Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

EURO 2012: Tudo o que precisa de saber

O período dourado do futebol espanhol prosseguiu com a conquista do segundo título consecutivo do EURO.

Juan Mata celebra após marcar o quarto golo da Espanha na final frente à Itália
Juan Mata celebra após marcar o quarto golo da Espanha na final frente à Itália Getty Images

Quem ganhou o EURO 2012?

A Espanha venceu a Itália por 4-0 na final do UEFA EURO 2012, a 1 de Julho, no Estádio Olympiyskiy, em Kiev, naquela que foi a vitória mais folgada num jogo decisivo do EURO, completando um "hat-trick" de títulos sem precedentes (EURO 2008, Campeonato do Mundo de 2010 e EURO 2012). David Silva inaugurou o marcador aos 14 minutos, com um raro golo de cabeça, seguindo-se tentos de Jordi Alba, Fernando Torres e Juan Mata. "Foi mais do que apenas vencer", reflectiu o seleccionador Vicente del Bosque. "Estes últimos quatro extraordinários anos em que o futebol espanhol tem sido cada vez mais forte deixam um legado para o futuro, que iremos encarar com grande responsabilidade".

Resumo da final do EURO 2012: Espanha 4-0 Itália
Resumo da final do EURO 2012: Espanha 4-0 Itália

Quem foram os melhores marcadores do EURO 2012?

Seis jogadores terminaram a fase final com três golos:

O português Cristiano Ronaldo marcou três golos no EURO 2012
O português Cristiano Ronaldo marcou três golos no EURO 2012AFP via Getty Images

Mario Balotelli (Itália)
Cristiano Ronaldo (Portugal)
Alan Dzagoev (Rússia)
Mario Gomez (Alemanha)
Mario Mandžukić (Croácia)
Fernando Torres (Espanha)

Torres conquistou a Bota de Ouro porque, tal como Mario Gomez, também contabilizou uma assistência, mas teve menos 93 minutos de jogo (o espanhol somou 189 minutos contra 282 do alemão). Para além disso tornou-se no primeiro jogador a marcar em duas finais do EURO (tinha facturado em 2008) e o terceiro a sagrar-se campeão europeu como melhor marcador da prova, após o dinamarquês Henrik Larsen (1992) e o colega espanhol David Villa (2008).

O holandês Klaas-Jan Huntelaar foi o goleador da fase de qualificação, com 12 golos, registo que começou a construir com um "hat-trick" frente a San Marino, logo no primeiro jogo. No entanto, ficou em branco na fase final, com os Países Baixos a perderem os três jogos realizados. O avançado do Schalke tinha chegado ao torneio em grande forma, após apontar 29 golos no campeonato em 2011/12, o seu melhor desempenho em sete épocas na Bundesliga.

Fernando Torres: Todos os seus golos no EURO 2012
Fernando Torres: Todos os seus golos no EURO 2012

Onde se realizou o EURO 2012?

Os vizinhos Polónia e Ucrânia receberam a fase final de 2012, com os jogos a realizarem-se em quatro cidades de cada país. O Estádio Nacional, em Varsóvia, acolheu o jogo inaugural, entre outros, e também se realizaram jogos em Gdańsk, Poznań e Wrocław. Já o Estádio Olympiyskiy, em Kiev, recebeu a final, com os restantes palcos ucranianos a serem em Donetsk, Lviv e Kharkhiv.

Quem orientou a equipa vencedora do EURO 2012?

Vicente del Bosque liderou a Espanha rumo à glória no EURO 2012, e ao fazê-lo tornou-se no primeiro treinador a conquistar a tripla de troféus composta por UEFA Champions League, Mundial e Europeu. Após manter o troféu Henri Delaunay na posse da Espanha graças a uma goleada por 4-0 à Itália, Del Bosque elogiou os seus jogadores por uma exibição "extraordinária", acrescentando: "Esta é uma grande era para o futebol espanhol".

Quem foi o capitão vencedor do EURO 2012?

Em 2012 Iker Casillas capitaneou a Espanha na conquista do seus segundo EURO consecutivo
Em 2012 Iker Casillas capitaneou a Espanha na conquista do seus segundo EURO consecutivo Getty Images

Iker Casillas somou a sua 100ª internacionalização na final, tornando-se no primeiro jogador a capitanear uma equipa vencedora do EURO em duas ocasiões, após o sucesso no EURO 2008. Pilar do Real Madrid e da Espanha, o guarda-redes não sofreu golos na fase a eliminar do EURO 2008 e do EURO 2012, enquanto a final deste torneio foi o 79º jogo em que manteve a baliza da selecção inviolada.

