UEFA EURO 2020: Espanha é a sexta selecção apurada

Bélgica, Itália, Rússia, Polónia, Ucrânia e Espanha asseguraram a presença no UEFA EURO 2020.

Spain's forward Rodrigo (L) celebrates with his teammates after scoring the 1-1 equaliser during the UEFA Euro 2020 Group F qualification football match Sweden v Spain in Solna, Sweden on October 15, 2019. (Photo by Jonathan NACKSTRAND / AFP) (Photo by JONATHAN NACKSTRAND/AFP via Getty Images)
AFP via Getty Images

Mantenha-se a par de todas as equipas já apuradas para o UEFA EURO 2020.

SORTEIO DO EURO: 30 DE NOVEMBRO

O apuramento continua na sexta-feira, com a Inglaterra a precisar de uma vitória para reservar o seu bilhete para a fase final do próximo Verão.

BÉLGICA

Registo no Grupo I: J8 V8 E0 D0 GM30 GS1
Melhor marcador no apuramento: Romelu Lukaku (6)
Melhor desempenho no UEFA EURO: finalista vencido (1980)
UEFA EURO 2016: quartos-de-final: perdeu por 3-1 ante o País de Gales

A Bélgica foi a primeira apurada
A Bélgica foi a primeira apurada

Seleccionador: Roberto Martínez
Um antigo médio espanhol que se afirmou como treinador no futebol inglês, Martínez lidera os destinos da Bélgica desde 2016.

Jogador-chave: Eden Hazard
Agora no Real Madrid, o veloz e tecnicista médio ofensivo já contabiliza mais de 100 internacionalizações pela Bélgica aos 28 anos de idade, sendo capaz de marcar golos com a mesma facilidade com que assiste os seus colegas.

Jogador a seguir: Youri Tielemans
Um dos elementos mais jovens (22 anos) entre um conjunto de jogadores já com créditos firmados, o versátil médio do Leicester tem um temível remate de longa distância, para além de uma excelente qualidade de passe.

Sabia que?
Os “diabos vermelhos” são a melhor selecção do mundo, de acordo com o “ranking” actual da FIFA.

ITÁLIA

Registo no Grupo J: J8 V8 D0 L0 GM25 GS3
Melhor marcador no apuramento: Andrea Belotti (4)
Melhor desempenho no UEFA EURO: vencedora (1968)
UEFA EURO 2016: quartos-de-final, perdeu frente à Alemanha no desempate por penalties

A Itália garantiu a presença na fase final
A Itália garantiu a presença na fase final

Seleccionador: Roberto Mancini
Um dos melhores jogadores da sua geração, embora nunca tenha tido muita sorte com a camisola “azzurri”, Mancini está desejoso de deixar a sua marca como seleccionador, isto depois de já ter conquistado troféus ao nível de clubes em Itália, na Inglaterra e na Turquia.

Jogador-chave: Marco Verratti
Tal como o seu treinador, o médio ainda não conseguiu transportar para a selecção italiana tudo o que tem alcançado a nível de clubes. O futebol baseado na posse de bola apresentado por Mancini assenta, porém, que nem uma luva ao jogador do Paris Saint-Germain.

Jogador a seguir: Gianluigi Donnarumma
Aos 20 anos de idade, o guarda-redes Donnarumma já é um veterano, uma vez que já joga futebol ao mais alto nível há várias temporada. Porém, a responsabilidade de substituir Gianluigi Buffon não podia ser maior.

Sabia que?
O triunfo da Itália sobre o Liechtenstein, em Março, assinalou a primeira vez em 57 anos que a “squadra azzurra” venceu por 6-0; bateram a Turquia pela mesma margem em 1962.

POLÓNIA

Registo no Grupo G: J8 V6 E1 D1 GM13 GS2
Melhor marcador no apuramento
: Robert Lewandowski (5)
Melhor desempenho no UEFA EURO
: quartos-de-final (2016)
UEFA EURO 2016
: quartos-de-final, perdeu frente a Portugal nos penalties

Robert Lewandowski continua a marcar pela Polónia
Robert Lewandowski continua a marcar pela PolóniaGetty Images

Seleccionador: Jerzy Brzęczek
Medalha de prata com a Polónia nos Jogos Olímpicos de 1992 durante os seus tempos de jogador, o antigo médio orientou o GKS Katowice e o Wisła Płock antes de assumir o comando técnico da selecção polaca em Julho do ano passado.

Jogador-chave: Robert Lewandowski
O jogador com mais internacionalizações e golos pela Polónia, o ponta-de-lança do Bayern Munique continua a ser um dos mais temíveis goleadores do futebol mundial, sendo prova disso mesmo o “hat-trick” que assinou frente à Letónia na Jornada 7.

