Maiores recuperações na história do EURO

Desde dramas com nove golos a triunfos ao cair do pano – confira oito das mais famosas reviravoltas no EURO.

Great EURO comebacks: Watch five of the best
Great EURO comebacks: Watch five of the best

Meias-finais de 1960: França 4-5 Jugoslávia

O jogo inaugural da primeira edição do Campeonato da Europa da UEFA produziu um drama que, provavelmente, nunca foi igualado desde então. A França foi para o intervalo a vencer por 2-1 e chegou a estar na liderança do marcador por 4-2 a um quarto-de-hora do apito final, mas três remates certeiros no espaço de cinco minutos deram a volta ao encontro e ofereceram a vitória à Jugoslávia.

Meias-finais de 1976: Jugoslávia 2-4 RFA (após prolongamento)

Resumo: Jugoslávia 2-4 RFA
Resumo: Jugoslávia 2-4 RFA

Com a República Federal da Alemanha a perder por 2-0 logo à meia-hora de jogo, a campeã em título parecia destinada a dizer adeus à competição. Contudo, a formação orientada por Helmut Schön, que se havia sagrado campeã do Mundo em 1974, fez valer o seu estatuto de favorita e operou uma sensacional reviralvolta, em grande parte graças ao "hat-trick" assinado pelo suplente utilizado Dieter Müller – nada mau para um avançado que estava a fazer a sua estreia internacional.

Meias-finais de 1984: França 3-2 Portugal (após prolongamento)

Portugal parecia destinado a protagonizar a grande surpresa da prova quando deu a volta a uma desvantagem inicial frente à anfitriã França, adiantando-se no marcador já no decorrer do prolongamento. Porém, os gauleses contavam com a inspiração de um certo Michel Platini, com o capitão a estar na origem do tento do empate, antes de fazer ele mesmo o golo da vitória francesa, aos 119 minutos.

Fase de grupos de 2000: Jugoslávia 3-3 Eslovénia

Resumo: Jugoslávia 3-3 Eslovénia
Resumo: Jugoslávia 3-3 Eslovénia

A Jugoslávia parecia sem qualquer hipótese de evitar a derrota com apenas 30 minutos para o final da partida; A Eslovénia vencia por 3-0 e jogava com mais um elemento, devido à expulsão de Siniša Mihajlović. No entanto, a Jugoslávia encetou um fantástica recuperação e chegou ao empate com golos aos 67, 70 e 73 minutos.

Fase de grupos de 2000: Portugal 3-2 Inglaterra

A Inglaterra parecia a caminho de uma vitória tranquila quando Paul Scholes e Steve McManaman fizeram o 2-0 dentro dos primeiros 18 minutos da sua partida inaugural no torneio, mas pela frente estava um meio-campo de luxo que tinha outras ideias em mente. Luís Figo e João Pinto restabeleceram a igualdade ainda antes do intervalo, com o sublime passe de Rui Costa a permitir a Nuno Gomes assegurar uma memorável vitória portuguesa.

Veja na íntegra o Portugal 3-2 Inglaterra em UEFA.tv


Fase de grupos de 2000: Jugoslávia 3-4 Espanha

Resumo: Jugoslávia 3-4 Espanha
Resumo: Jugoslávia 3-4 Espanha

A Espanha não parecia capaz de evitar uma precoce eliminação, naquele que era o seu derradeiro jogo na fase de grupos. Os comandados de José Antonio Camacho precisavam de uma vitória para seguir em frente na prova, mas estavam a perder por 3-2 contra uma Jugoslávia reduzia a dez jogadores quando o encontro entrou nos seus descontos. O penalty convertido por Gaizka Mendieta restabeleceu a igualdade, ante de Alfonso Pérez assinar o 4-3 e dar início à festa espanhola.

Fase de grupos de 2004: Países Baixos 2-3 República Checa

A equipa de Dick Advocaat parecia bem colocada após conseguir uma vantagem de 2-0 logo aos 19 minutos, mas os finalistas vencidos de 1996 não tardaram a responder, por intermédio de Jan Koller. Milan Baroš fez depois o 2-2 e John Heitinga viu o cartão vermelho, cabendo a Vladimír Šmicer operar a reviravolta checa a dois minutos dos 90.

Veja na íntegra o Países Baixos 2-3 República Checa em UEFA.tv


Fase de grupos de 2008: Turquia 3-2 República Checa

Resumo: Turquia afasta Croácia nos penáltis
Resumo: Turquia afasta Croácia nos penáltis

Um torneio inesquecível para a Turquia foi exemplificado na perfeição pelos últimos quatro minutos desta partida. A equipa comandada por Fatih Terim perdia por 2-1 e precisava de um herói; o capitão Nihat Kahveci empatou aos 87 minutos e marcou o golo da vitória a um minuto do fim, com a ponta final dramática a ver ainda Volkan Demirel ser expulso.

Descarregue a app do EURO

Conteúdos relacionados