O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Espanha - Suécia: retrospectiva do UEFA EURO 2020, factos e estatísticas

Espanha e Suécia iniciam a sua participação no Grupo E em Sevilha.

O espanhol Mikel Oyarzabal perante o guarda-redes sueco Robin Olsen durante a qualificação em Outubro de 2019
O espanhol Mikel Oyarzabal perante o guarda-redes sueco Robin Olsen durante a qualificação em Outubro de 2019 Getty Images

Espanha e Suécia tornaram-se adversários regulares no Campeonato da Europa da UEFA no século XXI e encontram-se pela terceira vez no UEFA EURO 2020 para o pontapé-de-saída do Grupo E, em Sevilha.

• A Espanha, três vezes vencedora da prova, tem motivos para entrar confiante no Estadio La Cartuja, tendo somado quatro pontos ante a Suécia na qualificação - três deles graças a uma confortável vitória em casa.

• Ambas as equipas são presença regular no EURO nos últimos anos, mas, enquanto a Espanha alcançou as rondas a eliminar nos últimos três torneios, vencendo dois deles, a Suécia não passou para lá da fase de grupos desde 2004.

Confrontos anteriores

• Graças aos penalties convertidos por Sergio Ramos (64) e Álvaro Morata (85), a que se juntou o primeiro golo internacional de Mikel Oyarzabal (87), a Espanha ganhou por 3-0 no Santiago Bernabéu, em Madrid, a 10 de Junho de 2019 - a única derrota da Suécia na fase de apuramento.

Resumo: Suécia 1-1 Espanha
Resumo: Suécia 1-1 Espanha

• A série vitoriosa de três jogos da Espanha ante o conjunto escandinavo terminou no jogo de volta, em Solna, a 15 de Outubro de 2019, com um golo de Rodrigo dois minutos após os 90 a fazer o 1-1 final, depois de, no minuto 50, Marcus Berg ter inaugurado o marcador na Friends Arena. O tento do avançado espanhol, vindo do banco, confirmou a Espanha na fase final da prova, tendo terminado invicta o Grupo F, que venceu com 26 pontos, mais cinco que os suecos, segundos classificados.

• A campanha vitoriosa da Espanha no UEFA EURO 2008 contou com uma vitória na fase de grupos sobre a Suécia, com David Villa a resolver a contenda aos 92 minutos do encontro disputado em Innsbruck, depois de Fernando Torres (15) e Zlatan Ibrahimović (34) terem marcado na primeira parte. O golo de Villa apurou o conjunto de Luis Aragonés para os quartos-de-final, a uma jornada do fim.

Veja a Espanha bater a Suécia em 2008
Veja a Espanha bater a Suécia em 2008

• Ramos também marcou na vitória da Espanha por 3-0 em Madrid, na fase de qualificação para o UEFA EURO 2008, depois da Suécia ter vencido o primeiro jogo em Solna por 2-0; este é o único triunfo dos suecos nos últimos sete jogos efectuados contra a Espanha (E2 D4).

• Com efeito, a Suécia venceu a Espanha somente em três ocasiões - e apenas uma delas em Espanha, por 3-1 num amigável disputado em Salamanca, em Junho de 1988. Os nórdicos sofreram dez golos e não marcaram em nenhum dos três jogos seguintes disputados em Espanha, onde o seu registo é de V1 E1 D4.

• O único empate da Suécia com a Espanha aconteceu em Bilbau, num particular jogado a 8 de Novembro de 1953, que terminou 2-2 depois dos suecos terem estado a ganhar 2-1.

• As duas equipas obtiveram uma vitória cada nos encontros disputados no Campeonato do Mundo da FIFA, com a Suécia a vencer 3-1 em São Paulo no torneio de 1950 e a Espanha a levar a melhor por 1-0 em Buenos Aires, 28 anos depois.

Factos do EURO : Espanha
• Este é o sétimo EURO consecutivo da Espanha. Campeã em 1964, ergueu o troféu de novo em 2008 e 2012, tornando-se o primeiro país a manter o troféu Henri Delaunay.

Resumo da final do EURO 1964: Espanha 2-1 URSS
Resumo da final do EURO 1964: Espanha 2-1 URSS

• A defesa espanhola do troféu terminou aos pés da Itália, nos oitavos-de-final do UEFA EURO 2016, quando os Azzurri venceram por 2-0.

• A derrota por 2-1 ante a Croácia, na terceira jornada do UEFA EURO 2016 fez com que a equipa de Vicente del Bosque terminasse em segundo lugar do Grupo D, atrás do seu adversário, tendo também terminado a série de 14 jogos da Espanha sem perder (V11 E3) em fases finais do EURO, iniciada depois do desaire por 1-0 frente a Portugal, no UEFA EURO 2004; até ao jogo com a Croácia, os espanhóis estiveram sete partidas sem sofrer golos, desde o empate 1-1 ante a Itália, em 2012.

