Dezanove candidaturas para o UEFA EURO 2020

A UEFA recebeu 19 propostas de federações, referentes a 19 cidades, com vista à organização de encontros do UEFA EURO 2020, findo o prazo para a sua apresentação.

O troféu Henri Delaunay é o prémio em disputa no UEFA EURO 2020
O troféu Henri Delaunay é o prémio em disputa no UEFA EURO 2020 ©Sportsfile

A UEFA recebeu os dossiers finais para a organização de partidas do UEFA EURO 2020 de 19 federações, depois de findo o prazo para o efeito, na sexta-feira.

A fase final do UEFA EURO 2020 decorrerá em 12 cidades em toda a Europa, na sequência da decisão tomada pelo Comité Executivo da UEFA, em Janeiro de 2013. Os jogos serão divididos em 13 pacotes diferentes, 12 deles standard, que incluem três encontros da fase de grupos e um de uma ronda a eliminar (oitavos-de-final ou quartos-de-final), e um outro para as meias-finais e final.

Trinta e duas federações expressaram o seu interesse em organizar o torneio, no final do primeiro prazo, a 12 de Setembro de 2013, tendo sido a seguir remetido o caderno de encargos para a preparação dos dossiers finais para a fase seguinte, agora terminada.

As federações/cidades que submeteram propostas para o pacote standard são por ordem alfabética: Azerbaijão (Baku), Bielorrússia (Minsk), Bélgica (Bruxelas), Bulgária (Sófia), Dinamarca (Copenhaga), Inglaterra (Londres), Antiga República Jugoslava da Macedónia (Skopje), Alemanha (Munique), Hungria (Budapeste), Israel (Jerusalém), Itália (Roma), Holanda (Amesterdão), República da Irlanda (Dublin), Roménia (Bucareste), Rússia (São Petersburgo), Escócia (Glasgow), Espanha (Bilbau), Suécia (Estocolmo), País de Gales (Cardiff).

As federações/cidades que submeteram propostas para o pacote meias-finais/final são, por ordem alfabética: Inglaterra (Londres) e Alemanha (Munique).

"Estamos muito satisfeitos por termos recebido tantas propostas para receber o UEFA EURO 2020", disse o presidente da UEFA, Michel Platini. "A edição do 60º aniversário do torneio será histórica, com jogos disputados em muitos países europeus."

"Por espalhar o EURO por todo o continente, vamos proporcionar a mais adeptos de mais países, a possibilidade de desfrutarem do entusiasmo que é o de receberem um evento mágico. As federações vão também beneficiar muito com este formato, pois estarão mais expostas a uma competição de elite e terão a oportunidade de aumentar o desenvolvimento do futebol nos respectivos países.

"Desejo a todos os candidatos a melhor sorte neste processo de candidatura", acrescentou o Presidente da UEFA.

A administração da UEFA vai examinar os dossiers de candidatura e preparar os relatórios de avaliação que serão submetidos ao Comité Executivo da UEFA. A decisão final das 12 cidades que irão receber o UEFA EURO 2020 será tomada pelo Comité Executivo da UEFA a 19 de Setembro, em Genebra.

Mais informações sobre a cerimónia do anúncio serão comunicadas na devida altura.

Topo