O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Alemanha - Hungria no UEFA EURO 2020: retrospectiva, factos e estatísticas

A Hungria tem um bom histórico frente à Alemanha e venceu dois dos últimos três jogos que disputou como visitante, deslocando-se agora até Munique no fecho do Grupo F.

Germany's Leroy Sané vies with Ádám Nagy during the sides' 2016 friendly
Germany's Leroy Sané vies with Ádám Nagy during the sides' 2016 friendly AFP via Getty Images

A Hungria tem um bom histórico frente à Alemanha e venceu dois dos últimos três jogos que disputou como visitante, tendo agora de viajar até Munique para concluir o Grupo F, naquele que é o primeiro jogo oficial entre ambos desde a final do Campeonato do Mundo de 1954.

• A série de três jogos sem derrotas da Hungria frente à Alemanha terminou na última visita, há cinco anos, mas existe uma grande diferença entre as duas equipas no EURO. A Alemanha conseguiu passar à fase a eliminar em nove das 12 campanhas anteriores, enquanto que a presença da Hungria nos oitavos-de-final no UEFA EURO 2016 revelou-se como o maior sucesso na prova em 44 anos.

• Ambas as equipas chegam a este jogo com optimistas: a Hungria empatou 1-1 com a campeã mundial a França, enquanto a Alemanha bateu por 4-2 o campeão europeu Portugal. Os dois conjuntos tinham perdido o jogo de estreia, com três golos na parte final diante de Portugal a derrotarem a Hungria por 3-0 em Budapeste, ao passo que um autogolo de Mats Hummels permitiu à França vencer por 1-0 em Munique.

• A Alemanha apura-se se evitar a derrota. Termina em primeiro se vencer e a França não bater Portugal. A Alemanha ficará em terceiro se empatar e a França perder, ou se Alemanha e Portugal perderem.

• A Hungria apura-se se vencer. Se vencer e a França perder, o segundo lugar será decidido pela diferença de golos. A Hungria ficará em terceiro se vencer e o outro jogo terminar empatado.

Encontros anteriores

• O último jogo entre as duas equipas foi em Junho de 2016, com um autogolo de Ádám Lang e um remate certeiro de Thomas Müller a darem um triunfo por 2-0 à Alemanha num encontro particular em Gelsenkirchen.

• Isto leva a que os alemães tivessem somado três vitórias nos últimos quatro desafios com os húngaros, não evitando uma derrota por 2-0 em casa num particular em Kaiserslautern em Junho de 2004.

• Antes do triunfo por 5-2 num encontro particular em Budapeste em Agosto de 2001, a Alemanha/República Federal da Alemanha esteve cinco jogos sem vencer a Hungria (4E 1D).

• Este é o primeiro encontro oficial entre os dois países desde a final do Campeonato do Mundo de 1954, que a República Federal da Alemanha venceu por 3-2 em Berna, com Helmut Rahn a bisar, incluindo o golo decisivo aos 84 minutos. Os germânicos anularam uma desvantagem de dois golos e conquistaram o seu primeiro título mundial.

• A Hungria tinha vencido a Alemanha por 8-3 nesse mesmo Mundial, com Sándor Kocsis a marcar quatro golos naquele que é o outro único encontro oficial entre os dois países.

• A Alemanha venceu 13 dos 34 jogos com a Hungria, com sete das dez derrotas sofridas a ocorrerem nos primeiros 14 jogos entre os dois países.

• Este é apenas o segundo jogo entre os dois países em Munique. O primeiro, um encontro particular em Dezembro de 1911, terminou com uma vitória da Hungria por 4-1.

Factos do EURO: Alemanha

• A “Mannschaft” está a disputar o 13º EURO consecutivo desde que falhou a qualificação, ainda como República Federal da Alemanha, na primeira tentativa em 1968.

• Vencedora do EURO em 1972, 1980 e 1996 - e três vezes vice-campeã - a Alemanha falhou pela última vez a presença nas meias-finais em 2004, quando não conseguiu ir além da fase de grupos. Os alemães são, a par da Espanha, a selecção com mais sucesso na prova com três títulos conquistados.

