França deixa triunfo e apuramento para o fim

França 2-0 Albânia O nulo impôs-se até aos 90 minutos, mas os golos de Antoine Griezmann e Dimitri Payet no fim apuraram a França para os oitavos-de-final.

Watch how France left it late to claim a dramatic win with goals by Antoine Griezmann and Dimitri Payet.

 

A anfitriã França tornou-se na primeira selecção a apurar-se para os oitavos-de-final do UEFA EURO 2018 ao derrotar a Albânia, graças a golos de Antoine Griezmann e de Dimitri Payet apontados nos derradeiros minutos da partida do Grupo A, realizada em Marselha.

A França apresentou-se com duas alterações de vulto relativamente ao encontro com a Roménia, com Kingsley Coman e Anthony Martial nos lugares de Paul Pogba e Antoine Griezmann, enquanto a Roménia não pôde contar com o capitão Lorik Cana devido a castigo.

O jogo começou com um bom cabeceamento de Olivier Giroud por cima, a livre de Payet aos quatro minutos, situação que se repetiria aos 36 minutos. A primeira parte, terminou, pela primeira vez desde o França - Roménia no UEFA EURO 2008, sem qualquer remate enquadrado com as balizas. A melhor oportunidade pertenceria, com alguma surpresa, à Albânia, que, na sequência de um canto estudado, levou a que Lemjani surgisse solto na área a rematar contra Patrice Evra.

A emoção que o encontro não teve na primeira parte conheceu-a em grande quantidade no segundo tempo, o qual já contou com Pogba (no lugar do ineficaz Martial). Coman teve um cabeceamento ligeiramente ao lado no primeiro lance e, aos 52 minutos, a Albânia quase chegou ao golo, quando, na resposta ao cruzamento largo de Armando Sadiku, Memushaj cabeceou em voo ao poste.

De imediato, Payet teve um cruzamento de trivela ao qual correspondeu Pogba com um forte remate ligeiramente por cima e, aos 65 minutos, Giroud teve dois perigosos cabecementos em sequência.

Aos 90 minutos, desta feita ainda antes dos cinco minutos de compensação, repetiu-se o que se havia sucedido no jogo de abertura: um golo da França. Desta feita, os louros foram para Antoine Griezmann, substituto de Coman aos 68 minutos. O central Adil Rami ficou no ataque após um canto e cruzou do lado direito para um cabeceamento perfeito do dianteiro do Atlético. No entanto, houve ainda tempo para o inevitável Payet sentenciar o encontro com mais um golo de grande qualidade e novo remate em arco.

Melhor em campo: Dimitri Payet

Topo