O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Portugal - Alemanha: retrospectiva, factos e estatísticas do UEFA EURO 2020

O competitivo Grupo F tem mais um confronto de gigantes na segunda jornada, quando o campeão Portugal defrontar a Alemanha, três vezes vencedora da prova.

Mats Hummels marcou a Portugal no Mundial de 2014
Mats Hummels marcou a Portugal no Mundial de 2014 AFP via Getty Images

A segunda jornada do Grupo F do UEFA EURO 2020 traz mais outro jogo entre pesos pesados, já que Portugal, detentor do troféu, viaja até Munique para defrontar a três vezes campeã Alemanha.

• A Alemanha já precisa de recuperar no grupo, depois de ter perdido por 1-0 com a França na primeira jornada: o auto-golo de Mats Hummels, aos 20 minutos, fez a diferença na Footbll Arena Munich.

• O resultado deixou a Alemanha a três pontos de França e Portugal, que derrotou a Hungria da primeira jornada por 3-0, em Budapeste, graças a golos marcados nos dez minutos finais. Raphaël Guerreiro abriu o marcador aos 84 minutos na Puskás Aréna, num remate que sofreu um desvio, antes de Cristiano Ronaldo converter um penálti (87) e bisado no segundo minuto dos descontos.

• Ronaldo é agora o melhor marcador em fases finais do EURO, com 11 golos; o astro português tinha nove e estava empatado com Michel Platini, anterior detentor do recorde. O avançado de Portugal é também o primeiro jogador a jogar e a marcar em cinco fases finais do EURO.

Confrontos anteriores

• O mais recente dos 18 jogos entre as duas selecções aconteceu na fase de grupos do Campeonato do Mundo da FIFA de 2014, quando Thomas Müller marcou um "hat-trick" e Hummels fez o outro tento da vitória da Alemanha, por 4-0, em Salvador, no Brasil, na sua caminhada rumo à conquista do troféu. Portugal perdeu Pepe com um cartão vermelho aos 37 minutos, numa altura em que já tinha dois golos de desvantagem.

• Esse triunfo elevou para quatro o número de vitórias consecutivas da Alemanha frente a Portugal, que não vence a Mannschaft desde o triunfo, por 3-0, na terceira jornada do UEFA EURO 2000. Sérgio Conceição marcou os três golos desse jogo em Roterdão que confirmou a eliminação da Alemanha da competição.

EURO 2000: Portugal 3-0 Alemanha
EURO 2000: Portugal 3-0 Alemanha

• Desde aí, a Alemanha venceu Portugal por 3-1 no jogo de atribuição do terceiro lugar do Mundial 2006 e por duas vezes em fases finais do EURO. A equipa de Joachim Löw ganhou por 3-2 em Basileia nos quartos-de-final do UEFA EURO 2008, enquanto quatro anos depois Mario Gomez apontou o único golo em partida da fase de grupos, em Lviv.

• Esses resultados significam que a Alemanha venceu dez dos 18 jogos entre as duas equipas, contra apenas três vitórias portuguesas. Um desses triunfos surgiu na Alemanha, quando Carlos Manuel marcou o tento da vitória por 1-0 em Estugarda, na qualificação para o Campeonato do Mundo, em Outubro de 1985, ditando a primeira derrota de sempre da Alemanha Ocidental em eliminatórias para um Campeonato do Mundo.

• Ambos os conjuntos ficaram no mesmo grupo no Campeonato da Europa de 1984 e o encontro entre ambos, em Estrasburgo, na primeira jornada, terminou sem golos. Portugal terminou em segundo e chegou às meias-finais, enquanto a Alemanha Ocidental ficou no terceiro lugar e foi eliminada.

• O registo em casa da Alemanha contra Portugal é V3 E2 D1.

• A mencionada vitória no UEFA EURO 2000 é o único triunfo de Portugal nos últimos nove jogos contra a Alemanha (V5 E3).

Factos do EURO: Portugal

• Portugal conquistou o seu primeiro troféu no UEFA EURO 2016, ao derrotar a França por 1-0, em Saint-Denis, graças ao golo de Éder no prolongamento.

