O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Portugal positivo na hora da derrota

"Fomos melhores do que a Alemanha", disse Cristiano Ronaldo no resumo da derrota de Portugal na abertura do Grupo B, antes de lembrar: "Em 2004 também entrámos a perder e fomos à final."

Cristiano Ronaldo e Pepe mostram o desalento português
Cristiano Ronaldo e Pepe mostram o desalento português ©AFP/Getty Images

Os jogadores de Portugal deixaram a Arena Lviv com um sentimento de que não alcançaram o resultado que mereciam diante da Alemanha na estreia do Grupo B, mas elogiaram a exibição na derrota de 1-0. "Fomos melhores do que a Alemanha", disse Cristiano Ronaldo, antes de incitar os companheiro de equipa a seguir o exemplo do percurso de Portugal no UEFA EURO 2004, quando também perdeu o encontro inicial e depois acabou por chegar à final.

Cristiano Ronaldo, avançado e capitão de Portugal
A verdade é que a Alemanha na segunda parte só teve, praticamente, a oportunidade do golo. Nós enviámos duas bolas à barra e criámos oportunidades flagrantes. Foi muito azar e sentimos uma grande frustração porque sabíamos que merecíamos mais que uma derrota, vitória ou, no mínimo, o empate. Já há alguns jogos que temos vindo a jogar bem e na parte da concretização não temos conseguido, mas isso não é por falta de eficácia, é mais falta de sorte, que no futebol é necessária e nestas competições ainda mais.

A equipa está bem, estamos um pouco tristes pelo resultado, mas não pela exibição, pois quem viu o jogo pôde ver que fomos melhores do que a Alemanha e as oportunidades falam por si. Há que levantar a cabeça, nada está perdido, temos o exemplo de 2004, também entrámos a perder e depois fomos à final. Temos de pensar que jogámos bem e no próximo jogo temos de entrar em campo moralizados, porque sabemos que uma vitória é fundamental. Se continuarmos a jogar assim, temos todas as condições para que isto mude de rumo, pois não vamos estar sempre a enviar bolas ao poste e à barra e a não marcar, acho que isso vai mudar.

Tive a oportunidade de falar com o José Mourinho, ele também está muito confiante, considera que Portugal esteve muito bem, que só não ganhamos por falta de sorte e deu-nos força para os próximos jogos. Falei com o Özil e eles disse que nos próximos jogos Portugal vai ganhar porque tem uma boa equipa.

Miguel Veloso, médio de Portugal
Saímos todos tristes, porque sabemos do empenho e da qualidade que a equipa teve durante o jogo. Sabíamos que a Alemanha era uma equipa bastante forte, fomos humildes, soubemos defender, mas penso que Portugal demonstrou hoje que tem uma grande equipa, uma grande selecção, um grande grupo, porque todos viram que fizemos uma excelente exibição. O resultado não é justo, não traduz o que se passou em campo.

Quando temos de melhorar, temos de melhorar um pouco em todos os aspectos, ficamos tristes porque não conseguimos fazer um golo, que é o mais importante no futebol, mas temos de levantar a cabeça e há que pensar já no próximo jogo.

Portugal entra sempre em qualquer jogo para vencer, independentemente da equipa adversária, tivemos hoje um mau resultado, mas vamos reflectir e pensar já no próximo jogo, onde vamos também entrar, como é óbvio, para ganhar. Não está nada perdido, dependemos apenas de nós e vamos fazer tudo para conseguir o grande objectivo.

Nélson Oliveira, avançado de Portugal
Penso que a equipa fez um grande jogo, faltou-nos uma pontinha de sorte. Tivemos várias ocasiões de golo e não conseguimos concretizar. Há que levantar a cabeça já que perdemos, mas fizemos um grande jogo. O próximo jogo é muito importante para decidir se passamos ou não. Há que levantar a cabeça e começar a pensar no próximo desafio, para fazer um grande jogo.

É verdade que fui a primeira opção para o ataque, mas é o treinador que decide. Seja eu ou um colega, quem entrar vai dar o melhor para a equipa. Somos 23 e temos o mesmo objectivo, jogue eu ou um colega, há que apoiar e seguir em frente.

Nani, extremo de Portugal
Tivemos duas oportunidades que devíamos ter marcado – na primeira parte tivemos o remate do Pepe que bateu na trave – por isso penso que tivemos alguma falta de sorte. Mas merecemos elogios e penso que temos de continuar a jogar bem porque ainda faltam dois jogos.

Hélder Postiga, avançado de Portugal
Foi um jogo que foi decidido em detalhes. Globalmente fizemos um jogo positivo, mas não conseguimos o objectivo que era ganhar ou, pelo menos, empatar, mas há que começar a trabalhar e pensar já no jogo com a Dinamarca. Na primeira parte jogámos um pouco mais atrás, na segunda parte abrimos mais o jogo: Criámos oportunidades para marcar, mas não conseguimos e depois eles, num lance fortuito, fizeram o golo.

Temos já um jogo quarta-feira e temos de entrar com a mentalidade ganhadora que mostrámos hoje. O importante é que estamos a criar oportunidades, hoje não conseguimos marcar, mas o mais importante é cria-las, mais tarde ou mais cedo os golos vão aparecer. Portugal tem de entrar no próximo jogo para vencer.

Silvestre Varela, avançado de Portugal
Temos de levantar a cabeça, porque o resultado foi injusto e devemos pensar já no próximo jogo. Não há nenhum sentimento de desforra em relação à Dinamarca, temos de fazer o nosso jogo, ganhar e continuar a lutar pelos nossos objectivos. Os golos vão acabar por aparecer, a equipa tem estado a trabalhar e estamos conscientes que conseguimos dar a volta.