O que esperar dos jogos de qualificação do EURO de segunda-feira

Eslováquia e Rússia vão tentar apurar-se, o "play-off" vai estar no pensamento da Eslovénia, enquanto Cesc Fàbregas e a Inglaterra podem atingir marcos importantes.

Cesc Fàbregas prepara-se para cumprir a 100ª internacionalização
Cesc Fàbregas prepara-se para cumprir a 100ª internacionalização ©AFP/Getty Images

Grupo C
Fàbregas perto do centenário
Cesc Fàbregas vai juntar-se a Iker Casillas, Sergio Ramos e Andrés Iniesta como centenário da selecção espanhola se alinhar no último jogo da fase de qualificação, frente à Ucrânia, em Kiev. O médio do Chelsea realizou o seu 99º jogo na goleada por 4-0 ao Luxemburgo, na sexta-feira.

Entretanto, uma vitória da Ucrânia pode garantir o apuramento automático, mesmo que a Eslováquia vença e fique no segundo posto, já que estaria em óptima posição para terminar como o melhor terceiro classificado. Outros tópicos de conversa são o facto de Yevhen Konoplyanka defrontar o país onde joga actualmente, dando boas indicações desde o início pelo Sevilha, apesar de a sua titularidade não ser um dado adquirido. No entanto, Konoplyanka disse que o desafio "não é nada de especial. É apenas mais uma partida, frente a uma equipa muito boa".
Ucrânia - Espanha: 19h45 (hora de Portugal Continental)

À terceira será de vez para a Eslováquia?
A Eslováquia já desperdiçou duas ocasiões para garantir a presença no UEFA EURO 2016 e espera que à terceira seja de vez, quando defrontar o Luxemburgo esta segunda-feira. "Se tivéssemos ganho um dos dois últimos jogos já estaríamos apurados, por isso terá de ser agora", afirmou o médio Róbert Mak.

Tais circunstâncias significam que os jogadores vão tentar esquecer o que se passou num amigável realizado há quatro anos, quando a Eslováquia se adiantou no marcador mas acabou derrotada por 2-1. "Todos nos recordamos desse jogo", disse o defesa Ján Ďurica. "Desta vez vão estar novamente motivados, ainda para mais jogam em casa, mas temos de vencer." Esta situação de pressão não é estranha à Eslováquia, que ganhou o derradeiro jogo de qualificação, frente à Polónia, em 2009, para alcançar o Campeonato do Mundo de 2010.
Luxemburgo - Eslováquia: 19h45

Algo em jogo
Este embate pode ser o único entre equipas eliminadas na segunda-feira, mas ainda há algo por disputar para Bielorrússia e ARJ da Macedónia. Um triunfo dos anfitriões permite-lhes ficar com 13 pontos, igualando assim a sua melhor marca numa qualificação do EURO, alcançada em 2008, com 12 jogos em vez dos actuais dez. Entretanto, a ARJ da Macedónia precisa de ganhar, e esperar ainda que o Luxemburgo não faça o mesmo, para evitar terminar no último lugar pela segunda campanha consecutiva, e pela primeira vez num EURO.

Vai contar com um guarda-redes estreante, seja ele David Mitov Nilson ou Stole Dimitrievski, após a retirada de Tome Pacovski, na sexta-feira, o que deixou Vance Sikov como favorito a envergar a braçadeira de capitão. Pacovski disse: "Senti-me honrado por representar a selecção durante estes anos todos. Temos guarda-redes jovens e ambiciosos e espero sinceramente que os meus sucessores sejam melhores do que eu".
Bielorrússia - ARJ da Macedónia: 19h45

Espanha garante apuramento
Espanha garante apuramento

Grupo E
Inglaterra ambiciona perfeição

A Inglaterra pode tornar-se apenas na sexta equipa a completar a fase de qualificação de um EURO sem perder pontos, isto se vencer em Vilnius. A formação orientada por Roy Hodgson ganhou os nove jogos realizados até ao momento e pode juntar-se a Espanha (2012), Alemanha (2012), França (2004), República Checa (2000) e França (1992) como equipas com um registo perfeito. Quanto à Lituânia já está afastada, apesar de estar a três pontos da Eslovénia, terceira classificada.
Lituânia - Inglaterra: 19h45

A ténue esperança da Estónia
Ao contrário da Lituânia, a Estónia pode ultrapassar a Eslovénia e alcançar um "play-off" pela segunda vez consecutiva, mas a tarefa não será nada fácil. A três pontos de distância e empatados no confronto directo, a Estónia precisa de vencer e esperar por uma derrota da Eslovénia diante de San Marino, para além de ter de inverter uma diferença de nove golos. Chegar ao "play-off" seria um feito digno de registo da Estónia, que não marcou em nenhum dos últimos cinco jogos fora.
Estónia - Suíça: 19h45

Derradeira oportunidade para a Eslovénia
A Eslovénia podia apurar-se directamente este domingo, mas após desperdiçar uma vantagem de 2-0 e perder com a Suíça por 3-2, a que se somou um empate a um golo com a Lituânia, o "play-off" é o melhor a que pode aspirar agora. Quanto a San Marino, o ponto conquistado frente à Estónia, em Novembro, significa que esta já é a sua melhor campanha na qualificação para um EURO, enquanto Matteo Vitaioli apontou o único golo da equipa na fase de grupos até ao momento, na derrota por 2-1 com a Lituânia, no mês passado.
San Marino - Eslovénia: Group G

Rússia a um ponto do sucesso
Enquanto as esperanças de apuramento do Montenegro terminaram quando as vantagens de 1-0 e 2-1 frente à Áustria se transformaram numa derrota por 3-2, na sexta-feira, a Rússia sabe que um ponto no seu 150º jogo nesta competição garante a presença em França, independentemente do resultado da Suécia. Essencial foram as três vitórias seguidas, frente a Suécia, Liechtenstein e República da Moldávia, após a entrada de Leonid Slutski como seleccionador-interino. Antes de isso acontecer, este jogo podia perfeitamente ser entre duas equipas já sem hipóteses de lutar pelo terceiro lugar.
Rússia - Montenegro: 17h00

Preocupações para a Suécia
Um mês de Setembro desastroso, com derrotas frente a Rússia e Áustria, deixaram a Suécia a precisar de um triunfo do Montenegro em Moscovo para ter hipóteses de ficar em segundo lugar, desde que vença a República da Moldávia em Solna. Com o adversário a não sair do sexto posto, atrás do Liechtenstein, mesmo esse resultado pode não sequer ajudar os suecos a serem o melhor terceiro classificado e evitar o "play-off". No entanto, com Zlatan Ibrahimović a contabilizar sete golos ao serviço da Suécia em 2015, está a quatro de igualar o seu recorde de 2012, e a provável presença no "play-off" significa que ainda tem três jogos para se aproximar dessa marca.
Suécia - República da Moldávia: 17h00

Campanhas de sucesso
As duas equipas já conhecem o seu destino: a Áustria ganhou o grupo enquanto o Liechtenstein vai terminar no quinto lugar, a primeira vez que não encerra a campanha na prova no último posto.
Áustria - Liechtenstein: 17h00

Topo