O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Espanha - Polónia: retrospectiva do UEFA EURO 2020, factos e estatísticas

A Espanha venceu oito dos dez duelos com a Polónia, com destaque para a goleada por 6-0 no último confronto, em 2010.

O defesa espanhol Carles Puyol discute um lance com o polaco Robert Lewandowski durante um amigável em Junho de 2010
O defesa espanhol Carles Puyol discute um lance com o polaco Robert Lewandowski durante um amigável em Junho de 2010 AFP via Getty Images

Espanha e Polónia vão defrontar-se pela primeira vez num jogo oficial desde 1959 na segunda ronda no Grupo E, no Estádio La Cartuja, com o histórico dos duelos entre os dois países a deixar antever uma noite complicada para os visitantes em Sevilha.

• A Espanha ficou em branco em La Cartuja na primeira jornada, quando não conseguiu ultrapassar a defesa da Suécia e teve de se contentar com um nulo. Apesar de tudo, tem mais um ponto que a Polónia, de Paulo Sousa, que perdeu por 2-1 para a Eslováquia em São Petersburgo na primeira partida; O autogolo de Wojciech Szczęsny aos 18 minutos foi compensado por Karol Linetty no primeiro minuto do segundo tempo, mas Grzegorz Krychowiak foi expulso como segundo cartão amarelo antes da Eslováquia marca o golo que valeu a vitória.

Confrontos anteriores

• Oito dos dez encontros entre as duas selecções terminaram com vitórias de Espanha, incluindo uma goleada por 6-0 no duelo mais recente, um jogo particular realizado em Múrcia a 8 de Junho de 2010 que serviu de último ensaio para a equipa de Vicente del Bosque antes da campanha vitoriosa no Campeonato do Mundo na África do Sul. Sergio Busquets foi titular, enquanto Kamil Robert Lewandowski e Maciej Rybus jogaram pelos visitantes.

• Foi a terceira vitória consecutiva de Espanha sobre a Polónia, após o empate 1-1 em Santa Cruz de Tenerife em Fevereiro de 1994. Foi um encontro particular, tal como os últimos oito jogos entre os dois países.

• O único triunfo da Polónia sobre Espanha ocorreu no primeiro particular entre as duas selecções, uma vitória por 2-1 no Estadio de Sarriá, em Barcelona, em Novembro de 1980. Andrzej Iwan bisou, incluindo o golo decisivo aos 89 minutos, 60 segundos depois de Dani ter empatado para os anfitriões de grande penalidade. Zbigniew Boniek, actual presidente da Federação Polaca de Futebol (PZPN), participou nesse encontro e brilharia depois no Campeonato do Mundo de 1982, em Espanha, onde marcou quatro golos e foi decisivo no terceiro lugar da Polónia.

• Estas selecções disputaram apenas dois jogos oficiais, ambos na qualificação para o primeiro Campeonato da Europa de 1960. Alfredo Di Stéfano e Luis Suárez bisaram na vitória de Espanha por 4-2, em Chorzow, a 28 de Junho de 1959. Di Stéfano voltou a marcar no triunfo de Espanha por 3-0, em Madrid, quatro meses depois.

Factos do EURO: Espanha

• Este é o sétimo EURO consecutivo de Espanha. Campeã em 1964, também conquistou o troféu Henri Delaunay em 2008 e 2012, tornando-se no primeiro país a conseguir renovar o título.

Resumo da final do EURO 1964: Espanha 2-1 URSS
Resumo da final do EURO 1964: Espanha 2-1 URSS

• A defesa do título dos espanhóis terminou frente a Itália, nos oitavos-de-final do UEFA EURO 2016, com a “azzurra” a triunfar por 2-0.

• A derrota por 2-1 com a Croácia na terceira jornada do UEFA EURO 2016 - resultado que levou a equipa de Vicente del Bosque a ficar no segundo lugar do Grupo D atrás dos croatas- terminou a série de Espanha de 14 jogos sem derrotas em fases finais do EURO (11V 3E), que remontava ao desaire por 1-0 com Portugal no UEFA EURO 2004. Antes do encontro com a Croácia, os espanhóis estavam há sete jogos sem sofrer golos na fase final do EURO, desde o empate 1-1 com Itália em 2012.

