Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

EURO 1988: Tudo o que precisa de saber

Um remate soberbo de Marco van Basten tornou ainda mais especial o maior sucesso dos Países Baixos no EURO.

Capitaneado por Ruud Gullit, os Países Baixos conquistaram o seu primeiro título importante no EURO 1988
Capitaneado por Ruud Gullit, os Países Baixos conquistaram o seu primeiro título importante no EURO 1988 Popperfoto via Getty Images

Quem ganhou o EURO 1988?

Resumo da final do EURO: Países Baixos 2-0 URSS
Resumo da final do EURO: Países Baixos 2-0 URSS

Os Países Baixos bateram a União Soviética por 2-0 na final do Campeonato da Europa da UEFA de 1988, que se realizou no Olympiastadion, em Munique, a 25 de Junho. Ruud Gullit colocou a selecção "laranja" em vantagem na primeira parte, antes do incrível remate de Marco van Basten, de ângulo apertado, ter sentenciado a partida, aos 52 minutos. "É preciso muita sorte com um remate como aquele", disse ao UEFA.com. "Tudo correu bem. É uma daquelas coisas que acontece às vezes e sai de forma perfeita".

Quem foram os melhores marcadores do EURO 1988?

Marco van Basten marcou cinco golos na fase final de 1988, apesar de ter começado no banco de suplentes no jogo inaugural dos Países Baixos, frente à União Soviética (ganho por 1-0 pela selecção de Leste). O jogador do AC Milan apontou um "hat-trick" frente à Inglaterra no jogo seguinte e depois, nas meias-finais, fez o golo decisivo ante a República Federal da Alemanha, guardando o melhor dos seus golos para o jogo decisivo. "Tinha vindo de uma época difícil, com vários problemas físicos", disse, recordando o triunfo sobre a Inglaterra. "A partir desse momento tudo mudou e tudo passou a correr bem".

Contagem decrescente para o EURO: Veja o remate espectacular de Van Basten em 1988
Contagem decrescente para o EURO: Veja o remate espectacular de Van Basten em 1988

Outro holandês, John Bosman, foi o melhor marcador na fase de qualificação, com nove golos. A estrela do Ajax foi titular no primeiro jogo dos Países Baixos na fase final, mas depois perdeu o lugar para Van Basten.

Onde se realizou o EURO 1988?

Oito estádios na República Federal da Alemanha foram utilizados para a fase final de 1988, com o jogo decisivo a ter lugar no Olympiastadion, em Munique. Os outros recintos foram: Rheinstadion (Dusseldorf), Niedersachsenstadion (Hannover), Parkstadion (Gelsenkirchen), Müngsdorfer Stadion (Colónia), Neckarstadion (Estugarda), Waldstadion (Frankfurt) e Volksparkstadion (Hamburg).

Quem orientou a equipa vencedora no EURO 1988?

Rinus Michels liderou os Países Baixos à glória no EURO na terceira das suas quatro passagens pela selecção. Arquitecto do "Futebol Total", o antigo avançado do Ajax ganhou três Taças dos Clubes Campeões Europeus com o emblema de Amesterdão antes de levar a sua filosofia de jogo para o Barcelona. "Estou particularmente feliz com o facto de ter sido capaz de tornar o estilo de jogo holandês famoso em todo o Mundo", disse uma vez. "Se tivesse uma cauda, abanava-a de contentamento como um cão".

Quem foi o capitão vitorioso no EURO 1988?

Ruud Gullit tornou-se no primeiro capitão dos Países Baixos a erguer um grande troféu de selecções, com o jogador de 25 anos a pegar no troféu Henri Delaunay após a final em Munique. O médio-ofensivo chegou ao torneio acabado de vencer a Serie A na época de estreia com o AC Milan, e inaugurou de cabeça o marcador frente à União Soviética na final do EURO. "Ganhar algo pelo nosso país é a melhor coisa que pode existir", recordou. "Isso faz de nós um herói para o resto da vida".

Qual foi o formato do EURO 1988?

