O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Macedónia do Norte 0-3 Países Baixos: Laranja amarga no adeus a Pandev

Um golo de Memphis Depay e dois remates certeiros de Georginio Wijnaldum fizeram a diferença em Amesterdão.

Resumo: Macedónia do Norte 0-3 Países Baixos
Resumo: Macedónia do Norte 0-3 Países Baixos

Um golo de Memphis Depay e dois remates certeiros de Georginio Wijnaldum fizeram a diferença no Grupo C, com a Macedónia do Norte e Goran Pandev a despedirem-se de cabeça erguida do UEFA EURO 2020.

Macedónia do Norte - Países Baixos: jogo ao minuto, reacções

O jogo em poucas palavras

Apesar de ambas as equipas terem o futuro definido, nenhum dos treinadores fez grandes alterações e o início do jogo foi animado. A Macedónia do Norte criou a primeira situação de golo, com Aleksandar Trajkovski a rematar com estrondo ao poste da baliza dos Países Baixos. A resposta da equipa de Frank de Boer foi letal, já que aos 24 minutos Donyell Malen e Memphis Depay, trocaram vários passes num contra-ataque e o reforço do Barcelona inaugurou o marcador.

Goran Pandev recebeu uma camisola especial dos Países Baixos na 122ª e, possivelmente, última internacionalização
Goran Pandev recebeu uma camisola especial dos Países Baixos na 122ª e, possivelmente, última internacionalizaçãoPOOL/AFP via Getty Images

Os Países Baixos aumentaram a vantagem aos seis minutos do segundo tempo, quando o suplente Steven Berghuis desmarcou Depay, que cruzou atrasado para uma emenda fácil de Georginio Wijnaldum. O 3-0 surgiu com naturalidade aos 58 minutos, com o guarda-redes Stole Dimitrievski a negar o golo a Depay, mas Wijnaldum marcou mesmo na recarga. Wout Weghorst entrou na equipa dos Países Baixos e um minuto depois rematou à trave, pouco antes de Goran Pandev ser substituído e se despedir da selecção da Macedónia do Norte

.

Georginio Wijnaldum foi a Estrela do Jogo
Georginio Wijnaldum foi a Estrela do JogoUEFA via Getty Images

Melhor em Campo: Georginio Wijnaldum (Países Baixos)

"Foi um verdadeiro líder em campo, com e sem bola, e ainda marcou dois golos."
Aitor Karanka, Observador Técnico da UEFA

Conheça todas as Estrelas do Jogo Heineken do UEFA EURO 2020.

Reacções

Frank de Boer, seleccionador dos Países Baixos: "Penso que tivemos alguns grandes momentos durante o jogo, mas também alguns maus. Na primeira parte fomos um pouco desleixados e ficámos expostos a contra-ataques. Mas no global acho que podemos estar muito optimistas para o que falta do torneio".

Georginio Wijnaldum em declarações ao EURO2020.com: "É sempre bom ser eleito o melhor em campo, mas para ser sincero, o Frenkie ou o Memphis mereciam mais o prémio do que eu. Hoje eles foram incríveis".

Igor Angelovski, seleccionador da Macedónia do Norte: "Foi uma honra orientar esta equipa num EURO. Queríamos ter feito melhor, mas não podemos ficar totalmente desiludidos pois era a nossa estreia numa grande competição. Resta-me agradecer aos jogadores pelo seu esforço".

Donyell Malen e Memphis Depay depois de combinarem no primeiro golo
Donyell Malen e Memphis Depay depois de combinarem no primeiro goloGetty Images

Principais estatísticas

  • Georginio Wijnaldum tornou-se o primeiro jogador dos Países Baixos a marcar três golos numa fase final do EURO desde Ruud van Nistelrooy (4) em 2004
  • Memphis Depay marcou nove golos nos últimos dez jogos pelos Países Baixos
  • Os Países Baixos marcaram 29 golos nos últimos dez encontros e apontou dois ou mais golos nos últimos nove desafios
  • Os Países Baixos são a selecção com mais golos marcados em fases finais do EURO: 46. Terminaram a fase de grupos só com vitórias, algo que já tinham conseguido no EURO 2000 e no EURO 2008
  • Esta é a 11ª vez que os Países Baixos marcaram três ou mais golos num jogo da fase final do EURO
  • Ryan Gravenberch (19 anos e 32 dias) tornou-se no terceiro holandês mais jovem a ser titular na fase final de uma grande competição, depois de Jetro Willems (18 anos e 71 dias em 2012) e Bertus de Harder (18 anos e 142 dias em 1938)
  • Os Países Baixos só ficaram em branco numa das últimas 17 partidas na fase de grupos de uma fase final do EURO
  • Os Países Baixos vão jogar em Budapeste nos oitavos-de-final, será a primeira visita à Hungria desde a vitória por 4-1 no Estádio Ferenc Puskás, a 11 de Setembro de 2012, na qualificação para o Campeonato do Mundo de 2014. Este resultado contribuiu para o registo total de 4V 1E 2D, todos os jogos frente à Hungria e todos em Budapeste.
  • A Macedónia do Norte perdeu os últimos três jogos, não sofria três desaires seguidos desde 2016
  • A equipa de Igor Angelovski não marcou pela segunda vez nos últimos 18 desafios.
Pandev teve guarda de honra quando foi substituído
Pandev teve guarda de honra quando foi substituídoGetty Images

Equipas

Macedónia do Norte: Dimitrievski; S Ristovski, Velkovski, Musliu, Alioski; Ademi (Nikolov 78); Bardi (Stojanovski 78), Tričkovski (Churlinov 56), Elmas; Trajkovski (Hasani 68), Pandev (Kostadinov 69)

Países Baixos: Stekelenburg; Dumfries (Berghuis 46), De Vrij (Timber 46), De Ligt, Blind, Van Aanholt; F. de Jong (Gakpo 79), Wijnaldum, Gravenberch; Depay (Weghorst 66), Malen (Promes 66)

A seguir

Países Baixos – 3º do Grupo D, E ou F em Budapeste a 27 de Junho