• Espanha e Alemanha/República Federal da Alemanha são os países com maior sucesso do EURO, com três triunfos cada um.

• Espanha qualificou-se para o UEFA EURO 2020 depois de somar oito vitórias e dois empates nos dez jogos do apuramento, terminando com 26 pontos no Grupo F, mais cinco que a Suécia, segunda classificada e que também vai estar no Grupo E na fase final.

• Os tricampeões são uma das cinco equipas que não perderam qualquer jogo na qualificação para o UEFA EURO 2020, juntamente com Bélgica e Itália – que venceram todos os jogos – e também a Dinamarca e a Ucrânia.

Grandes golos da Espanha
Grandes golos da Espanha

• A Espanha foi a selecção que fez mais remates (227), teve mais posse de bola (70%) e que teve melhor percentagem de passe (91%) em toda a qualificação.

• Após o encontro da Jornada 1 contra a Suécia, esta é a nona partida da Espanha no Estádio La Cartuja em Sevilha, onde bateu o Kosovo (3-1) na fase de apuramento para o Campeonato do Mundo de 2022, a 31 de Março, graças aos golos apontados por Dani Olmo, Ferran Torres e Gerard Moreno. O empate com a Suécia leva a que o seu registo no estádio seja de 4V 1E 2D; Tinha somado três triunfos seguidos nos desafios que aí disputaram, incluindo a goleada por 6-0 aplicada à Alemanha no dia 17 de Novembro de 2020, na UEFA Nations League, antes de empatar com os suecos.

• O registo total da Espanha em Sevilha é de 39V, 6E e 4D.

Factos do EURO: Polónia

• A Polónia vai participar na quarta fase final consecutiva de um EURO, mas só conseguiu a primeira vitória no UEFA EURO 2016, antes disso somou três empates e três derrotas.

• Há quatro anos conseguiu chegar pela primeira vez aos quartos-de-final e foi eliminada sem sofrer qualquer derrota no tempo regulamentar. Caiu frente a Portugal, que viria a conquistar o título, no desempate por grandes penalidades nos quartos-de-final (1-1, 3-5 pen). Como este resultado é contabilizado como um empate, o registo da Polónia em França foi de 2V 3E.

• A equipa então orientada por Jerzy Brzęczek terminou com seis pontos de vantagem na liderança do Grupo G e garantiu uma vaga no UEFA EURO 2020, vencendo oito dos dez jogos da qualificação (1E 1D), incluindo os quatro últimos.

• A derrota na primeira jornada com a Eslováquia foi apenas a segunda nos últimos 19 jogos a contar para o EURO (12V 5E).

• Os melhores resultados da Polónia em competições internacionais foram as medalhas de bronze nos Campeonatos do Mundo de 1974 e de 1982, com esta última competição a ser realizada em Espanha, onde os polacos terminaram com 3V 3E 1D.

• Não contando com os sete jogos realizados como visitantes frente a Espanha (1V 1E 5D), os polacos sofreram apenas uma derrota nos outros oito encontros oficiais realizados em Espanha (4V 3E), um desaire por 2-0 com Itália na meia-final do Campeonato do Mundo de 1982. Este vai ser o seu primeiro jogo em Sevilha.

Ligações e curiosidades
• Jogaram juntos:
Fabián Ruiz e Piotr Zielińsk (Nápoles 2018–)
Álvaro Morata e Wojciech Szczęsny (Juventus 2020–)Diego Llorente e Mateusz Klich (Leeds 2020–)
Thiago Alcántara e Robert Lewandowski (Bayern München 2014–20)

• Jogou em Espanha:
Grzegorz Krychowiak (Sevilla 2014–16)

• Kamil Glik alinhou nos escalões de formação do Horadada, clube das divisões inferiores do futebol espanhol, e jogou no Real Madrid C entre 2007 e 2008.

• Lewandowski marcou quatro golos no triunfo do Borussia Dortmund sobre o Real Madrid, por 4-1, na primeira mão da meia-final da UEFA Champions League de 2012/13. Onze dos 72 golos de Lewandowski na UEFA Champions League foram marcados a clubes espanhóis - que são as maiores vítimas do avançado - embora só um deles, uma grande penalidade ao Real Madrid nos quartos-de-final de 2016/17, tenha sido marcado em Espanha. Lewandowski ficou em branco nas outras oito visitas na prova.