O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Rússia - Dinamarca: retrospectiva do UEFA EURO 2020, factos e estatísticas

A Rússia espera continuar o seu notável registo quando dois dos anfitriões do UEFA EURO 2020 se preparam para finalizar a sua participação no Grupo B, em Copenhaga.

Os russos Alan Dzagoev, Roman Shishkin e Konstantin Zyryanov  celebram frente à Dinamarca em 2012
Os russos Alan Dzagoev, Roman Shishkin e Konstantin Zyryanov celebram frente à Dinamarca em 2012 AFP via Getty Images

A Rússia espera repetir o feito do último encontro contra a Dinamarca quando estes dois dos anfitriões do UEFA EURO 2020 finalizarem a sua participação no Grupo B no Parken Stadium de Copenhaga.

• Derrotada por 3-0 pela Bélgica em São Petersburgo na primeira jornada, a Rússia reavivou a sua campanha com um triunfo por 1-0 sobre a Finlândia no mesmo local, na segunda jornada. A Dinamarca perdeu os dois jogos, frente a Finlândia (0-1), num jogo em que ocorreu uma emergência médica envolvendo Christian Eriksen, e Bélgica (1-2), com Yussuf Poulsen a dar vantagem logo aos 99 segundos, naquele que é o segundo golo mais rápido na história da fase final do EURO.

• Isto significa que a Rússia apura-se com uma vitória, ou então um empate se a Finlândia não conseguir vencer a Dinamarca no outro jogo da terceira jornada do Grupo B. A Dinamarca termina num dos dois primeiros lugares se vencer a Rússia por uma diferença de dois golos e a Finlândia perder com a Bélgica.

Confrontos anteriores

• O único concurso entre os dois conjuntos foi num particular disputado em Copenhaga, a 29 de Fevereiro de 2012. Golos na primeira parte de Roman Shirokov (4) e Andrey Arshavin (45) deram à Rússia de Dick Advocaat uma vitória por 2-0 no Parken frente a uma Dinamarca orientada por Morten Olsen.

• A União Soviética tem um registo dominador frente à Dinamarca, ao ganhar oito dos dez jogos entre as duas formações, perdendo apenas um. Esses triunfos incluíram um por 3-0 sobre os dinamarqueses na única partida num EURO, na meia-final da edição de 1964, em Barcelona, com golos de Valeri Voronin, Viktor Ponedelnik e Valentin Ivanov.

Resumo: melhores golos do EURO 1964
Resumo: melhores golos do EURO 1964

• A URSS venceu três dos quatro encontros entre as selecções na qualificação para o Campeonato do Mundo da FIFA, um por 6-0 em Moscovo e por 3-1 em Copenhaga para a edição da prova de 1966, a que se somou um outro por 1-0, de novo em Moscovo, para a de 1986. O único triunfo da Dinamarca contra a União Soviética foi um 4-2 em Copenhaga, na fase qualificação para o Mundial de 1986, sendo que ambas as formações se apuraram para a fase final da prova, no México.

• O registo da Dinamarca contra a União Soviética em Copenhaga é de V1 E1 D3, apesar de não ter sido derrotada nos dois últimos jogos na capital.

Factos do EURO: Rússia

• Esta é a quinta presença consecutiva da Rússia no EURO e a sexta em sete como nação independente. Disputou oito dos últimos nove EUROs, incluindo a presente edição, como União Soviética em 1988 e Comunidade de Estados Independentes quatro anos depois, sendo que a sua estreia como Rússia foi em 1996.

Veja Ponedelnik levar a URSS à glória em 1960
Veja Ponedelnik levar a URSS à glória em 1960

• A União Soviética venceu o primeiro Campeonato Europeu da UEFA em 1960 e foi vice-campeã em 1964, 1972 e 1988. O melhor desempenho da Rússia desde a independência ocorreu em 2008, quando chegou às meias-finais - na única vez que passou para lá da fase de grupos.