Jogador a seguir: Krzysztof Piątek
O avançado do AC Milan marcou 22 golos na edição transacta da Serie A – 13 dos quais pelo seu anterior clube, o Génova – e apresenta uma média de um tento a cada dois jogos desde que começou a representar a Polónia.

Sabia que?
O seleccionador Brzęczek é o tio do veterano médio polaco Jakub Błaszczykowski.

RÚSSIA

Registo no Grupo I: J8 V7 E0 D1 GM27 GS4
Melhor marcador no apuramento: Artem Dzyuba (9)
Melhor desempenho no UEFA EURO:
vencedora (1960, como URSS), meias-finais (2008)
UEFA EURO 2016:
fase de grupos

Artem Dzyuba foi o melhor marcador da Rússia na fase de apuramento
Artem Dzyuba foi o melhor marcador da Rússia na fase de apuramento 

Seleccionador: Stanislav Cherchesov
O antigo guarda-redes internacional russo do Spartak Moscovo assumiu o cargo de seleccionador no Verão de 2016 e, após dois anos de altos e baixos, levou a Rússia aos quartos-de-final do Mundial de 2018..

Jogador-chave: Artem Dzyuba
O alto ponta-de-lança do Zenit é o capitão de equipa da Rússia e o actual melhor marcador, com 24 golos.

Jogador a seguir: Dmitri Barinov
O médio de 23 anos de idade estreou-se pela Rússia no último Verão e está a viver o melhor ano da sua carreira. Marcou o golo que permitiu ao Lokomotiv Moscovo bater o Leverkusen na UEFA Champions League e tem brilhado igualmente a nível interno.

Sabia que? 
A Rússia já vai em cinco jogos seguidos sem conseguir vencer numa fase final de um EURO; o seu último triunfo coincidiu com uma goleada, por 4-1, frente à República Checa no UEFA EURO 2012.

ESPANHA

Registo no Grupo F: J8 V6 E2 D0 GM19 GS5
Melhor marcador da fase de apuramento: Sergio Ramos, Rodrigo (4)
Melhor desempenho no UEFA EURO: vencedor (1964, 2008, 2012)
UEFA EURO 2016: oitavos-de-final, perdeu por 2-0 com a Itália

Rodrigo marcou um golo decisivo na Suécia
Rodrigo marcou um golo decisivo na Suécia

Seleccionador: Robert Moreno 
Eleito para o seu primeiro cargo de treinador senior em Junho, sucedeu a Luis Enrique - de quem era adjunto - que deixou o cargo por motivos pessoais.

Jogador-chave: Sergio Ramos
Pedra basilar numa defesa forte, Ramos também lidera a tabela de melhor marcador, já que é o marcador de penalties.

Jogador a seguir: Fabián Ruiz 
Uma das pedras mais importantes no meio-campo, inspirou a Espanha à glória no EURO Sub-21 neste Verão.

Sabia que? 
Ramos ultrapassou Iker Casillas com mais internacionalizações, acumulando 168 jogos pela para La Roja.

UCRÂNIA

Registo no Grupo A: J6 V5 E1 D0 GM13 GS2
Melhor marcador no apuramento: Viktor Tsygankov, Ruslan Malinovskyi e Roman Yaremchuk (3)
Melhor desempenho no UEFA EURO: fase de grupos (2012, 2016)
UEFA EURO 2016: fase de grupos

Pepe durante o jogo em que a Ucrânia se apurou para o EURO
Pepe durante o jogo em que a Ucrânia se apurou para o EUROAFP via Getty Images

Seleccionador: Andriy Shevchenko
Avançado de eleição que venceu a UEFA Champions League de 2003 e a Bola de Ouro em 2004 durante a sua passagem no AC Milan, Shevchenko continua em quinto lugar no ranking de melhores marcadores de todas as competições de clubes da UEFA, com 67 remates certeiros.

Jogador-chave: Andriy Yarmolenko
Actual melhor marcador da Ucrânia com 36 golos (apenas Shevchenko, com 48, tem mais), Yarmolenko está em grande forma novamente, depois de uma paragem prolongada devido a lesão.

Jogador a seguir: Viktor Tsygankov
O jogador de 21 anos tem muita concorrência, pois Yarmolenko e Marlos podem jogar na sua posição de eleição, na ala direita, mas continua a ganhar o seu espaço.

Sabia que?
É a primeira vez que a Ucrânia se qualifica directamente para um EURO; os ucranianos foram co-anfitriões em 2012 e venceram a Eslovénia no “play-off”, tendo carimbado presença na fase final em 2016.

Topo