Watch great Germany goals
Watch great Germany goals

• A Alemanha voltou a estar nas meias-finais no UEFA EURO 2016, mas perdeu por 2-0 com a anfitriã França. Os alemães, que na altura eram campeões do mundo, tinham terminado em primeiro lugar no seu grupo antes de eliminarem Eslováquia (3-0) e Itália (1-1, 6-5 pen) nos oitavos-de-final.

• A equipa de Joachim Löw venceu sete dos oito jogos na qualificação (1D) para garantir uma vaga no UEFA EURO 2020. A única derrota foi na recepção à Holanda, por 4-2 , a 6 de Setembro de 2019. A Alemanha marcou 15 golos ao vencer os últimos quatro desafios.

• Esta é a 26ª participação consecutiva da Alemanha em fase finais do Campeonato do Mundo e do EURO.

• A encontro da primeira jornada foi o primeiro jogo da Alemanha em Munique desde o nulo com a França em Setembro de 2018, um resultado que leva que a Alemanha tenha um registo total de 13V 5E 7D na capital da Baviera. Antes de defrontar a França na estreia no UEFA EURO 2020, tinha vencido quatro dos sete jogos disputados no Football Arena Munich (1E 2D), embora tenha sido neste estádio que sofreu uma das derrotas mais pesadas da sua história em Campeonatos da Europa, um desaire por 3-0 frente à República Checa na qualificação para o UEFA EURO 2008.

Germany's three EURO wins
Germany's three EURO wins

• A Alemanha venceu os dois jogos que disputou no Football Arena Munich no Campeonato do Mundo de 2006, derrotando a Costa Rica por 4-2 na fase de grupos e a Suécia por 2-0 nos oitavos-de-final. Foi nesta cidade que os alemães conquistaram o Campeonato do Mundo de 1974, após uma vitória por 2-1 sobre a Holanda na final, o único encontro realizado pelos anfitriões em Munique durante a prova.

Factos do EURO: Hungria

• Esta é a segunda presença consecutiva da Hungria numa fase final do EURO. A campanha de 2016 foi a primeira desde 1972 e a primeira grande competição que disputou após o Campeonato do Mundo de 1986. As duas primeiras fases finais do EURO que os magiares disputaram, em 1964 e 1972, contaram com apenas quatro equipas.

• Em 2016, o conjunto treinado por Bernd Storck terminou em primeiro lugar do Grupo F com cinco pontos, empatado com a Islândia, mas com vantagem nos confrontos diretos, e com mais dois pontos que Portugal, que viria a conquistar o título, que eliminou a Áustria por apenas um ponto. A Hungria estreou-se com uma vitória por 2-0 sobre a Áustria em Bordéus, com Ádám Szalai a inaugurar o marcador, tendo depois empatado com Islândia (1-1) e Portugal (3-3).

EURO 2016 highlights: Hungary 3-3 Portugal
EURO 2016 highlights: Hungary 3-3 Portugal

• A Bélgica revelou-se demasiado forte nos oitavos-de-final e ganhou por 4-0 em Toulouse, embora três golos tenham sido surgido apenas nos últimos 12 minutos.

• Antes da primeira jornada, a Hungria tinha vencido dois dos oito jogos realizados em fases finais do EURO (2E 4D).

• A Hungria foi quarta classificada no grupo de apuramento para o UEFA EURO 2020, com 12 pontos em oito jogos, terminando atrás de Croácia, País de Gales e Eslováquia, que também estão na fase final.

• A equipa de Marco Rossi qualificou-se para o "play-off" depois de ficar em segundo lugar no seu grupo na UEFA Nations League de 2018/19, com dez pontos, terminando com menos dois que a Finlândia e mais um que a Grécia.

