O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Agora ou nunca para Pyatov

"A situação em que nos encontramos obriga-nos a vencer," disse o guarda-redes da Ucrânia, Andriy Pyatov, ao UEFA.com, com a sua equipa a preparar-se para defrontar a Inglaterra.

Andriy Pyatov sabe aquilo que a Ucrânia tem de fazer
Andriy Pyatov sabe aquilo que a Ucrânia tem de fazer ©Sportsfile

A Ucrânia tem experimentado altos e baixos no UEFA EURO 2012, na sequência de um triunfo por 2-1 sobre a Suécia e de uma derrota por 2-0 contra a França no Grupo D. Com um jogo frente à Inglaterra (onde é obrigatório vencer) agora no horizonte, o guarda-redes Andriy Pyatov diz que a sua equipa está determinada a esquecer esses dois primeiros encontros e atingir o seu objectivo.

UEFA.com: Após a vitória ante a Suécia, o espírito da equipa foi erguido. Até que ponto representou um rude golpe a derrota contra a França?

Andriy Pyatov: É óbvio que foi um golpe para nós, embora tenhamos estado muito bem durante a primeira parte desse encontro. No entanto, e com o passar dos minutos, fomos forçados a atacar e como consequência disso mesmo sofremos contra-ataques. Sentimos que podíamos ter jogado melhor, mas no geral acho que foi um bom jogo.

UEFA.com: Acha que alguns jogadores revelaram excesso de confiança na abordagem dessa partida?

Pyatov: Não, não penso isso. Não noteu nada parecido com isso.

UEFA.com: Têm de ganhar o próximo jogo. Concorda?

Pyatov: Sim. Estou confiante que vamos para o terreno de jogo sem qualquer tipo de pressão. Para além disso, não faz qualquer sentido pensar nisso, porque caso contrário não iremos conseguir fazer o nosso jogo. Vamos tentar superar isso. Temos de ser superiores a isso no nosso próximo desempenho em Donetsk. A situação em que nos encontramos significa que a nossa única opção é ganhar.