O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Convocados de Portugal para o EURO 2020

Numa lista com 11 campeões europeus em 2016, a principal novidade nos convocados de Portugal é o estreante Pedro Gonçalves.

Pedro Gonçalves é a grande novidade nos convocados de Portugal
Pedro Gonçalves é a grande novidade nos convocados de Portugal AFP via Getty Images

O seleccionador Fernando Santos anunciou esta quinta-feira, numa cerimónia realizada na Cidade do Futebol, em Oeiras, os 26 convocados de Portugal para o UEFA EURO 2020.

Listas provisórias de convocados para o UEFA EURO 2020

No lote de eleitos para defender o título conquistado em 2016 estão 11 que participaram nessa campanha - liderados pelo capitão Cristiano Ronaldo -, mas o principal destaque vai para a chamada de Pedro Gonçalves, médio-ofensivo do Sporting, ainda sem qualquer internacionalização A, que se sagrou recentemente campeão nacional e melhor marcador da Liga portuguesa, com 23 golos.

A acompanhar o jovem de 22 anos estarão dois colegas de equipa do Sporting, Nuno Mendes e João Palhinha, que recentemente se estrearam pela selecção principal. Nota também para a chamada de Renato Sanches, um dos campeões de 2016, e Gonçalo Guedes.

O seleccionador aposta no núcleo-duro que tem participado nas últimas competições, fases finais e qualificações, no qual se inclui o médio William Carvalho, ultimamente ausente das convocatórias.

Veja todos os golos de Portugal a caminho do EURO 2020
Veja todos os golos de Portugal a caminho do EURO 2020

Os 11 vencedores em 2016 que repetem agora a chamada são: Anthony Lopes, Rui Patrício, Pepe, José Fonte, Raphaël Guerreiro, Danilo Pereira, João Moutinho, Renato Sanches, William Carvalho, Rafa Silva e Cristiano Ronaldo.

Lista de convocados

Guarda-redes: Anthony Lopes (Lyon), Rui Patrício (Wolverhampton) e Rui Silva (Granada)

Defesas: João Cancelo (Manchester City), Nélson Semedo (Wolverhampton), José Fonte (LOSC Lille), Pepe (Porto), Rúben Dias (Manchester City), Nuno Mendes (Sporting), Raphaël Guerreiro (Dortmund)

Médios: Danilo Pereira (Paris), João Palhinha (Sporting), Rúben Neves (Wolverhampton), Bruno Fernandes (Manchester United), João Moutinho (Wolverhampton), Renato Sanches (Lille), Sérgio Oliveira (FC Porto) e William Carvalho (Bétis)

Avançados: Pedro Gonçalves (Sporting), André Silva (Eintracht), Bernardo Silva (Manchester City), Cristiano Ronaldo (Juventus), Diogo Jota (Liverpool), Gonçalo Guedes (Valência), João Félix (Atlético) e Rafa Silva (Benfica)

Declarações de Fernando Santos

Veja todos os golos de  Ronaldo no EURO
Veja todos os golos de Ronaldo no EURO

Sobre a convocatória
"Demorei horas a fazer a convocatória. Ontem de manhã ainda tinha 30 e tal jogadores. Sou grato aos jogadores e há alguns que estiveram no apuramento e não estão aqui. Não quer dizer que tenha deixado de acreditar neles. Não tem a ver com qualidade mas sim com montagem do puzzle."

A chamada de Pedro Gonçalves
"Não o tendo visto em contexto de selecção, tenho todas as informações necessárias fornecidas pelo Rui Jorge [seleccionador dos Sub-21]. Já as tinha na última convocatória, mas entendi que não era a altura certa. Mas agora é está aqui pela qualidade que tem e pelo que fez durante a época."

O regresso de William Carvalho
"Não teve uma utilização regular mas conheço a qualidade do jogador e pode trazer-nos coisas importantes, por isso pareceu-me que podia continuar a apostar no William. Acho que não temos em Portugal ninguém com as características do William. É um jogador com muita polivalência e, achando isso, entendi que o devia convocar."