O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Perfil do UEFA EURO 2020: Países Baixos

O ponto-alto do país no EURO foi quando ergueu o troféu, em 1988.

Frank Rijkaard e Ruud Gullit rejubilam após o sucesso dos Países Baixos no EURO '88
Frank Rijkaard e Ruud Gullit rejubilam após o sucesso dos Países Baixos no EURO '88

Historial no EURO

Presenças na fase final: 9
Melhor desempenho no EURO: vencedor (1988)

Os Países Baixos é uma nação pouco populosa, mas isso não o impede de brilhar frequentemente no EURO, somando um título e três presenças em meias-finais, com a classe de 88 a ser uma das melhores na história do torneio.

Jogadores-chave

Todos os golos dos Países Baixos rumo ao EURO 2020
Todos os golos dos Países Baixos rumo ao EURO 2020

Memphis Depay (54 internacionalizações, 19 golos)
O avançado do Lyon é decisivo inúmeras vezes, seja com golos ou assistências, e apesar de nem sempre fazer as melhores escolhas, o ataque da na selecção "laranja" é sempre mais perigoso com ele em campo.

Georginio Wijnaldum (62 internacionalizações, 15 golos)
O pilar do Liverpool aporta elegância, raça e engenho ao meio-campo da selecção, para além de possuir um entendimento quase telepático com Depay que tem sido essencial para a equipa.

Golos memoráveis no EURO

• O cruzamento de Arnold Mühren para Van Basten na final do EURO ’88 parecia demasiado longo, mas o avançado transformou-o num dos golos mais belos numa fase final.

Veja o golo soberbo de Van Basten na final de 1988
Veja o golo soberbo de Van Basten na final de 1988

• Frente à Itália, no EURO 2008, Giovanni van Bronckhorst evitou um golo e no seguimento iniciou o ataque que terminou com o tento de Wesley Sneijder.

• A finalização improvisada de Patrick Kluivert frente à Jugoslávia, no EURO 2000, permitiu-lhe selar um "hat-trick" e confirmar o estatuto de favorito do anfitrião.

Momentos memoráveis

• No EURO ‘88, a República da Irlanda quase afastou a equipa "laranja", mas perto do fim o remate de Wim Kieft sofreu um ressalto estranho e deu a qualificação.

• Falhar um penálti nas meias-finais é falta de sorte, mas o que dizer de cinco? Foi o que aconteceu no EURO 2000 e ditou o apuramento da Itália.

• A ganhar por 2-1 ante República Checa, no EURO 2004, Dick Advocaat trocou Arjen Robben por Paul Bosvelt aos 58 minutos: sofreu dois golos e perdeu por 3-2.

Resumo do EURO 2000: França 2-3 Países Baixos
Resumo do EURO 2000: França 2-3 Países Baixos

Estatísticas

Mais jogos na fase final
16: Edwin van der Sar
13: Dennis Bergkamp, Phillip Cocu
12: Edgar Davids

Mais golos na fase final
6: Patrick Kluivert, Ruud van Nistelrooy
5: Marco van Basten
4: Dennis Bergkamp

Estatística em destaque: Jordi Cruyff marcou mais golos no EURO (1) do que o seu pai, Johan (0).

Sabia que?

• O golo de Kieft foi o único dos holandeses no EURO ‘88 que não foi marcado ou criado por Van Basten.

UEFA.tv: Mestres holandeses de 1988