O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Mexès lidera triunfo francês

O defesa-central Philippe Mexès exibiu-se a grande altura no triunfo da França, por 2-0, sobre a co-anfitriã Ucrânia, que permitiu aos gauleses ascenderem à liderança do Grupo D, com quatro pontos.

Philippe Mexès actuou a grande altura frente à Ucrânia
Philippe Mexès actuou a grande altura frente à Ucrânia ©Getty Images

Depois de se ter estreado com um empate frente à Inglaterra, a França deu uma alegria aos seus adeptos com um triunfo por 2-0 sobre a co-anfitriã Ucrânia, em Donetsk, mantendo a sua baliza inviolável diante da selecção orientada por Oleh Blokhin, graças a uma sólida prestação defensiva e às muitas dificuldades criadas ao adversário quando partiu para a frente.

Fundamental para a consistência defensiva apresentada pelos gauleses foi Philippe Mexès, defesa do AC Milan, e o seu papel no triunfo francês foi recompensado com o primeiro lugar no Índice Castrol EDGE, com uma pontuação de 9.17 – a quarta mais elevada alcançada por um defensa-central no torneio até ao momento.

Mexès esteve impecável a defender, mostrando-se muito forte no jogo aéreo, no desarme e na recuperação de bolas para a sua equipa, tendo ainda tempo para lançar vários contra-ataques franceses, acertando 76 por cento dos 49 passes que efectuou a partir do sector mais recuado.

Sempre perigoso, também, no ataque na sequência de lances de bola parada, Mexès chegou mesmo a estar perto de marcar, mas o guarda-redes ucraniano, Andriy Pyatov, negou-lhe o golo com uma extraordinária defesa à beira do intervalo.

Com uma pontuação de 9.02, o parceiro de Mexès no centro da defesa de França, Adil Rami, não ficou longe do seu colega no topo da classificação, enquanto Yohan Cabaye, médio do Newcastle United FC, esteve muito bem no capítulo ofensivo, ao apontar um golo e ao enviar uma bola ao poste, fechando assim o pódio do Índice Castrol EDGE.

Índice Castrol EDGE: Ucrânia-França
1. Philippe Mexès (FRA) 9.17
2. Adil Rami (FRA) 9.02
3. Yohan Cabaye (FRA) 8.97
4. Alou Diarra (FRA) 8.82
5. Mathieu Debuchy (FRA) 8.70 

Factos relevantes
– Foi o primeiro jogo que a França ganhou num EURO sem Michel Platini ou Zinédine Zidane na equipa.

10 – A França efectuou dez remates na direcção da baliza frente à Ucrânia, o seu melhor registo de sempre sob as ordens de Laurent Blanc.

– Karim Benzema é o quarto jogador a fazer duas assistências num só jogo neste UEFA EURO 2012, depois de Andrey Arshavin (RUS), Bastian Schweinsteiger (GER) e David Silva (ESP).

2006 – Foi a primeira vez em dez jogos que a França marcou mais do que um golo em fases finais de grandes competições; a última vez que tal havia acontecido tinha sido quando bateu a Espanha por 3-1 no Mundial de 2006.

7 – A vitória de França nunca esteve em causa a partir do 2-0. Contando com este triunfo sobre a Ucrânia, os gauleses contam com sete vitórias nos oito jogos de Campeonatos da Europa em que estiveram a vencer por dois golos de diferença; perderam apenas um, diante da Jugoslávia, por 5-4, em 1960.

As palavras do jogador
Fhilippe Mexès: "Não devemos ficar muito excitados e temos de continuar a trabalhar bem. Não vou dizer que estou a jogar no pico da minha forma. É apenas um reflexo da equipa, estamos a jogar bem".