O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Escócia 0-2 República Checa: Schick bisa e arrasa anfitriões

Patrik Schick marcou dois golos, incluindo um quase do meio-campo, e permitiu que os visitantes entrassem a vencer no Grupo D.

Veja os melhores momentos do encontro em Hampden Park, incluindo o golo de génio de Patrik Schick.
Resumo: Escócia 0-2 República Checa

A República Checa iniciou a campanha no EURO com uma vitória, com Patrik Schick a marcar dois golos sensacionais no triunfo sobre a Escócia.

Escócia - República Checa: o jogo ao minuto, reacções

O jogo em poucas palavras

David Marshall impotente face ao remate de Patrik Schick
David Marshall impotente face ao remate de Patrik SchickGetty Images

A primeira oportunidade em Hampden Park foi criada pelos checos, Patrik Schick rematou para boa defesa de David Marshall. Apoiados pelo público, os escoceses criaram perigo através de Lyndon Dykes e do capitão Andrew Robertson, mas foi a equipa de Jaroslav Šilhavý que ganhou vantagem a quatro minutos do intervalo. Tomáš Kalas cruzou para um cabeceamento colocado de Patrik Schick que bateu Marshall.

Jack Hendry rematou à trave da baliza checa no início da segunda parte, mas o momento do jogo estava reservado para os 52 minutos. Schick fez um chapéu quase do meio-campo a Marshall e deixou a equipa de Jaroslav Šilhavý a vencer por 2-0. A equipa de Steve Clarke nunca deixou de procurar o golo, mas Vaclík manteve o vantagem quando Dykes surgiu isolado na área.

Melhor em campo: Patrik Schick (República Checa)

"Dois grandes golos, o segundo memorável. Fez vários remates, comandou o ataque, envolveu os colegas e defendeu quando necessário. Uma excelente exibição".
Packie Bonner, Observador Técnico da UEFA

Patrik Schick festeja depois de inaugurar o marcador
Patrik Schick festeja depois de inaugurar o marcadorGetty Images

Reacções

Jaroslav Šilhavý, Seleccionador da República Checa: "O factor decisivo foi termos conter a pressão inicial da Escócia. Depois entrámos no jogo e marcámos o primeiro golo. O segundo golo de Patrik Schick tranquilizou-nos em definitivo e resolveu a questão."

Steve Clarke, seleccionador da Escócia: "Sofrer um golo no seguimento de uma pola parada nunca é positivo e, depois, eles marcaram de novo naquele fantástico remate. Foi uma lição para nós. Não viemos aqui para aprender, mas há que ir aprendendo estas lições e, depois, aproveitar as oportunidades quando elas surgirem."

Patrik Schick, Estrela do Jogo, em declarações à BBC Sport: "É sempre difícil jogar contra nós, pois temos jogadores muito combativos. A Escócia foi um adversário duro, mas estávamos prontos e estivemos à altura. No segundo golo, reparei percebi na primeira parte que poderia surgir a oportunidade de o tentar. Vi a posição do guarda-redes e tentei."

Andy Robertson, capitão da Escócia, em declarações à BBC: "É uma dura lição para nós, ao mais alto nível. Em torneios como estes, há que aproveitar as oportunidades que se criam. A República Checa conseguiu fazê-lo, nós não..."

Jack Hendry rematou à trave pela Escócia
Jack Hendry rematou à trave pela EscóciaPOOL/AFP via Getty Images

Principais estatísticas

  • Schick marcou oito golos nos últimos 11 jogos internacionais
  • O golo de abertura foi o primeiro marcado pela República Checa na primeira parte em seis jogos do EURO, o último tinha sido frente à Grécia em 2012.
  • Schick é o primeiro jogador a marcar dois golos num jogo do EURO pela República Checa desde Milan Baroš, no triunfo por 3-0 sobre a Dinamarca, nos quartos-de-final de 2004.
  • Os checos não sofreram golos apenas pela terceira vez nos últimos 18 jogos.
  • O guarda-redes David Marshall (36 anos e 101 dias) tornou-se no segundo jogador mais velho a representar a Escócia numa grande competição, sendo apenas superado por Jim Leighton, que tinha 39 anos no Campeonato do Mundo de 1998.

Equipas

Escócia: Marshall; Hanley, Cooper, Hendry (McGregor 67); O'Donnell (Forrest 79), Armstrong (Fraser 67), McTominay, McGinn, Robertson; Dykes (Nisbet 79), Christie (Adams 46)

República Checa: Vaclík; Coufal, Čelůstka, Kalas, Bořil; Souček, Král (Holeš 67); Masopust (Vydra 72), Darida (Ševčík 87), Jankto (Hložek 72); Schick (Krmenčík 87)

O que se segue

Croácia - República Checa – Sexta-feira, 18 de Junho, Glasgow
Inglaterra - Escócia – Sexta-feira, 18 de Junho, Londres