O hino nacional de Portugal: Ronaldo e companhia na final do EURO 2004
O hino nacional de Portugal: Ronaldo e companhia na final do EURO 2004

• A equipa de Fernando Santos terminou em terceiro o Grupo F, atrás de Hungria e Islândia, tendo empatado os três jogos, antes de vencer a Croácia por 1-0, após prolongamento, nos oitavos-de-final, e a Polónia por 5-3, nos penáltis, depois dos quartos-de-final terem terminado empatados 1-1.

• A vitória nas meias-finais sobre o País de Gales, por 2-0, foi a única de Portugal nos 90 minutos do UEFA EURO 2016; o triunfo; o seu triunfo sobre a Hungria na primeira jornada do EURO 2020 foi o segundo nos nove jogos anteriores em fases finais do EURO que não terminou empatado no final dos 90 minutos.

• Fernando Santos guiou Portugal à vitória na primeira edição da UEFA Nations League em 2019, com os anfitriões a vencerem a Suíça por 3-1 nas meias-finais, a que se seguiu um triunfo na final por 1-0 sobre a Holanda.

• Portugal ficou em segundo do Grupo B na qualificação para o UEFA EURO 2020, terminando a três pontos da Ucrânia e com mais três que a Sérvia. Portugal empatou os seus dois primeiros jogos, ambos em casa, contra a Ucrânia (0-0) e a Sérvia (1-1), mas venceu cinco dos seis seguintes (D1).

• A derrota por 2-1 na Ucrânia, a 14 de Outubro de 2019, é a única derrota de Portugal em 23 partidas no EURO (V16 E6).

Veja golos fantásticos de Portugal
Veja golos fantásticos de Portugal

• Ronaldo marcou 11 golos na classificação, menos um que o melhor marcador, o inglês Harry Kane.

• Ronaldo é também o jogador com mais jogos de fases finais do EURO; tem agora 22 e é igualmente o melhor marcador geral da competição, com 42 golos.

• Portugal compete no sétimo EURO consecutivo e oitavo no total.

• O registo de Portugal na Alemanha, no total, incluindo encontros contra a Alemanha Ocidental e Oriental, é de V8 E3 D5. Foi quarta classificada no Campeonato do Mundo de 2006, na Alemanha, onde o seu registo foi de V4 E1 D2.

• Este é o segundo jogo de Portugal na Football Arena Munich, pois foi ali que perdeu a meia-final do Mundial 2006, por 1-0 frente à França, no seu único jogo anterior em Munique.

Factos do EURO: Alemanha

• A Mannschaft participa no seu 13º EURO consecutivo desde que falhou a fase final como Alemanha Ocidental em 1968, naquela que foi a sua primeira tentativa de participação.

Golos fantásticos da Alemanha
Golos fantásticos da Alemanha

• Vencedora do EURO em 1972, 1980 e 1996 - e três vezes vice-campeã - a última vez que a Alemanha não chegou às meias-finais foi em 2004, quando não conseguiu passar da fase de grupos. Com três títulos europeus, os alemães são o país mais laureado da competição, juntamente com a Espanha.

• A derrota ante a França em 2016 foi a terceira da Alemanha na meia-final, num total de oito presenças nessa fase da prova. Os então campeões mundiais haviam terminado em primeiro lugar o seu grupo, derrotando depois Eslováquia (3-0) e Itália (1-1, 6-5 penáltis) nas rondas a eliminar.

• A equipa de Löw venceu sete dos oito jogos de qualificação (D1) no caminho rumo ao UEFA EURO 2020. Depois de ter sofrido a sua única derrota, por 4-2, em casa, ante a Holanda, a 6 de Setembro de 2019, a Alemanha marcou 15 golos nos triunfos nos últimos quatro jogos.

• Esta é a 26ª presença consecutiva da Alemanha numa fase final de um Mundial ou de um EURO.

• O jogo da jornada inaugural foi o primeiro da Alemanha em Munique desde o empate sem golos frente à França, em Setembro de 2018, na UEFA Nations League. O desaire diante do mesmo adversário na sua partida de abertura do UEFA EURO 2020 deixou o registo total em V13 E5 D8 na cidade. Venceu quatro dos seus oito jogos na Football Arena Munich (E1 D3), apesar de ter sido ali que igualou o seu recorde de maior derrota num Campeonato da Europa da UEFA, ao ser batida pela República Checa, por 3-0, na fase de qualificação para o UEFA EURO 2008.

