Empate emocionante entre irlandeses e suecos

República da Irlanda 1-1 Suécia Os irlandeses marcaram no início da segunda parte, por Wes Hoolahan, mas viram escapar a vitória devido a um autogolo de Ciaran Clark.

  • Wes Hoolahan dá vantagem à República da Irlanda aos 48 minutos
  • Ciaran Clark faz o empate com um autogolo
  • Suécia sem qualquer remate na direcção da baliza
  • Próximos jogos do Grupo E: 17 de Junho, Itália-Suécia, 18 de Junho, Bélgica-República da Irlanda
  • Preparativos, jogo e reacções no UEFA.com


O duelo no Stade de France entre irlandeses e suecos foi emocionante, com Wes Hoolahan a inaugurar o marcador para os homens de Martin O'Neill no início do segundo tempo e Ciaran Clark a motivar a partilha de pontos com um autogolo.

A primeira oportunidade do encontro foi criada pelos irlandeses, aos 10 minutos. Jeff Hendrick aproveitou um ressalto à entrada da área para desferir um forte remate, que Andreas Isaksson desviou com dificuldade. A equipa de Martin O'Neill voltou a ameaçar aos 17 minutos, com Ciaran Clark a desviar um pontapé de canto ao primeiro poste e John O'Shea falhou a emenda, por muito pouco, ao segundo.

A Irlanda foi a única equipa que a estar perto do golo na primeira parte. Aos 29 minutos, Robbie Brady rematou forte e a bola não passou muito longe da baliza sueca. Logo a seguir, Hendrick voltou a tentar a sorte, mas o remate soberbo de fora da área foi devolvido com estrondo pela trave. O marcador ficou em branco até ao intervalo.

Os irlandeses ganharam vantagem aos 48 minutos. Seamus Coleman fez uma investida sensacional pela direita e descobriu numa zona descongestionada Hoolahan, que deu não deu hipóteses de defesa a Isaksson.

Dois minutos depois a Suécia ficou perto do empate. Darren Randolph com uma defesa soberba evitou o auto-golo de Ciaran Clark. À segunda foi de vez e, aos 71 minutos, Zlatan Ibrahimović foi à linha de fundo, com o defesa irlandês Clark a cabecear para a sua baliza. Até ao apito final, o jogo podia ter caído para qualquer um dos lados. No minuto seguinte Isaksson teve de voltar a mostrar atenção para impedir Hendrick de fazer o 2-1, com o empate a perdurar até final.

Melhor em Campo: Wes Hoolahan

Topo