Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

EURO 2008: Tudo o que precisa de saber

A Espanha brilhou, apesar de o resultado da final não ter reflectido isso. Recordamos a fase final realizada na Áustria e na Suíça.

 Xavi Hernandez comemora após marcar diante da Rússia nas meias-finais do EURO 2008
Xavi Hernandez comemora após marcar diante da Rússia nas meias-finais do EURO 2008 AFP via Getty Images

Quem ganhou o EURO 2008?

Resumo da final do EURO 2008: Espanha 1-0 Alemanha
Resumo da final do EURO 2008: Espanha 1-0 Alemanha

A Espanha venceu a Alemanha por 1-0 na final do UEFA EURO 2008, em Viena, a 29 de Junho de 2008, mas o golo de Fernando Torres aos 33 minutos foi escasso face ao domínio da "la roja" dominou. Durante o jogo no Ernst-Happel-Stadion, a formação ibérica efectuou sete remates à baliza, enquanto a equipa orientada por Joachim Löw fez apenas um. Colocado como ponta-de-lança solitário, o decisivo Torres disse: "[O resultado] foi bom, não só para a Espanha como também para o futebol, já que ganhou a melhor equipa e nem sempre isso acontece". Poucos discordarão da afirmação.

Qeum foram os melhores marcadores do EURO 2008?

David Villa falhou a final devido a lesão, mas teve a consolação de terminar como melhor marcador do EURO 2008, com quatro golos. O avançado do Valência abriu a conta em grande estilo, graças a um "hat-trick" na goleada por 4-1 à Rússia (jogo que classificou como "o melhor da minha vida"), apontando o restante golo na jornada seguinte, dando a vitória frente à Suécia ao cair do pano. Encerrou a carreira com 98 internacionalizações e 59 golos, sendo o goleador máximo da selecção.

O melhor marcador na fase de qualificação foi o norte-irlandês David Healy, com 13 tentos, um recorde nesta fase da prova, onde se incluiu um "hat-trick" no triunfo por 3-2 sobre a futura campeã Espanha e outro ante o Liechtenstein. Recebeu um prémio especial da UEFA por esse feito goleador, continuando a ser o goleador-mor do seu país, com 35 golos em 95 jogos.

Onde se realizou o EURO 2008?

David Villa: Melhor marcador do EURO 2008
David Villa: Melhor marcador do EURO 2008

Os vizinhos Áustria e Suíça organizaram em conjunto o Campeonato da Europa da UEFA de 2008, com cada país a fornecer quatro estádios. O St.Jakob-Park, em Basileia, recebeu o jogo inaugural, com Berna (Stade de Suisse), Genebra (Stade de Genève) e Zurique (Letzigrund) a serem os restantes recintos helvéticos. O Ernst-Happel-Stadion, em Viena, foi o estádio de referência da Áustria – e o escolhido para o jogo decisivo do torneio – com jogos também a acontecerem em Innsbruck (Tivoli-Neu), Klagenfurt (Wörthersee Stadion) e Salzburgo (Stadion Wals-Siezenheim).

Quem orientou a equipa vencedora do EURO 2008?

Luis Aragonés liderou a Espanha rumo á glória no EURO 2008. Famoso pela sua longa ligação ao Atlético Madrid, como jogador e treinador, assumiu o comando da selecção em Julho de 2004, aos 65 anos, e moldou-a de forma a aproveitar da melhor forma o jogo de posse e passes curtos do Barcelona, conhecido como "tiki-taka". Deixou o cargo após o sucesso no EURO 2008, orgulhoso de um trabalho bem feito e classificando a sua equipa como "um exemplo a praticar futebol". Aragonés faleceu em 2014, aos 75 anos.

Quem foi o capitão vitorioso do EURO 2008?

Iker Casillas capitaneou a selecção espanhola vencedora do EURO em 2008
Iker Casillas capitaneou a selecção espanhola vencedora do EURO em 2008Getty Images

Em 2008 Iker Casillas tornou-se no primeiro guarda-redes a capitanear uma equipa rumo à conquista do EURO. O Nº1 do Real Madrid ainda só tinha 27 mas já contava com imensa experiência ao mais alto nível, contando com dois títulos da UEFA Champions League no currículo, apesar de ter admitido que sentiu algum nervosismo na final. "Sinto-me responsável pelos meus colegas e por 44 milhões de pessoas", disse na altura. Mais tarde viria a conquistar o Campeonato do Mundo de 2010 e o EURO 2012, mantendo-se indiscutível já bem depois dos 30 anos.

Qual foi o formato do EURO 2008?

Realizado entre 7 e 29 de Junho, o EURO 2008 teve um formato semelhante às três edições anteriores, com os dois primeiros classificados de cada um dos quatro grupos (a vitória valia três pontos e o empate um) a seguirem para a fase a eliminar. Numa nova experiência, as equipas dos grupos A e B foram mantidas separadas das equipas dos grupos C e D até à final.