As três vitórias da Alemanha no EURO
As três vitórias da Alemanha no EURO

• A Alemanha venceu os dois jogos na Football Arena Munich no Campeonato do Mundo de 2006, derrotando a Costa Rica por 4-2 na fase de grupos e a Suécia por 2-0 nos oitavos-de-final. Foi também nessa cidade que venceu a final do Mundial de 1974, ao derrotar a Holanda por 2-1; foi o único encontro dos anfitriões em Munique durante todo o torneio.

Ligações e curiosidades

• O seleccionador de Portugal, Fernando Santos, enfrentou a Alemanha apenas uma vez, quando, pela Grécia, perdeu com a equipa de Löw por 4-2 nos quartos-de-final do UEFA EURO 2012.

• Jogaram na Alemanha:
Raphaël Guerreiro (Dortmund 2016–)
André Silva (Frankfurt 2019–)
Renato Sanches (Bayern 2016/17 e 2018/19)

• Jogaram juntos:
Raphaël Guerreiro e Matthias Ginter (Dortmund 2016/17)
Bernardo Silva e İlkay Gündoğan (Manchester City 2017–)
Bernardo Silva e Leroy Sané (Manchester City 2017–20)
Cristiano Ronaldo e Emre Can (Juventus 2018–20)
Cristiano Ronaldo e Toni Kroos (Real Madrid 2014–18)
Pepe e Toni Kroos (Real Madrid 2014–17)
Raphaël Guerreiro e Emre Can (Dortmund 2020–)
Rúben Dias e İlkay Gündoğan (Manchester City 2020–)
André Silva e Kevin Trapp (Eintracht Frankfurt 2019–)
Raphaël Guerreiro e Mats Hummels (Dortmund 2019–)
Renato Sanches e Manuel Neuer, Mats Hummels, Joshua Kimmich, Thomas Müller (Bayern 2016/17 & 2018/19)
Renato Sanches eNiklas Süle, Leon Goretzka, Serge Gnabry (Bayern 2018/19)
Renato Sanches e Jamal Musiala (Bayern 2019)
Gonçalo Guedes e Kevin Trapp (Paris Saint-Germain 2017)

• João Félix marcou um "hat-trick" a Kevin Trapp quando o Benfica derrotou o Eintracht Frankfurt por 4-2 na primeira mão dos quartos-de-final da UEFA Europa League 2018/19, sendo sua a assistência para o outro golo dos "encarnados".

• Timo Werner bateu Anthony Lopes de grande penalidade no empate 2-2 entre Leipzig e Lyon, na fase de grupos da UEFA Champions League, a 10 de Dezembro de 2019.

Grandes golos na terceira jornada do EURO
Grandes golos na terceira jornada do EURO

• Müller marcou a Rui Patrício na vitória do Bayern por 7-1 sobre o Sporting na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2008/09, na Arena de Futebol de Munique. João Moutinho fez o golo do Sporting.

• Werner marcou de grande penalidade a Anthony Lopes quando o Leipzig e o Lyon empataram 2-2 na fase de grupos da UEFA Champions League de 2019/20. Nas meias-finais dessa época, Gnabry fez dois golos a Anthony Lopes na vitória do Bayern sobre o Lyon por 3-0.

• Um golo de Danilo ajudou o Porto a vencer em casa o Leipzig, por 3-1, na fase de grupos da UEFA Champions League de 2017/18; Werner fez o tento dos visitantes.

• Joshua Kimmich alinhou na equipa da Alemanha que bateu Portugal por 1-0, com André Silva, na final do Campeonato da Europa de Sub-19 de 2014, em Budapeste.

• João Félix e Bruno Fernandes marcaram frente a clubes alemães na fase de grupos da UEFA Champions League 2020/21: o primeiro no empate 1-1 do Atlético em casa com o Bayern, na quinta jornada, o último de penálti pelo Manchester United na derrota por 3-2 em Leipzig, na sexta jornada. Bernardo Silva também marcou na vitória por 2-0 do Manchester City, na primeira mão dos oitavos-de-final, sobre o Mönchengladbach.