Resumo: Os melhores golos do EURO 1988
Resumo: Os melhores golos do EURO 1988

Realizado entre 10 e 25 de Junho, a décima edição do Campeonato da Europa da UEFA teve uma fase de grupos com oito equipas (divididas em dois grupos de quatro). Os vencedores dos grupos (República Federal da Alemanha e União Soviética) defrontaram os segundos classificados (Países Baixos e Itália). Não houve jogo de atribuição do terceiro lugar.

Quantas equipas participaram no EURO 1988?

Oito equipas participaram na fase final, enquanto a fase de qualificação contou com 32 equipas. A República Federal da Alemanha apurou-se automaticamente, na qualidade de anfitrião.

Como funcionou a qualificação do EURO 1988?

Os 32 participantes foram divididos em sete grupos: quatro com cinco equipas e três com quatro, com todos a defrontarem-se em casa e fora (a vitória valia dois pontos e o empate um). O vencedor de cada grupo juntou-se à República Federal da Alemanha na fase final.

Qual foi a Equipa do Torneio do EURO 1988?

O italiano Gianluca Vialli foi eleito Jogador do Torneio
O italiano Gianluca Vialli foi eleito Jogador do TorneioPopperfoto via Getty Images

GR: Hans van Breukelen (Países Baixos)
DF: Giuseppe Bergomi (Itália)
DF: Paolo Maldini (Itália)
DF: Ronald Koeman (Países Baixos)
DF: Frank Rijkaard (Países Baixos)
MD: Giuseppe Giannini (Itália)
MD: Jan Wouters (Países Baixos)
MD: Lothar Matthäus (República Federal da Alemanha)
AV: Gianluca Vialli (Itália)
AV: Ruud Gullit (Países Baixos)
AV: Marco van Basten (Países Baixos)

Quem marcou o primeiro golo no EURO 1988?

Roberto Mancini marcou o primeiro golo na fase final, aos 52 minutos do duelo entre Itália e República Federal da Alemanha, em Dusseldorf, a 10 de Junho de 1988. Andreas Brehme empatou três minutos depois. Enquanto treinador, Mancini conduziu os "azzurri" até à fase final do EURO 2020.

Na fase de qualificação do EURO 1988, o primeiro golo foi da autoria de Ştefan Iovan, aos 44 minutos da goleada da Roménia sobre a Áustria, por 4-0, a 10 de Setembro de 1986. Mais tarde, o lateral-direito do Steaua Bucareste foi treinador-adjunto da selecção romena, mas dedicou grande parte da sua carreira como técnico ao clube que representou, agora conhecido como FCSB.

Cinco factos essenciais sobre o EURO 1988

Peter Shilton somou a sua 100ª internacionalização por Inglaterra no EURO 1988
Peter Shilton somou a sua 100ª internacionalização por Inglaterra no EURO 1988 Popperfoto via Getty Images

• Os holandeses Hans van Breukelen, Ronald Koeman, Berry van Aerle e Gerald Vanenburg ganharam o EURO poucas semanas após terem conquistado a Taça dos Campeões Europeus com o PSV.

• Um milhão de pessoas perfilaram-se ao longo dos canais de Amesterdão durante o desfile festivo da selecção "laranja" com o troféu, feito dentro de um barco. Várias casas-barco afundaram devido ao peso das pessoas que dançavam no seu topo.

• O triunfo holandês sobre a República Federal da Alemanha nas meias-finais foi o primeiro frente ao país vizinho desde 1956. As celebrações após esse jogo foram consideradas o maior ajuntamento público nos Países Baixos desde os eventos que marcaram o fim da Segunda Guerra Mundial.

• O guarda-redes Peter Shilton tornou-se no quarto jogador inglês a somar 100 internacionalizações, num jogo em que os Países Baixos ganharam por 3-1 e Marco van Basten marcou três golos.

• Derrotada por 2-0 pelos holandeses no jogo decisivo, em Munique, a União Soviética continua a ser a única equipa que perdeu três finais da competição.

Conteúdos relacionados

Topo