Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Quão brilhante foi Paul Gascoigne?

O UEFA.com recorda a carreira de Paul Gascoigne, o excêntrico médio que brilhou pela anfitriã Inglaterra no EURO ’96.

Paul Gascoigne celebrates after scoring his memorable goal for England against Scotland at EURO '96
Paul Gascoigne celebrates after scoring his memorable goal for England against Scotland at EURO '96 Getty Images

Uma das personalidades mais icónicas da modalidade e que frequentemente dava nas vistas, Paul Gascoigne foi o jogador inglês mais dotado da sua geração. A criatividade e brilhantismo do médio exibiram-se mais alto diante dos seus adeptos na caminhada de Inglaterra até às meias-finais do EURO '96.

EURO ‘96

• A preparação de Inglaterra para o torneio esteve envolta em polémica, com os jornais a divulgarem imagens de uma festa realizada após um amigável, na qual vários jogadores, incluindo Gascoigne, se embebedaram. O empate inaugural com a Suíça (1-1) não ajudou a desanuviar o ambiente.

• As coisas mudaram no segundo jogo, com o triunfo por 2-0 sobre a Escócia. Com 1-0 no marcador, David Seaman defendeu um penalty e momentos depois Gascoigne desfeiteou Andy Goram, na altura seu colega nos escoceses do Rangers.

Veja como Gascoigne desorientou a Escócia no EURO '96
Veja como Gascoigne desorientou a Escócia no EURO '96

• Moralizada, a Inglaterra bateu depois os Países Baixos, por 4-1, e venceu o grupo, naquela que foi uma das suas melhores exibições numa fase final. Gascoigne não marcou mas contribuiu com duas assistências.

• Nas meias-finais, frente à Espanha, o guarda-redes Seaman foi o destaque, com penalties defendidos no desempate (4-2), mas Gascoigne também brilhou, convertendo o remate decisivo.

• A Inglaterra esteve perto de alcançar a final mas foi eliminada pela Alemanha, também no desempate por penalties (6-5). Após Shearer e Stefan Kuntz terem marcado cedo, os ingleses podiam ter vencido, mas um remate de Gascoigne passou a centímetros do alvo.

Veja a Inglaterra golear os Países Baixos no EURO '96
Veja a Inglaterra golear os Países Baixos no EURO '96

O que talvez não saiba

• O seu nome completo é Paul John Gascoigne devido a uma homenagem dos seus pais Paul McCartney e John Lennon, dos The Beatles.

• O seu talento futebolístico só teve paralelo com a capacidade para pregar partidas. No Newcastle atava os atacadores das chuteiras dos colegas entre si, na Lazio passeava-se nu com frequência e no Rangers colocou peixe dentro do carro de um companheiro.

• A sua melhor época talvez tenha sido 1990/91, com seis golos na caminhada vitoriosa do Tottenham rumo à conquista da Taça de Inglaterra. Decidiu os jogos frente a Portsmouth e Notts County e marcou um livre soberbo, a 30 metros da baliza, ante o Arsenal nas meias-finais. Infelizmente, sofreu uma lesão grava no joelho aos 17 minutos da final.

• Marcou nove golos pela Inglaterra entre 1989 e 1997 e a selecção dos "Três Leões" ganhou sempre.

O momento em que Paul Gascoigne deixou o Wembley Stadium em delírio graças a um golo frente à Escócia
O momento em que Paul Gascoigne deixou o Wembley Stadium em delírio graças a um golo frente à EscóciaPopperfoto via Getty Images

• Certa vez danificou ligeiramente o símbolo do Tottenham no estádio com uma espingarda pressão de ar. No entanto, quando os "spurs" se mudaram para o novo recinto, fizeram uma réplica igual, imperfeição incluída e tudo.

Discurso directo

"Eu vi a forma como o Colin Hendry se aproximou e por isso piquei-lhe a bola por cima, para depois finalizar com um remate rasteiro. Não dá para ensinar isto nas academias de futebol, é instinto puro. O que senti quando marquei foi magnífico! Estou tão feliz por ter marcado esse golo".

Veja o hino nacional de Inglaterra antes do jogo com a Espanha no EURO '96
Veja o hino nacional de Inglaterra antes do jogo com a Espanha no EURO '96

"Estou ciente dos meus problemas extra-futebol mas aprendi a lição e só quero ser respeitado pelo que fiz dentro de campo. Sei que proporcionei bons momentos a quem me viu jogar durante vários anos".

O que dizem dele

"Foi o melhor jogador da sua geração, uma lufada de ar fresco porque jogava com um sorriso nos lábios".
Alex Ferguson, antigo treinador do Manchester United

Recorde o desempate emocionante entre Alemanha e Inglaterra no EURO '96
Recorde o desempate emocionante entre Alemanha e Inglaterra no EURO '96

"O que o tornava especial era a ausência de medo na forma como jogava. Se pensava em algo, tentava fazer, sem receio de que pudesse correr mal".
Gary Lineker, colega de equipa no Tottenham e na selecção

"Ele comia gelado ao pequeno-almoço e bebia cerveja ao almoço, mas quando a bola começava a rolar, era fantástico. Adorava aquele rapaz. Era um génio, um artista, mas dava-me cabo do juízo".
Dino Zoff, antigo treinador da Lazio

O sorriso malandro de Paul Gascoigne e o ambiente que criava no balneário foram imagens de marca da sua carreira
O sorriso malandro de Paul Gascoigne e o ambiente que criava no balneário foram imagens de marca da sua carreiraGetty Images

"No seu auge, foi um dos melhores jogadores do Mundo. Controlava a bola de tal forma que era quase impossível tirar-lha e era capaz de decidir um jogo sozinho. Além disso, era um espectáculo dentro e fora do relvado!"
Brian Laudrup, colega no Rangers.

Estatísticas

Selecção: 57 jogos, 10 golos
Competições de clubes da UEFA (incluindo qualificações): 15 jogos, 2 golos
Competições nacionais: 453 jogos, 108 golos

Conteúdos relacionados

Topo