• Ronaldo marcou 28 golos contra clubes alemães nas competições da UEFA, mais do que a qualquer outro país. Ronaldo marcou nove golos na UEFA Champions League contra o Bayern, todos a Manuel Neuer, e bisou em duas ocasiões. No entanto, o capitão luso ainda não marcou nos quatro jogos que fez por Portugal contra a Alemanha, sendo que todos eles terminaram em derrota.

• Ronaldo marcou cinco dos seis golos do Real Madrid contra o Bayern nos quartos-de-final da UEFA Champions League de 2016/17. Neuer, no entanto, defendeu o disparo do atacante português no desempate por penáltis, na vitória do Bayern ante o emblema espanhol na meia-final de 2011/12 da prova.

• Kai Havertz marcou o golo do Chelsea na final da UEFA Champions League de 2021, frente a uma equipa do Manchester City com Rúben Dias e Bernardo Silva. Antonio Rüdiger e Timo Werner também iniciaram o jogo pelo clube de Londres.

Últimas notícias

Estrela do Jogo: Ronaldo
Estrela do Jogo: Ronaldo

Portugal

• O bis de Ronaldo frente à Hungria, na primeira jornada, significa que marcou em todas as fases finais em que participou – cinco Campeonatos da Europa da UEFA, quatro Campeonatos do Mundo, uma Taça das Confederações e uma UEFA Nations League. O avançado de 36 anos soma agora 23 golos em 45 jogos em torneios.

• O segundo golo de Ronaldo frente à Hungria foi o seu 106º por Portugal, em 176 jogos – está a apenas três do recorde mundial, detido pelo iraniano Ali Daei – e o 85º em 125 jogos oficiais.

• Portugal perdeu apenas um dos últimos 16 jogos, contabilizando 11 vitórias, incluindo uma goleada por 4-0 frente a Israel em Lisboa, a 9 de Junho, na qual Bruno Fernandes bisou e Ronaldo também marcou. Cinco dias antes tinha empatado a zero com a Espanha.

• Pedro Gonçalves, revelação do campeão Sporting, com 23 golos no campeonato português 2020/21, estreou-se pela selecção principal frente à Espanha, seguindo-se o guarda-redes Rui Silva, que cumpriu os 90 minutos diante de Israel.

• O golo de Raphaël Guerreiro frente à Hungria foi o seu terceiro por Portugal e o primeiro numa partida oficial. Juntou-se a Ronaldo, Pepe e Renato Sanches como os únicos jogadores convocados para o UEFA EURO 2020 a terem marcado por Portugal numa fase final do EURO.

Golos de Ronaldo nos cinco Europeus
Golos de Ronaldo nos cinco Europeus

• Portugal tem nas suas fileiras os três jogadores do UEFA EURO 2020 com mais jogos em fases finais do EURO. Pepe e João Moutinho contabilizam 16 e só são superados pelo recordista Ronaldo. O guardião Rui Patricio também soma mais de dez jogos (13).

• Ronaldo foi o melhor marcador da Serie A em 2020/21, com 29 golos ao serviço da Juventus, com quem também ganhou a Taça de Itália. André Silva, seu colega de ataque, também teve uma óptima época, com 28 golos na Bundesliga alemã com a camisola do Eintracht Frankfurt.

• Dois membros da convocatória de Portugal no UEFA EURO 2020 – Rúben Dias e Bernardo Silva – ganharam a Premier League inglesa em 2020/21, enquanto José Fonte e Sanches, dupla do LOSC Lille, venceu o título em França e João Félix conquistou a Liga espanhola com o Atlético. Para além de Ronaldo, também Guerreiro (Borussia Dortmund) e Danilo (Paris Saint-Germain) conquistaram taças nacionais.

• Dos seis jogadores que actual em Portugal, três são do campeão Sporting, com João Palhinha e o jovem Nuno Mendes a juntarem-se a Pedro Gonçalves como novos internacionais.

• Onze elementos da campanha gloriosa de Portugal no UEFA EURO 2016 repetem a presença na convocatória, tal como o seleccionador Fernando Santos, para tentarem revalidar o título: Ronaldo, Rui Patrício, Fonte, Pepe, Guerreiro, Danilo, Moutinho, Rafa Silva, Sanches, William Carvalho e Anthony Lopes.