• Os húngaros foram depois ganhar por 3-1 à Bulgária na meias-final do "play-off", mas pareciam ter comprometido as aspirações quando perdiam com a Islândia na final em Budapeste, mas os golos de Loïc Négo (88) e Dominik Szoboszlai (90 +2) permitiram um triunfo emocionante por 2-1 e a conquista de um lugar na fase final.

Highlights: Hungary 2-1 Iceland
Highlights: Hungary 2-1 Iceland

• No final de 2020, a Hungria estava há seis jogos sem perder (4V 2E), desde a derrota na recepção à Rússia, por 3-2, na UEFA Nations League, a 6 de Setembro de 2020.

• A Hungria disputou a final dos Campeonatos do Mundo de 1938 e 1954, mas perdeu com Itália (em França) e com a República Federal da Alemanha (na Suíça), respectivamente.

• A Hungria disputou apenas quatro jogos em Munique. Tudo começou com um triunfo sobre a Alemanha em 1911. Nos Jogos Olímpicos de 1972 defrontou o Brasil (2-2), a anfitriã República Federal da Alemanha (4-1) e, na final, a Polónia (1-2), no Olympiastadion.

• O registo da Hungria na Alemanha é 10V 8E 11D. Nos Jogos Olímpicos de 1972 venceu o Irão por 5-0 em Nuremberga, a Dinamarca em Augsburgo, a República Federal da Alemanha em Passau e o México em Regensburg (todos por 2-0), para além dos três jogos realizados em Munique.

Ligações e curiosidades

• Nascido em Kaiserslautern, o defesa húngaro Willi Orban tem cidadania alemã e húngara. Internacional de sub-21 pela Alemanha, estreou-se pela Hungria em 2018.

• Niklas Süle nasceu em Frankfurt e tem avós húngaros, que emigraram de Budapeste para a Alemanha, por isso podia também representar a Hungria.

• Jogaram na Alemanha:
Péter Gulácsi (Leipzig 2015–)
Willi Orban (Kaiserslautern 1997–2015, Leipzig 2015–)
Dominik Szoboszlai (Leipzig 2021–)
Ádám Szalai (Estugarda 2004–07, Mainz 2010–13, Schalke 2013/14, Hoffenheim 2014–19, Hannover 2016 empréstimo, Mainz 2019–)
Roland Sallai (Freiburg 2018–)
Zsolt Kalmár (Leipzig 2014–18, FSV Frankfurt 2016 empréstimo)

• Jogaram juntos:
Lukas Klostermann, Marcel Halstenberg e Péter Gulácsi, Willi Orbán (Leipzig 2015–)
Benjamin Henrichs e Péter Gulácsi, Willi Orban (Leipzig 2020–)
Lukas Klostermann, Marcel Halstenberg, Benjamin Henrichs e Dominik Szoboszlai (Leipzig 2021–)
Timo Werner e Péter Gulácsi, Willi Orban (Leipzig 2016–20)
Luca Waldschmidt, Robin Koch e Roland Sallai (Freiburg 2018–20)
Joshua Kimmich e Zsolt Kalmár (Leipzig 2014/15)

• Ádám Szalai teve como colegas no Hoffenheim Süle (2014–17), Serge Gnabry (2017/18), Nadiem Amiri (2015–19), Nico Schulz (2017–19) e Oliver Baumann (2014–19).

• Leroy Sané marcou nos dois triunfos do Bayern sobre o Salzburgo, de Szoboszlai, na fase de grupos da UEFA Champions League de 2020/21 (6-2 f, 3-1 c).

• Emre Can (Dortmund), Kimmich (Bayern), Kai Havertz, Amiri e Jonathan Tah (Leverkusen) marcaram golos ao Freiburg de Sallai na Bundesliga em 2020.

• Werner contribuiu com um “hat-trick” para a goleada do Leipzig, por 8-0, ao Mainz de Szalai, a 2 de novembro de 2019, o triunfo mais folgado de sempre do clube na Bundesliga. Werner fez ainda três assistências e Halstenberg também marcou.

• Rossi, seleccionador da Hungria, efectuou 15 jogos pelos alemães do Eintracht Frankfurt em 1996/97.