Qual foi o formato do EURO 2012?

A fase final, que decorreu entre 8 de Junho e 1 de Julho, contou com 16 equipas, divididas em quatro grupos de quatro. Os vencedores dos grupos (República Checa, Inglaterra, Alemanha e Espanha) defrontaram os segundos classificados (França, Grécia, Itália e Portugal) nos quartos-de-final, fase em que o torneio passou a ser a eliminar.

Quantas equipas participaram no EURO 2012?

Dezasseis equipas participaram no EURO 2012, enquanto a fase de qualificação contou com 51 participantes (os anfitriões Polónia e Ucrânia qualificaram-se automaticamente). Sérvia e Montenegro competiram como nações independentes pela primeira vez.

Como funcionou a fase de qualificação do EURO 2012?

A fase de qualificação do EURO 2012 realizou-se entre Agosto de 2010 e Novembro de 2011. Os 51 participantes foram divididos em nove grupos (seis com seis equipas e três com cinco), com jogos em casa e fora. O vencedor de cada grupo mais o segundo classificado com o melhor registo frente ao primeiro, terceiro, quarto e quinto do respectivo grupo (Suécia) a qualificarem-se directamente. Os restantes segundos classificados disputaram um "play-off" a duas mãos para decidir as últimas quatro vagas, que acabaram preenchidas por Croácia, República Checa, Portugal e República da Irlanda.

Quem fez parte da Equipa do Torneio do EURO 2012?

Resumo: Os melhores golos do EURO 2012
Resumo: Os melhores golos do EURO 2012

GR: Iker Casillas (Espanha)
DF: Fábio Coentrão (Portugal)
DF: Pepe (Portugal)
DF: Sergio Ramos (Espanha)
DF: Jordi Alba (Espanha)
MD: Smai Khedira (Alemanha)
MD: Andrea Pirlo (Itália)
MD: Andrés Iniesta (Espanha)
MD: Xavi Hernández (Espanha)
AV: Mario Balotelli (Itália)
AV: Cristiano Ronaldo (Portugal)

Andrés Iniesta foi eleito Jogador do Torneio e mais tarde recebeu o prémio Melhor Jogador da Época 2011/12, atribuído pela UEFA. Em declarações sobre a campanha de 2012, o médio disse: "Foi mais difícil [do que 2008] porque já passaram alguns anos e todos os nossos adversários queriam bater o campeão europeu e mundial".

Quem marcou o primeiro golo no EURO 2012?

O polaco Robert Lewandowski marcou o primeiro golo do EURO 2012, finalizando de cabeça aos 17 minutos do duelo com a Grécia em Varsóvia, na abertura do torneio. O avançado disse: "Foi uma sensação maravilhosa, difícil de descrever em palavras. Não foi apenas o primeiro golo no Europeu, foi o primeiro golo da Polónia e o primeiro no novo estádio nacional". O brilho perdeu-se um pouco quando a Grécia empatou e fez o resultado final.

Robert Lewandowski marcou de cabeça no jogo inaugural
Robert Lewandowski marcou de cabeça no jogo inauguralGetty Images

Jóan Edmundsson, das Ilhas Faroé, marcou o primeiro golo da fase de qualificação, aos 28 minutos da partida frente à Estónia, em Tallinn, a 11 de Agosto de 2010, tornando-se no segundo jogador do país a apontar o primeiro golo na qualificação de um EURO (John Petersen tinha feito o mesmo na campanha do EURO 2004). A Estónia operou a reviravolta com dois golos nos descontos e foi até ao "play-off", onde acabou eliminada pela Irlanda.

Cinco factos essenciais sobre o EURO 2012

• Aos 73 anos e 93 dias, o italiano Giovanni Trapattoni tornou-se no treinador mais velho a participar num EURO, quando orientou a Irlanda na derrota por 2-0 frente à Itália.

• Dos 76 golos marcados em 31 jogos, 22 foram de cabeça, um recorde, incluindo o primeiro do torneio, marcado por Lewandowski no empate entre Polónia e Grécia.

• A Espanha completou 810 passes contra os 198 da Irlanda no encontro entre ambas. Só Xavi Hernández conseguiu 127, um recorde no tempo regulamentar de um jogo do EURO.

• A Espanha tornou-se na primeira equipa a conquistar duas vezes seguidas o troféu Henri Delaunay, e visto ter ganho o Mundial de 2010, foi o primeiro país a alcançar esta tripla inédita.

• Fernando Torres tornou-se no primeiro jogador a marcar em duas finais do EURO, facturando nos derradeiros minutos da final de Kiev, após ter facturado em Viena quatro anos antes.

Conteúdos relacionados

Topo