O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Macedónia do Norte - Países Baixos no UEFA EURO 2020: retrospectiva, factos e estatísticas

A Macedónia do Norte viaja a Amsterdão para enfrentar os Países Baixos pela primeira vez em mais de 12 anos, na derradeira jornada do Grupo C.

O holandês Klaas-Jan Huntelaar em duelo com o macedónio Igor Mitreski durante o jogo entre as duas equipas em 2008, em Skopje
O holandês Klaas-Jan Huntelaar em duelo com o macedónio Igor Mitreski durante o jogo entre as duas equipas em 2008, em Skopje AFP via Getty Images

A Macedónia do Norte, já eliminada, viaja até Amesterdão para enfrentar os Países Baixos, vencedores do Grupo C, pela primeira vez em mais de 12 anos, na conclusão da sua campanha no UEFA EURO 2020.

• As vitórias frente à Ucrânia (3-2) e à Áustria (2-0) significam que os Países Baixos já garantiram o primeiro lugar do grupo a um jogo do fim. Após ter sido derrotada pela Áustria (1-3) e pela Ucrânia (1-2), a Macedónia do Norte não pode chegar aos oitavos-de-final.

• A Macedónia do Norte é uma das duas selecções, juntamente com a Finlândia, estreantes numa fase final no UEFA EURO 2020; os holandeses chegaram à fase a eliminar pela primeira vez desde 2008.

Jogos anteriores

• Oss quatro jogos entre as equipas aconteceram em apuramentos para Campeonatos do Mundo. Na qualificação para o certame de 2006, a Macedónia do Norte recuperou duas vezes para empatar 2-2 no Estádio Cidade de Skopje - agora Arena Nacional Todor Proeski - a 9 de Outubro de 2004, com golos de Goran Pandev (45) e Aco Stojkov (71) a responderam de pronto aos tentos de Wilfred Bouma (43) e Dirk Kuyt (66).

• Essa partida precedeu um empate sem golos no mesmo local deste encontro - então na Amsterdam ArenA, agora a Johan Cruijff ArenA - a 12 de Outubro de 2005, o último jogo de qualificação de ambas as formações. Os holandeses de Marco van Basten chegaram à fase final da Alemanha como vencedores do Grupo 1, enquanto a Macedónia do Norte terminou em quinto lugar de um grupo de sete seleções, com nove pontos em 12 jogos.

• Bert van Marwijk orientava os Países Baixos aquando do encontro com uma Macedónia do Norte treinada por Srečko Katanec, na fase de qualificação para o Mundial de 2010. Pandev voltou a marcar em Skopje, a 10 de Setembro de 2008, embora o tento da marca dos 11 metros aos 77 minutos de pouco tenha servido, pois os tentos de John Heitinga (46) e Rafael van der Vaart (60) deram aos visitantes uma vitória por 2-1.

• Van der Vaart voltou a marcar em Amesterdão, a 1 de Abril de 2009, marcando o último golo na vitória por 4-0 dos Países Baixos, com Kuyt (16, 41) e Klaas-Jan Huntelaar (25) a marcarem na primeira parte. De novo, os holandeses apuraram-se como vencedores do grupo, com um máximo de 24 pontos em oito jogos, enquanto a Macedónia do Norte ficou-se pelo quarto lugar num grupo de cinco equipas, com sete pontos.

• Pandev jogou em todos os quatro jogos anteriores entre as duas selecções.

Factos do EURO: Macedónia do Norte

• Esta será a estreia da Macedónia do Norte numa fase final. Antes do UEFA EURO 2020, o melhor que tinha conseguido foi o quarto lugar no grupo de qualificação para o Campeonato da Europa ou Campeonato do Mundo.

Resumo: Macedónia do Norte 2-1 Eslovénia
Resumo: Macedónia do Norte 2-1 Eslovénia

• A equipa de Igor Angelovski foi terceira no Grupo G de apuramento para o UEFA EURO 2020, atrás de Polónia (25 pontos) e Áustria (19). A Macedónia do Norte somou 14 pontos em dez jogos (V4 E2 D4), terminando em igualdade pontual com a Eslovénia mas com vantagem no confronto directo, apesar de ter perdido dois dos últimos três jogos, na visita a Polónia (0-2) e Áustria (1-2).

• A Macedónia do Norte qualificou-se para o "play-off" do EURO após vencer o seu grupo na UEFA Nations League 2018/19, à frente de Armenia, Gibraltar e Liechtenstein, contabilizando cinco vitórias em seis partidas (apenas uma derrota), terminando com cinco pontos de vantagem.

