2000 e em 2008.

Quem precisa do quê? Todas as contas

20h00: Finlândia - Bélgica (Grupo B, São Petersburgo)

Habilidade do Dia: Kevin De Bruyne e Eden Hazard (Bélgica)
Habilidade do Dia: Kevin De Bruyne e Eden Hazard (Bélgica)

Qual a importância desta partida? Pergunte a Markku Kanerva, que descreveu o confronto da sua equipa com a Bélgica como "provavelmente o jogo mais importante da história do futebol finlandês". A Finlândia sabe que a vitória lhe garantiria um lugar nos oitavos-de-final e a história está do seu lado, pois venceu quatro e empatou três dos últimos sete encontros com os Red Devils, cuja vitória mais recente com os nórdicos remonta a 1968.

A Bélgica, por sua vez, está no topo da tabela após duas vitórias impressionantes que a deixaram a precisara apenas de um ponto para terminar em primeiro. "Queremos certamente isso", disse o guarda-redes Thibaut Courtois. Kevin De Bruyne, Eden Hazard e Axel Witsel devem jogar de início pela primeira vez neste EURO 2020.

Dado estatístico: A Bélgica venceu os seus últimos 12 jogos no EURO (juntando a qualificação e a fase final), mas nunca alcançou anteriormente um recorde de 100% de triunfos na fase de grupos de um grande torneio. O melhor que conseguiu até agora foram vitórias em três possíveis no EURO 2016.

20h00: Rússia - Dinamarca (Grupo B, Copenhaga)

Veja os golos mais rápidos na história do EURO
Veja os golos mais rápidos na história do EURO

Será tudo ou nada para ambos em Copenhague. A Dinamarca teve um desempenho meritório na quinta-feira, frente à Bélgica, num jogo em que Yussuf Poulsen fez o segundo golo mais rápido da história do EURO, antes de o adversário dar a volta após o intervalo e chegar à vitória. Isso significou o segundo desaire para os dinamarqueses, mas ainda está muito em aberto para o comandados de Kasper Hjulmand, que podem até ainda terminar em segundo lugar.

Para a Rússia, o encontro em Copenhaga significa o seu primeiro fora do país num grande torneio desde o EURO 2016, encerrando assim uma sequência de sete jogos em casa que começou no Campeonato do Mundo de 2018. Com três pontos somados, no entanto, a equipa de Stanislav Cherchesov está numa posição melhor.

Dado estatístico: A vitória da Rússia sobre a Finlândia, na segunda jornada, foi a primeira em sete jogos numa fase final do EURO (E2 D4), enquanto a Dinamarca, campeã de 1992, precisa dos três pontos para ter hipótese de chegar à fase a eliminar pela primeira vez desde 2004.

Todas as horas de Portugal Continental