Quantas equipas participaram no EURO 2008?

A fase final contou com 16 equipas, enquanto na fase de qualificação participaram 50 (os anfitriões Áustria e Suíça ficaram de fora).

Como funcionou a fase de qualificação do EURO 2008?

Com Áustria e Suíça apuradas automaticamente, os restantes 50 participantes foram divididos em sete grupos (seis com sete equipas e um com oito). Os dois primeiros classificados de cada grupo qualificaram-se para a fase final.

Qual foi a Equipa do Torneio do EURO 2008?

 Xavi Hernández foi eleito Jogador do Torneio do EURO 2008
Xavi Hernández foi eleito Jogador do Torneio do EURO 2008 AFP via Getty Images

O espanhol Xavi Hernández foi eleito Jogador do Torneio, com Andy Roxburgh, director-técnico da UEFA, a comentar: "Ele foi extremamente influente no tipo de jogo praticado pela Espanha, baseado na posse de bola, passe e ataque controlado". Os 23 jogadores escolhidos pela UEFA para o plantel do torneio foram:

Luka Modrić integrou o plantel do torneio escolhido pela UEFA
Luka Modrić integrou o plantel do torneio escolhido pela UEFAAFP via Getty Images

GR: Gianluigi Buffon (Itália)
GR: Iker Casillas (Espanha)
GR: Edwin van der Sar (Países Baixos)
DF: Bosingwa (Portugal)
DF: Philipp Lahm (Alemanha)
DF: Carlos Marchena (Espanha)
DF: Pepe (Portugal)
DF: Carles Puyol (Espanha)
DF: Yuri Zhirkov (Rússia)
MD: Hamit Altıntop (Turquia)
MD: Luka Modrić (Croácia)
MD: Marcos Senna (Espanha)
MD: Xavi Hernández (Espanha)
MD: Konstantin Zyryanov (Rússia)
MD: Michael Ballack (Alemanha)
MD: Cesc Fàbregas (Espanha)
MD: Andrés Iniesta (Espanha)
MD: Lukas Podolski (Alemanha)
MD: Wesley Sneijder (Países Baixos)
AV: Andrei Arshavin (Rússia)
AV: Roman Pavlyuchenko (Rússia)
AV: Fernando Torres (Espanha)
AV: David Villa (Espanha)

Quem marcou o primeiro golo do EURO 2008?

A 7 de Junho, no jogo inaugural do EURO 2008, o suplente Václav Svĕrkoš marcou e silenciou o público presente no St.Jakob-Park, dando à República Checa a vitória frente à Suíça. O remate rasteiro foi o primeiro de três golos pela selecção do avançado, na altura com 24 anos, que tinha sido o melhor marcador do campeonato checo em 2007/08, com 15 golos pelo Baník Ostrava. No entanto, não voltou a alinhar na fase final.

Grandes defesas no EURO 2008: Casillas, Buffon e muitos mais
Grandes defesas no EURO 2008: Casillas, Buffon e muitos mais

Goce Sedloski, da Macedónia do Norte (na altura designada ARJ da Macedónia), marcou o primeiro golo da fase de qualificação, aos 71 minutos do triunfo por 1-0 sobre a Estónia, em Tallinn, a 16 de Agosto de 2006. O defesa passou os melhores anos da carreira na Croácia, ao serviço do Dinamo Zagreb, e retirou-se da selecção com 100 internacionalizações.

Cinco factos essenciais sobre o EURO 2008

• Ivan Klasnić marcou pela Croácia na fase final, onde chegou 15 meses após ter sido submetido a dois transplantes do rim.

• O austríaco Ivica Vastic converteu um penalty tardio frente à Polónia, na fase de grupos, e tornou-se no marcador mais velho na história do EURO, com 38 anos e 257 dias.

• Mais de 100.000 adeptos holandeses deslocaram-se até Berna para assistir ao jogo entre Países Baixos e França, o que fez com que a população da capital federal suíça duplicasse.

• O seleccionador Luis Aragonés não gostou do equipamento alternativo da Espanha e explicou porquê: "Não gosto desta cor, mas desde que eu não tenha de a usar está tudo bem. De qualquer forma, não é amarelo, mas sim cor de mostarda".

• Xavi Hernández reconheceu que o EURO 2008 foi uma vitória dos "jogadores pequenos". O médio de 1.70 metros destacou a importância dos pequenos mas habilidosos jogadores espanhóis como Andrés Iniesta, Santi Cazorla, Cesc Fàbregas, David Silva e David Villa, explicando: "Mostrámos ao Mundo que é possível vencer jogando bem".

Conteúdos relacionados

Topo