• Os 16 jogadores que entraram em campo por Portugal na conquista da UEFA Nations League 2019, disputada em casa, foram chamados para o UEFA EURO 2020, incluindo Gonçalo Guedes, autor do golo do triunfo na final frente aos Países Baixos.

Alemanha

• A derrota por 0-1 com a França, na primeira jornada, foi a terceira da Alemanha nos últimos quatro jogos no torneio, tendo perdido dois dos três jogos no Mundial de 2018 – ambos sem marcar. Foi a segunda vez consecutiva que a Alemanha perdeu o jogo de estreia na fase final de uma grande competição e a primeira no Campeonato da Europa.

• Tendo também perdido as meias-finais do UEFA EURO 2016 com a França, por 2-0, é apenas a segunda vez que a Alemanha perde jogos consecutivos na fase final do EURO, depois de ter sido derrotada pela Inglaterra (0-1) e por Portugal (0-3) em 2000. Os germânicos nunca perderam três partidas seguidas.

• Os resultados da Alemanha nos dois jogos de preparação antes do UEFA EURO 2020 foram um empate 1-1 com a Dinamarca, em Innsbruck, e uma goleada 7-1 à Letónia, em Düsseldorf, jogo em que houve sete goleadores diferentes, o primeiro dos quais, Robin Gosens, estreou-se a marcar pela Mannschaft.

• Esses dois jogos ficaram assinalados pelo regresso dos experientes Mats Hummels e Thomas Müller, pois nenhum deles jogava pela Alemanha desde Novembro de 2018. Christian Günter teve de esperar ainda mais por voltar a envergar as cores nacionais, na sua segunda internacionalização, ao entrar como suplente no empate contra a Dinamarca, sete anos depois do primeiro jogo, enquanto a presença de Kevin Volland em Innsbruck foi a primeira desde Novembro de 2016.

• O jogo frente à Letónia foi também significativo para o guarda-redes e capitão Manuel Neuer, uma vez que foi a sua 100ª internacionalização pela Alemanha, tornando-o no terceiro jogador centenário da convocatória do UEFA EURO 2020, ao lado de Müller e de Toni Kroos (agora ambos com 103 jogos), e no primeiro guardião germânico a alcançar esse marco.

Nos bastidores com a selecção da Alemanha
Nos bastidores com a selecção da Alemanha

• Há 12 sobreviventes da eliminação da Alemanha na fase de grupos do Campeonato do Mundo de 2018 e que mantiveram os seus lugares na selecção de Joachim Löw, embora apenas oito estiveram no UEFA EURO 2016: Neuer, Hummels, Müller, Kroos, Joshua Kimmich, Bernd Leno, Emre Can e Leroy Sané, estes três últimos ausentes no Mundial.

• Surpreendentemente, nenhum jogador da Alemanha que está no UEFA EURO 2020 marcou numa fase final do EURO: Müller já fez 12 jogos em fases finais sem qualquer golo, Kroos soma 11 e Hummels – autor do auto-golo frente à França – tem dez. Müller, que por outro lado marcou dez tentos em fases finais do Mundial, desperdiçou até a sua conversão no desempate por penáltis nos quartos-de-final de 2016 contra a Itália.

• O Bayern, vencedor da Bundesliga em 2020/21, fornece oito jogadores para os convocados da Alemanha: Neuer, Kimmich, Sané, Müller, Serge Gnabry, Leon Goretzka, Niklas Süle e Jamal Musiala, o mais jovem do grupo, com 18 anos.

• Outros dos vencedores de troféus de 2020/21 na lista são a dupla do Dortmund constituída por Hummels e Can, que venceu a Taça da Alemanha, İlkay Gündoğan, campeão da Premier League pelo Manchester City, e os vencedores da UEFA Champions League pelo Chelsea, Antonio Rüdiger, Timo Werner e Kai Havertz, este último autor do único golo do encontro.

• Vinte e um dos convocados de Löw para o EURO estiveram em acção na UEFA Champions League durante a época 2020/21, além de Leno na UEFA Europa League; apenas Günter (Friburgo), Volland (Mónaco), Kevin Trapp (Eintracht Frankfurt) e Robin Koch (Leeds United) não jogaram nas competições de clubes continentais.