• Espanha e Alemanha/Alemanha Ocidental são as equipas com maiores triunfos no EURO, com três troféus cada.

• A Espanha qualificou-se para o UEFA EURO 2020 ao vencer oito e empatar dois dos dez jogos de qualificação.

• Os tricampeões são uma das cinco equipas que não perderam um jogo no apuramento para o UEFA EURO 2020, juntamente com a Bélgica e Itália - que venceram todos os jogos - mais a Dinamarca e a Ucrânia.

Resumo: veja como a Espanha conquistou o UEFA EURO 2012
Resumo: veja como a Espanha conquistou o UEFA EURO 2012

• A Espanha teve mais remates (227), posse de bola (70%) e completou uma maior percentagem de passes (91%) do que qualquer outra equipa na qualificação.

• Este é o oitavo jogo de Espanha no Estadio La Cartuja, em Sevilha, onde venceu o Kosovo por 3-1 na fase de qualificação do Campeonato do Mundo de 2022, a 31 de Março, com golos de Dani Olmo, Ferran Torres e Gerard Moreno. Com esse resultado, o seu registo neste estádio passou a ser de quatro vitórias e duas derrotas. Atravesssa uma série de três vitórias seguidas, incluindo uma goleada por 6-0 sobre a Alemanha na UEFA Nations League, a 17 de Novembro de 2020.

• O registo global da Espanha em Sevilha é: V39 E5 D4.

Factos do EURO: Suécia

• A Suécia vai na sexta fase final consecutiva do EURO e sétima no total. Não vai além da fase de grupos desde que chegou aos quartos-de-final do UEFA EURO 2004.

• Há cinco anos, a equipa de Erik Hamrén terminou no último posto do Grupo E com um ponto em três partidas. Após o empate 1-1 com a República da Irlanda, os suecos perderam por 1-0 com Itália e Bélgica.

Suécia - Países Baixos: o desempate completo no EURO 2004
Suécia - Países Baixos: o desempate completo no EURO 2004

• Um triunfo por 2-0 sobre a França, na terceira jornada do UEFA EURO 2012 é a úni

ca da Suécia nos últimos oito jogos em fases finais do EURO (E1 D6).

• O maior feito da Suécia até aqui foi a chegada, como anfitrião, à final do Campeonato do Mundo de 1958, que perdeu por 5-2 ante o Brasil. Na melhor participação num EURO atingiu as meias-finais em 1992, de novo como anfitrião, sendo batida por 3-2 pela Alemanha.

• A equipa de Jan Andersson garantiu o seu lugar no UEFA EURO 2020 ao terminar atrás da Espanha no Grupo F de qualificação, com 21 pontos em dez jogos (V6 E3 D1). Depois de perder por 3-0 com a Espanha, na quarta eliminatória, resultado que igualou a derrota mais desnivelada numa partida do EURO, a Suécia venceu quatro dos seguintes seis jogos (E2) e terminou com mais quatro pontos que a Noruega, terceira classificada.

• A Suécia só por uma vez jogou em Sevilha, tendo perdido por 3-1 com a Espanha num amigável realizado em 1968, no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán.

• Além dos seis jogos que disputou contra a Espanha, a Suécia jogou mais duas partidas no país; vitória por 1-0 sobre a Dinamarca e empate 1-1 com a Noruega, ambas de carácter particular e jogadas em La Manga, no início de 2000.

Veja a Suécia derrotar a Dinamarca no EURO ‘92
Veja a Suécia derrotar a Dinamarca no EURO ‘92

Ligações e curiosidades

• Jogaram juntos:
David de Gea e Victor Lindelöf (Manchester United 2017–)
Diego Llorente, Mikel Oyarzabal e Alexander Isak (Real Sociedad 2019–)
Álvaro Morata e Dejan Kulusevski (Juventus 2020–)

• Jogou em Espanha:
Alexander Isak (Real Sociedad 2019–)

• Marcus Berg marcou de grande penalidade e colocou o Krasnodar na frente do marcador ante o Sevilha (2-0), na fase de grupos da UEFA Champions League 2020/21. No entanto, apesar do cartão vermelho de Jesús Navas, o clube espanhol reagiu e venceu por 3-2.

• Koke marcou ao Malmö pelo Atlético Madrid em casa (5-0) e fora (2-0) na fase de grupos de 2014/15 da UEFA Champions League, com Robin Olsen a alinhar na baliza e Emil Forsberg no meio-campo do conjunto sueco.

• Gerard Moreno e Pau Torres alinharam na equipa do Villarreal que derrotou o Manchester United de Victor Lindelöf nas grandes penalidades, depois de um empate 1-1 na final da UEFA Europa League de 2021, com Moreno a escapar ao defesa sueco para abrir o marcador em Gdańsk.

Descarregue a app do EURO