O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

EURO 2020: País de Gales visto pelo nosso repórter

O repórter do UEFA.com junto do País de Gales, Matthew Howarth, analisa a equipa antes do UEFA EURO 2020.

Tudo o que precisa de saber sobre o País de Gales no EURO 2020.
Conheça as equipas: País de Gales

Jogos do Grupo A

12/06: Gales - Suíça (Baku)
16/06: Turquia - Gales (Baku)
20/06: Itália - Gales (Roma)

Perfil da equipa

Todos os golos de Gales na caminhada rumo ao EURO 2020
Todos os golos de Gales na caminhada rumo ao EURO 2020

Seleccionador: Robert Page
Capitão: Gareth Bale
Alcunha: Os Dragões (Y Dreigiau)
Como se qualificou: Segundo do Grupo E (V4 E2 E2 GM10 GS6)
Melhor desempenho no EURO: semi-finalistas (2016)

Onde poderão jogar caso se apurem para a fase a eliminar

Oitavos-de-final: Londres, Amesterdão, Bucareste, Sevilha ou Glasgow
Quartos-de-final: São Petersburgo, Munique, Roma ou Baku
Meias-finais: Londres
Final: Londres

Lista final de 26 jogadores

Guarda-redes: Adam Davies (Stoke City), Wayne Hennessey (Crystal Palace), Danny Ward (Leicester City)

Defesas: Ethan Ampadu (Chelsea), Ben Cabango (Swansea City), Ben Davies (Tottenham), Chris Gunter (Charlton Athletic), Tom Lockyer (Luton Town), Chris Mepham (Bournemouth), Rhys Norrington-Davies (Sheffield United), Connor Roberts (Swansea City), Joe Rodon (Tottenham), Neco Williams (Liverpool)

Médios: Joe Allen (Stoke City), David Brooks (Bournemouth), Rubin Colwill (Cardiff City), Daniel James (Manchester United), Dylan Levitt (Manchester United), Joe Morrell (Luton Town), Aaron Ramsey (Juventus), Matthew Smith (Manchester City), Jonny Williams (Cardiff City), Harry Wilson (Liverpool)

Avançados: Gareth Bale (Real Madrid), Kieffer Moore (Cardiff City), Tyler Roberts (Leeds United)

Veja o hino do País de Gales no EURO 2016
Veja o hino do País de Gales no EURO 2016

Repórter do País de Gales do UEFA.com: Matthew Howarth

Este é o meu segundo EURO depois de ter sido repórter da Suíça em 2016. Apesar dos helvéticos terem sido afastados nos oitavos-de-final, o torneio deixou-me memórias que durarão para toda a vida - em especial o fantástico pontapé acrobático de Xherdan Shaqiri contra a Polónia, em Saint-Étienne! Vivo no norte do País de Gales desde 2017, pelo que é com natural entusiasmo que vou seguir os Dragões na sua caminhada para repetir o incrível desempenho em França há cinco anos - e tudo começa com um reencontro com a minha 'antiga equipa' a 12 de Junho!

Como jogam

O País de Gales alinhou em 4-2-3-1 na maior parte da qualificação, mas o treinador Robert Page preferiu o 3-4-3 nos últimos meses. Os Dragões tentarão impor o ritmo de Dan James, Harry Wilson e Gareth Bale na frente, embora Kieffer Moore - caso jogue - seja uma maior referência no ataque.

Principal jogador: Gareth Bale

Com 32 anos este Verão, Bale continua a ser a referência e o melhor marcador de todos os tempos do País de Gales. Grande influência dentro e fora de campo, marcou golos decisivos ao longo da sua carreira internacional, iniciada em 2006.

Treinador: Robert Page

Um antigo defesa que representou, entre outros clubes, Watford, Sheffield United e Coventry, além de ter disputado 41 partidas pelo País de Gales, Page iniciou a sua carreira de treinador no Port Vale e no Northampton Town. Entrou nos quadros da federação do seu país para treinar os Sub-21 chegando a seguir a treinador-adjunto da selecção principal para, depois, assumir o cargo de seleccionador nacional, interinamente.

Jogador a seguir: Ethan Ampadu

Ainda com 20 anos, a capacidade de Ampadu de jogar tanto na defesa como no meio-campo permitiu a sua afirmação no País de Gales. Confortável com a bola, Ampadu pode jogar em posições mais adiantadas e é uma presença sólida na defesa quando a sua equipa não está em posse.

Será que podem ir até ao fim e ganhar?

Uma repetição da façanha de 2016 parece improvável, mas não há razão para que o País de Gales não atinja a fase a eliminar. A equipa de Page é notoriamente difícil de bater - não sofreu golos em oito dos últimos dez jogos oficiais - e tem em Bale alguém que pode ganhar um jogo sozinho.

Descarregue a aplicação oficial do UEFA EURO 2020