O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Perfil do UEFA EURO 2020: Rússia

A nossa análise aos 24 participantes no UEFA EURO 2020 continua, agora com o campeão de 1960.

Andrey Arshavin celebra durante a vitória da Rússia sobre a Holanda, em 2008
Andrey Arshavin celebra durante a vitória da Rússia sobre a Holanda, em 2008

Historial no EURO

Presenças na fase final: 11 (5 como URSS, 1 como CEI)
Melhor desempenho no EURO: vencedor (1960)

Uma União Soviética com o lendário guardião Lev Yashin venceu a primeira edição da competição, na altura denominada Taça das Nações Europeias, mas depois disso o melhor que conseguiu foi o segundo lugar, em três edições.

Todos os golos da Rússia a caminho do EURO 2020
Todos os golos da Rússia a caminho do EURO 2020

Jogadores-chave

Artem Dzyuba (47 internacionalizações, 26 golos)
O imponente avançado tardou a afirmar-se na selecção mas é agora indiscutível. Após começar a mostrar a sua veia goleadora, foi também nomeado capitão de equipa, sendo uma fonte regular de golos e assistências.

Mário Fernandes (25 internacionalizações, 3 golos)
Nascido no Brasil, naturalizou-se em 2017 e de imediato ganhou o lugar de lateral-direito, cumprindo com excelência a função defensiva e sendo perigoso nas subidas ao ataque.

Veja Ponedelnik guiar a União Soviética à glória em 1960
Veja Ponedelnik guiar a União Soviética à glória em 1960

Golos memoráveis no EURO

• O russo Viktor Ponedelnik inscreveu o seu nome na história como autor do primeiro golo vencedor na final do EURO, em 1960.

• Dmitri Torbinski faz parte do imaginário russo devido ao golo marcado à Holanda nos quartos-de-final do UEFA EURO 2008, que ditou a reviravolta no marcador.

• Na goleada à República Checa, no UEFA EURO 2012, Roman Pavlyuchenko brilhou com um lance em que driblou da esquerda para o meio e rematou ao ângulo.

Momentos memoráveis

Kirichenko marca golo mais rápido do EURO
Kirichenko marca golo mais rápido do EURO

• A presença da URSS na final de 1988 foi um marco na história do país, mas foi suplantado pelo golo icónico de Marco van Basten para a campeã Holanda.

• Dmitri Kirichenko marcou aos 67 segundos na vitória da Rússia, por 2-1, na fase de grupos sobre a Grécia, futura campeã do UEFA EURO 2004. O seu golo continua a ser o mais rápido numa fase final do EURO.

• O triunfo sobre a Holanda em 2008 é um dos melhores na história do país, destacando-se o festejo grupal sobre Torbinski e a celebração silenciosa de Andrey Arshavin.

• Frente à à Grécia, na fase de grupos do UEFA EURO 2004, Dmitri Kirichenko marcou o golo mais rápido na história da fase final, logo aos 67 segundos.

UEFA.tv: a classe de Arshavin no EURO


Estatísticas

Rússia surpreende Holanda em 2008
Rússia surpreende Holanda em 2008

Mais jogos na fase final
10: Sergei Ignashevish
9: Aleksandr Anyukov
8: Igor Akinfeev, Roman Pavlyuchenko, Yuri Zhirkov

Mais golos na fase final
4: Roman Pavlyuchenko
3: Alan Dzagoev, Valentin Ivanov, Viktor Ponedelnik
2: Andrey Arshavin, Oleh Protasov

Estatística em destaque: A Rússia/CEI participou em seis fases finais desde a dissolução da União Soviética mas alcançou a fase a eliminar apenas uma vez.

Sabia que?

• Cherchesov, actual seleccionador da Rússia, representou três países diferentes: URSS, CEI e Rússia.

UEFA.tv: golos fantásticos da Rússia no EURO