Renato Sanches ultrapassa Ronaldo como finalista mais jovem

Renato Sanches está no "onze" de Portugal para a final do EURO 2016, o que significa que bate o recorde de Cristiano Ronaldo, tornando-se no mais jovem finalista de sempre.

Renato Sanches (E) festeja com Cristiano Ronaldo após marcar o golo de Portugal frente à Polónia, nos quartos-de-final do EURO 2016
Renato Sanches (E) festeja com Cristiano Ronaldo após marcar o golo de Portugal frente à Polónia, nos quartos-de-final do EURO 2016 ©AFP/Getty Images

Renato Sanches tornou-se no jogador mais jovem a disputar uma final do EURO, ao alinhar no jogo decisivo da edição de 2016.

A 38 dias de cumprir 19 anos, o médio do Bayern foi escolhido para o "onze" de Portugal, quebrando o recorde da competição detido por Cristiano Ronaldo, colega e capitão na equipa das "quinas". Ronaldo tinha 19 anos e 150 dias quando jogou por Portugal na derrota com a Grécia, em 2004.

Jogadores mais jovens a disputar uma final do EURO
18 anos e 328 dias, Renato Sanches (Portugal - França, 2016)
19 anos e 150 dias, Cristiano Ronaldo (Portugal - Grécia, 2004)
19 anos e 262 dias, Anatoliy Baidachny (União Soviética – República Federal da Alemanha, 1972)
19 anos e 354 dias, Jovan Aćimović (Itália - Jugoslávia, 1968)
20 anos e 63 dias, Pietro Anastasi (Itália - Jugoslávia, 1968)

Sanches pode ainda terminar a noite com o mais jovem vencedor de sempre. Kingsley Coman, suplente da França e tamém jogador do Bayern, pode eclipsar esse recorde, porque com 20 anos e 27 dias é 36 dias mais novo que Pietro Anastasi, que marcou pela Itália na final de 1968.

Anastasi marca na final de 1968
Anastasi marca na final de 1968

Jogador mais jovem de sempre a ganhar e a marcar na final do EURO
20 anos e 63 dias, Pietro Anastasi (Itália - Jugoslávia, 1968)

Mas esta final não se resume aos mais jovens. Pode ainda haver um novo recorde para o goleador e o vencedor mais velhos.

Notavelmente, o actual marcador mais velho é Bernd Hölzenbein, que tinha 30 anos e 103 dias quando a República Federal da Alemanha perdeu com a Checoslováquia, em 1976. Ronaldo está entre os 13 jogadores que podem bater esse recorde em Saint-Denis.

Depois há o vencedor mais velho do EURO, uma marca estabelecida por Arnold Mühren (37 anos e 54 dias) ao serviço da Holanda, em 1988. Ricardo Carvalho, veterano de Portugal e que começa este jogo no banco de suplentes, pode ultrapassar essa marca aos 38 anos e 53 dias.

Topo