O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Kozłowski e Bellingham estabelecem recordes no EURO

Os médios da Polónia e da Inglaterra estabeleceram novos recordes no que toca a jogadores mais jovens a disputarem o EURO na fase de grupos e na fase a eliminar.

O polaco Kacper Kozłowski
O polaco Kacper Kozłowski UEFA via Getty Images

Jogador mais jovem a actuar

Kacper Kozłowski (17 anos e 246 dias)
O Kmédio polaco Pogoń Szczecin superou o recorde que tinha sido estabelecido seis dias antes pelo inglês Jude Bellingham (17 anos e 349 dias) quando entrou para o lugar de Mateusz Klich a meio da segunda parte do encontro com Espanha na fase de grupos do UEFA EURO 2020. O recorde já tinha sido detido pelo holandês Jetro Willems (18 anos e 71 dias, 2012) e, antes disso, pelo belga Enzo Scifo (18 anos e 115 dias, 1984).

Jogadores mais jovens no EURO
17 anos e 246 dias: Kacper Kozłowski (Polónia 1-1 Espanha, 19/06/2021)
17 anos e 349 dias: Jude Bellingham (Inglaterra 1-0 Croácia, 13/06/2021)
18 anos e 71 dias: Jetro Willems (Países Baixos 0-1 Dinamarca, 09/06/2012)
18 anos e 115 dias: Enzo Scifo (Bélgica 2-0 Jugoslávia, 13/06/1984)
18 anos e 117 dias: Jamal Musiala (Alemanha 2-Hungria, 23/06/2020)

Guarda-redes mais jovem a actuar

José Ángel Iribar (21 anos e 108 dias)
Houve alguns guarda-redes jovens incluídos nas convocatórias para o EURO – Iker Casillas no UEFA EURO 2000 e Igor Akinfeev no UEFA EURO 2004 –, mas Iribar tornou-se no jovem a actuar na vitória da Espanha por 2-1 sobre a Hungria, a 17 de Junho de 1964. Quatro dias depois, foi também o mais jovem guardião vencedor do EURO, já que a sua equipa bateu a URSS por 2-1.

Jogador mais jovem a marcar

Resumo do EURO 2004: França 3-1 Suíça
Resumo do EURO 2004: França 3-1 Suíça

Johan Vonlanthen (18 anos e 141 dias)
O jovem médio estreou-se na fase final do UEFA EURO 2004, precisamente no dia em que Wayne Rooney se tornou no mais jovem marcador da história do EURO, com dois golos contra a Suíça. Vonlanthen bateu esse recorde ao marcar contra a França, quatro dias depois, a 21 de Junho, na derrota da sua equipa por 3-1.

Jogador mais jovem a actuar na fase a eliminar

Jude Bellingham (18 anos e quatro dias)
Rooney também deteve este recorde, quando entrou em campo frente a Portugal nos quartos-de-final do EURO 2004, mas desde então esse recorde já mudou de mão por três vezes no EURO 2020. Primeiro foi quebrado por Pedri, no Espanha-Croáica dos oitavos-de-final, e um dia depois por Jamal Musiala, ao alinhar pela Alemanha ante a Inglaterra, também nos oitavos-de-final. Mas Bellingham fixou um novo recorde ao entrar em campo no triunfo da Inglaterra sobre a Ucrânia nos quartos-de-final.

Jogador mais novo a actuar numa final

Renato Sanches em campo na final do UEFA EURO 2016, quando Portugal derrotou a anfitriã França na final
Renato Sanches em campo na final do UEFA EURO 2016, quando Portugal derrotou a anfitriã França na finalPopperfoto via Getty Images

Renato Sanches (18 anos e 328 dias)
Tendo chegado ao UEFA EURO 2016 pouco tempo depois de se ter transferido do Benfica para o Bayern, o médio Renato Sanches tinha uma reputação a manter. Ele fê-lo da melhor maneira, mostrando uma determinação feroz para ganhar a titularidade na selecção de Portugal que acabou por vencer a anfitriã França na final.

Jogador mais jovem a marcar numa final

Pietro Anastasi (20 anos e 63 dias)
Um remate de pé direito de Anastasi, de fora da área, duplicou a vantagem da Itália contra a Jugoslávia na final de 1968 em Roma e, ao mesmo tempo, fez do avançado o mais jovem marcador de sempre numa final do EURO. Anastasi ficou conhecido por, alegadamente, ser o jogador mais caro do mundo quando trocou o modesto Varese pela gigante Juventus em 1968.

Descarregue a app do EURO

Conteúdos relacionados