O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Hungria 0-3 Portugal: Campeão puxa dos galões, Ronaldo bate recordes

Cristiano Ronaldo passou a ser o melhor marcador do EURO ao bisar na vitória de Portugal sobre a Hungria, por 3-0, no arranque do Grupo F.

Um bis de Cristiano Ronaldo perto do fim selou os três pontos para Portugal no seu jogo de estreia no EURO 2020.
Resumo: Hungria 0-3 Portugal

Portugal iniciou a defesa do título do EURO com um triunfo por 3-0 sobre a Hungria no Grupo F do UEFA EURO 2020, em Budapeste, num jogo em que Cristiano Ronaldo bisou e se tornou no melhor da história da competição.

Hungria - Portugal: o jogo ao minuto, reacções

O jogo em poucas palavras

Ronaldo teve uma primeira parte frustrante
Ronaldo teve uma primeira parte frustranteUEFA via Getty Images

A equipa de Fernando Santos dominou totalmente a primeira e podia ter marcado logo aos cinco minutos, mas Péter Gulácsi defendeu o disparo de Diogo Jota. Aos 40 minutos, foi Bernardo Silva que surgiu a rematar na área da equipa da casa, mas o guarda-redes voltou a levar a melhor. A três minutos do intervalo, Ronaldo atirou por alto num remate à queima-roupa. A Hungria raramente ultrapassou o meio-campo e o marcador ficou em branco até ao intervalo.

A segunda parte começou com um cabeceamento de Pepe que só não deu golo devido a mais uma bela defesa de Gulácsi. O guarda-redes húngaro foi a grande figura do jogo, aos 68 voou para desviar um remate forte e colocado de Bruno Fernandes.

Portugal chegou ao merecido golo a seis minutos do final, Raphaël Guerreiro surgiu a rematar no coração da área, a bola tabelou num defesa e tornou inútil a estirada de Gulácsi. Aos 85 minutos, numa jogada entre suplentes, Rafa foi derrubado na área após ser lançado por Renato Sanches. Ronaldo fez o 2-0 na conversão da grande penalidade e com isso fugiu a Michel Platini como melhor marcador de sempre do EURO. Mas o melhor ficou reservado para o fim, quando Ronaldo tabelou com Rafa e depois fintou Gulácsi com um movimento gracioso para fixar o resultado.

Estrela do Jogo: Cristiano Ronaldo (Portugal)

“Pelas oportunidades e pelos golos”.
Corinne Diacre, Observador Técnico da UEFA

Reacções

Ronaldo festeja o seu segundo golo por Portugal
Ronaldo festeja o seu segundo golo por PortugalGetty Images

Cristiano Ronaldo, avançado de Portugal: “O importante era ganhar. Foi um jogo difícil contra uma equipa que defendeu bastante bem durante os 90 minutos, mas conseguimos marcar três golos e estou muito agradecido à equipa por me ter ajudado a marcar dois golos e a ser o homem do jogo. Era fundamental entrar com o pé direito direito para dar confiança e agora é continuar e no próximo também ganhar".

Fernando Santos, treinador de Portugal: "A Hungria defendeu muito, também por mérito de Portugal, criámos muitas oportunidades de golo, mas não marcámos e isso complicou. Na segunda parte tivemos alguma ansiedade, mas depois do primeiro golo os espaços surgiram e a equipa manteve a dinâmica de ataque e acabou por ser um resultado justo por aquilo que fizemos. Não passa de uma vitória, são três pontos, vamos ter dois jogos muito importantes a seguir. Isto é o Campeonato da Europa."

Marco Rossi, treinador da Hungria: “Estou desiludido com o resultado. Não houve uma diferença de três golos entre as duas equipas. Tivemos azar aos 84 minutos com o desvio. São coisas que acontecem quando se está a defender atrás e se tem dificuldade em afastar a bola."

Danilo, médio de Portugal. “Precisávamos de um golo para desbloquear o jogo, depois foi mais fácil, conseguimos fazer jogadas muito bonitas, como no terceiro golo do Ronaldo”.

Rafa entrou a 19 minutos do fim e esteve ligado aos três golos de Portugal
Rafa entrou a 19 minutos do fim e esteve ligado aos três golos de PortugalPOOL/AFP via Getty Images

Rafa, avançado de Portugal: “Sabíamos que a Hungria ia tentar defender e tentar criar problemas no no contra-ataque. Todas as vitórias são importantes, mas temos de pensar jogo a jogo e tentamos ganhar todos os desafios”.

Renato Sanches, médio de Portugal: "Sabíamos que é difícil marcar a equipas com o bloco baixo, mas conseguimos marcar e ganhar o jogo com um bom resultado".

Péter Gulácsi, guarda-redes húngaro, em declarações ao M4 Sport: “Estávamos sólidos defensivamente até sofrermos o golo. O 3-0 não é um reflexo justo do que foi o jogo. Teria sido uma muito bom conseguir um ponto e, até certo ponto, a vitória não estava fora de questão."

Principais estatísticas

Golos de Ronaldo nos cinco Europeus
Golos de Ronaldo nos cinco Europeus
  • Ronaldo tem agora 11 golos em fases finais do EURO, 42 se contarmos com a qualificação.
  • Ronaldo atingiu os 106 golos ao serviço de Portugal e ficou apenas a três do iraniano Ali Daei, recordista de tentos por uma selecção nacional masculina.
  • O capitão de Portugal é também o primeiro a jogar em cinco fases finais do EURO, tendo este sido o seu o 22º encontro.
  • Este resultado igualou a maior vitória de Portugal num EURO.
  • Com 38 anos e 109 dias de idade, Pepe tornou-se no jogador mais velho a disputar um EURO por Portugal.
  • Seis dos jogadores titulares por Portugal foram campeões no UEFA EURO 2016.
  • O golo de Raphaël Guerreiro foi o 50º de Portugal na fase final do torneio.

Equipas

Hungria: Gulácsi; Botka, Orbán, At. Szalai; Ádám Nagy (R. Varga 88); Lovrencsics, Kleinheisler (Sigér), Schäfer (Négo 65), Fiola (K. Varga 88); Ad. Szalai, Sallai (Schön 77)

Portugal: Rui Patrício; Nélson Semedo, Rúben Dias, Pepe, Raphaël Guerreiro; Danilo, William Carvalho (Renato Sanches 81), Bruno Fernandes (Moutinho 89); Ronaldo, Diogo Jota (André Silva 81), Bernardo Silva (Rafa Silva 71)

O que se segue

Hungria - França: sábado, 19 de Junho
Portugal - Alemanha: sábado, 19 de Junho