Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Clássicos do EURO: Portugal - Grécia, 2004

Reveja a final do UEFA EURO 2004 em UEFA.tv, a partir das 16h00 GMT.

Poucos poderiam prever um reencontro na final quando a Grécia bateu o anfitrião Portugal no jogo de abertura do UEFA EURO 2004, pelo que a repetição desse desfecho no Estádio da Luz parecia ainda mais improvável.

VEJA NA ÍNTEGRA EM UEFA.tv
Veja os melhores golos do EURO 2004
Veja os melhores golos do EURO 2004

Vencedora do Campeonato do Mundo de Sub-20 da FIFA em 1989 e 1991, a "Geração de Ouro" de Portugal parecia destinada a oferecer o primeiro grande título ao seu país. Mas as coisas não começaram bem para Luís Figo, Rui Costa e João Pinto, entre outros, agora ajudados por nomes como Deco e Cristiano Ronaldo, ainda a dar os primeiros passos a nível internacional.

Apesar da derrota frente à Grécia, por 2-1, no arranque da competição, Portugal conseguiu chegar até à final. A defensiva Grécia, orientada pelo experiente técnico alemão Otto Rehhagel, iniciou o torneio completamente fora da lista de favoritos, mas desafiou tudo e todos ao deixar pelo caminho a França e a República Checa antes de chegar à partida decisiva, em Lisboa, onde reencontrou novamente os comandados de Luiz Felipe Scolari. E o que se passou a seguir ficou na história...

Liderados em campo pelo capitão Theodoros Zagorakis, os gregos ganharam vantagem na segunda parte, por intermédio de Angelos Charisteas, e, apesar da intensa pressão e vontade dos jogadores de Portugal até final do encontro, acabaram mesmo por conquistar o troféu, frustrando o coração dos milhões de portugueses espalhados pelo mundo.

Destaques do EURO 2004: Luís Figo
Destaques do EURO 2004: Luís Figo

Angelos Charisteas, ponta-de-lança da Grécia: "Este é um momento único, que muitos de nós talvez nunca mais iremos viver, e acredito que merecemos. Chegámos até aqui ultrapassando grandes equipas e hoje enfrentámos um Portugal muito forte. Apesar disso, conseguimos ganhar o troféu. É o melhor momento da minha carreira."

Nikos Dabizas, defesa da Grécia: "[Rehhagel] disse-nos para irmos lá para dentro e ganharmos o jogo, que não tínhamos nada a perder e que já éramos um dos vencedores do torneio. Disse-nos que jogávamos contra 40.000 pessoas e que o nosso adversário era uma equipa muito boa, e todo a gente dizia antes do jogo que Portugal iria vencer. Nós provámos que somos o melhor conjunto da Europa neste momento."

Luiz Felipe Scolari, seleccionador de Portugal: "Eles venceram a jogar defensivamente e porque sabem jogar dessa forma. Estão sempre à espera do erro do adversário. É muito difícil de aceitar, mas temos de aceitar."

Stelios Giannakopoulos, médio da Grécia: "Prefiro jogar feio e conquistar a taça."

Conteúdos relacionados

Topo