O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Svensson olha em frente com renovado optimismo

O sueco Anders Svensson, de 35 anos, disse não estar pronto para se retirar e olha já para a qualificação do Mundial com a confiança vinda de uma vitória "amarga".

A festa sueca
A festa sueca ©Getty Images

O veterano sueco Anders Svensson, aos 35 anos, destacou a tristeza da eliminação, apesar da vitória por 2-0 sobre a França, enquanto o seu colega Christian Wilhelmsson falou em capitalizar este triunfo  na qualificação para o Mundial.

Anders Svensson,
médio da Suécia
Ãntes de mais é uma decepção não seguirmos em frente. É bom terminar com uma boa exibição e com uma vitória, mas é um sentimento de tristeza ver que terminou agora. Foi bom vencermos um jogo e mostrar ao povo sueco que podemos jogar um bom futebol, que o nosso trabalho é recompensado e que podemos vencer as melhores equipas. Mas é triste, bater a melhor equipa do grupo e não seguir em frente. Queríamos mostrar o que sabemos fazer. A quantidade de adeptos da Suécia que vieram cá, gastando tanto dinheiro para nos vir apoiar. Queríamos fazer um bom jogo e vencer para lhes dar uma alegria.

Christian Wilhelmsson, médio da Suécia
É muito bom terminar com uma exibição como esta, apesar da tristeza de saber que mais um ponto valeria o apuramento. Mas vamos levar este jogo connosco para a fase de apuramento para o Mundial. Sinto-me bem neste grupo e sinto que ainda posso contribuir para ele. Enquanto me sentir assim, sem qualquer dúvida, que quero continuar na selecção e lutar por um lugar.