• Em 2016, uma equipa orientada por Leonid Slutski foi última no Grupo B, conquistando o seu único ponto no empate 1-1 com a Inglaterra, na primeira jornada. Depois, perdeu com Eslováquia (1-2) e País de Gales (0-3).

• Antes da primeira jornada, a Rússia não vencia há cinco jogos de fases finais do EURO (E2 D3); a sua última vitória foi uma goleada por 4-1 sobre a República Checa, no jogo de abertura do UEFA EURO 2012. Este foi o seu único triunfo em sete jogos no EURO (E2 D4).

• O conjunto de Stanislav Cherchesov apurou-se para o UEFA EURO 2020 como segunda do Grupo I, sendo derrotada duas vezes pela Bélgica, vencedora do grupo, vencendo os restantes oito jogos que disputou.

Todos os golos da Rússia a caminho do EURO 2020
Todos os golos da Rússia a caminho do EURO 2020

• Artem Dzyuba marcou nove golos e fez cinco assistências na qualificação, o que significa que esteve directamente envolvido em 42 por cento dos 33 golos da Rússia.

Factos do EURO: Dinamarca

• Esta é a nona participação da Dinamarca no Campeonato da Europa da UEFA, mas apenas a segunda nas últimas quatro edições. Os nórdicos caíram na fase de grupos do UEFA EURO 2012, depois de terem sido terceiros no grupo, atrás da Alemanha e Portugal, com três pontos em três jogos.

• Os dinamarqueses foram batidos pelos vizinhos suecos no "play-off" de qualificação para o UEFA EURO 2016 com um total de 4-3 (1-2 f, 2-2 c).

• A Dinamarca venceu o EURO '92, foi quarta classificada em 1964 e chegou às meias-finais em 1984. A última vez que ultrapassou a fase de grupos foi em 2004, não evitando o triunfo por 3-0 pela República Checa nos quartos-de-final.

• A Dinamarca chegou à primeira jornada numa série de duas derrotas consecutivas em fases finais do EURO e com três desaires em quatro jogos. Os dinamarqueses somaram apenas duas vitórias em dez jogos em fases finais do EURO (2E 6D).

• Os dinamarqueses garantiram a presença no UEFA EURO 2020 graças ao segundo lugar no Grupo D, atrás da Suíça, apesar de não terem perdido nenhum dos oito jogos (V4 E4). Confirmaram a qualificação ao empatarem 1-1 com a República da Irlanda no último jogo.

• A Dinamarca é uma das cinco equipas que se qualificaram para o UEFA EURO 2020 sem derrotas, a par de Bélgica e Itália - que venceram todos os jogos – e de Espanha e Ucrânia. Foram a única das cinco selecções que não venceu o grupo.

• Åge Hareide, que conduziu a equipa ao sucesso na qualificação, foi substituído por Kasper Hjulmand na sequência do adiamento do UEFA EURO 2020. Já estava previsto que o antigo treinador do Nordsjælland substituísse Hareide depois da prova.

• Antes do encontro da primeira jornada com a Finlândia, o registo da Dinamarca em Copenhaga era de V139 E60 D70. No Estádio Parken era de V61 E25 D18. Os dinamarqueses só perderam um dos últimos 11 jogos antes do UEFA EURO 2020 (V6 E4), desde o desaire por 1-0 com a Bélgica em partida da UEFA Nations League, no dia 5 de Setembro de 2020.

Ligações e curiosidades

• Jogaram juntos:
Denis Cheryshev e Daniel Wass (Valência 2018–)
Roman Neustädter e Simon Kjær (Fenerbahçe 2016/17)
Roman Neustädter e Pierre Emile Højbjerg (Schalke 2015/16)
Aleksei Miranchuk e Joakim Mæhle (Atalanta 2021–)

• Wass marcou aos russos do Krasnodar na vitória do Celta em casa, por 2-1, na primeira mão dos oitavos-de-final da edição da UEFA Europa League de 2016/17.

• Christian Eriksen fez uma assistência no triunfo do Tottenham sobre o CSKA Moscovo em casa, por 3-1, na fase de grupos da UEFA Champions League de 2016/17.