• A equipa de Angelovski venceu por 2-1 na recepção ao Kosovo nas meias-finais do "play-off", com o duelo a ser decidido com o primeiro golo de Velkovski na selecção. Na final frente à Geórgia, o tento solitário do veterano capitão Goran Pandev valeu o apuramento.

Resumo: Geórgia 0-1 Macedónia do Norte
Resumo: Geórgia 0-1 Macedónia do Norte

• Após ter vencido Israel por 1-0 no seu último jogo no Grupo G, os resultados do "play-off" fizeram com que a Macedónia do Norte somasse três vitórias consecutivas em jogos de apuramento para o EURO.

• A Macedónia do Norte é o 35º país a participar no EURO.

• Esses dois jogos contra os Países Baixos são os únicos jogos anteriores da Macedónia do Norte em Amsterdão, onde o seu registo é, assim, E1 D1, sem qualquer golo marcado.

Factos do EURO: Países Baixos

• Os Países Baixos participaram em nove fases finais anteriores de Campeonatos da Europa, mas falharam o UEFA EURO 2016, a primeira vez que ficaram de fora de um EURO desde 1984.

• Campeões da Europa em 1988 – o único troféu internacional importante que conquistaram –, os Países Baixos terminaram o Campeonato da Europa de 1976 no terceiro lugar e também chegaram às meias-finais em 1992, em 2000, como co-anfitriões, e em 2004. A última vez que ultrapassaram a fase de grupos foi em 2008, quando foram eliminados pela Rússia no prolongamento dos quartos-de-final.

Grandes golos dos Países Baixos
Grandes golos dos Países Baixos

• Na última campanha no EURO, em 2012, a equipa treinada por Bert van Marwijk ficou no último lugar de um grupo em que estavam Portugal, Alemanha e Dinamarca, somando quatro derrotas consecutivas em fases finais.

• A selecção laranja terminou o grupo de qualificação para o UEFA EURO 2016 no quarto lugar, atrás de República Checa, Islândia e Turquia.

• Esta é a primeira vez que os Países Baixos participam num Campeonato da Europa ou num Campeonato do Mundo desde que ficaram em terceiro lugar no Mundial de 2014 no Brasil.

• No entanto, os holandeses atingiam a final da primeira edição da UEFA Nations League, batendo a Inglaterra por 3-1 após o prolongamento nas meias-finais, mas não evitaram o triunfo de Portugal, por 1-0, na final.

• A equipa de Ronald Koeman terminou em segundo, atrás da Alemanha, no Grupo C de qualificação para o UEFA EURO 2020, com 19 pontos em oito jogos (6V 1E 1D). Koeman foi substituído por Frank de Boer no cargo de seleccionador nacional em Setembro de 2020.

Todos os golos dos Países Baixos rumo ao EURO 2020
Todos os golos dos Países Baixos rumo ao EURO 2020

• Memphis Depay fez oito assistências na qualificação, mais do que qualquer outro jogador. O atacante também marcou seis golos, pelo que teve participação directa em 58 por cento dos 24 golos dos Países Baixos. Na fase final, marcou também o golo inaugural diante da Áustria, de penálti, na segunda jornada.

• Depois de apontar dez golos nas primeiras 53 internacionalizações, Georginio Wijnaldum marcou oito golos em sete jogos na qualificação e foi o melhor marcador dos Países Baixos, tendo aberto o activo na vitória sobre a Ucrânia na ronda inaugural.

• As vitórias sobre a Ucrância e a Áustria fazem com que o registo dos Países Baixos em Amsterdão seja agora de V58 E26 D34. Na Johan Cruijff ArenA, o registo é de V41 E19 D14, apesar de terem ganho apenas nove dos últimos 19 jogos jogos no estádio (E2 D10).

Veja os cinco golos de Van Basten no EURO 1988
Veja os cinco golos de Van Basten no EURO 1988

Ligações e curiosidades

• Darko Velkovski fez parte da equipa de Rijeka derrotada por 4-1 no terreno do AZ Alkmaar na fase de grupos da UEFA Europa League, a 29 de Outubro de 2020. Marco Bizot, Owen Wijndal, Calvin Stengs e Teun Koopmeiners jogaram pelo clube holandês, este último inaugurou o marcador de grande penalidade.

• Eljif Elmas foi suplente utilizado na segunda parte do empate 1-1 do Nápoles na UEFA Europa League, frente ao AZ, a 3 de Dezembro de 2020; Bizot, Koopmeiners e Wijndal, jogaram pela equipa da casa.

• Também a 3 de Dezembro de 2020, Arijan Ademi jogou os 90 minutos na vitória do Dínamo Zagreb por 2-0 na recepção ao Feyenoord, cuja formação incluía Steven Berghuis.