O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Estrelas espanholas já pensam em Portugal

Autor dos dois golos frente à França, Xabi Alonso disse que o primeiro tornou a tarefa da Espanha "mais fácil", enquanto Sergio Ramos, Cesc Fàbregas e Jordi Alba já pensam em Portugal.

Os jogadores espanhóis festejam o seu segundo golo na vitória sobre a França
Os jogadores espanhóis festejam o seu segundo golo na vitória sobre a França ©AFP/Getty Images

Depois de mais uma exibição cirúrgica, que garantiu o apuramento para as meias-finais do UEFA EURO 2012, os jogadores espanhóis estavam felizes por terem vencido uma selecção francesa forte. Xabi Alonso festejou a sua 100ª internacionalização pela "la roja" com dois golos, e disse que o primeiro tornou a tarefa da Espanha muito "mais fácil". Sergio Ramos sente que a sua equipa vingou-se da derrota no Campeonato do Mundo de 2006, frente ao mesmo adversário, enquanto Cesc Fàbregas e Jordi Alba já pensam num embate complicado com Portugal, nas meias-finais.

Xabi Alonso, médio da Espanha
Foi um bom dia. Estamos apurados para as meias-finais, que era o principal. Estamos agradados com isso, as 100 internacionalizações são apenas um extra – o que é realmente importante é estarmos nas meias-finais. É nestes jogos que temos de mostrar do que somos feitos. Controlámos a partida do princípio ao fim. A equipa torna as coisas fáceis.

Estou feliz com o meu centésimo jogo e os golos. Sabemos que agora todos os jogos são difíceis, mas estamos nas meias-finais e vamos dar o nosso melhor. Controlámos o jogo apesar de sabermos que não seria fácil, frente a um adversário que defendia muito atrás. Tornou-se mais fácil após o golo. Era um grande jogo dos quartos-de-final, e há que saber como os jogar.

Cesc Fàbregas, avançado da Espanha
Jogámos bastante bem na primeira parte, foi talvez uma das melhores que realizámos no torneio. Joguei um pouco melhor, mas tínhamos pela frente a França, que jogou muito bem. Agora estamos muito felizes. Tentei dar o meu melhor e corri muito. Sinto-me bem. Independentemente do que aconteceu, o mais importante é que a Espanha ganhou.

Portugal vai ser muito difícil. Tem jogadores fortes individualmente. Aparte as jogadas de ataque organizado, também são muito bons no contra-ataque, e vamos ter que trabalhar muito nesse jogo. Têm Ronaldo, Nani, Raul Meireles, João Moutinho. São jogadores muito bons.

Sergio Ramos, defesa da Espanha
O bom do futebol é que existe sempre a hipótese de vingança, e hoje foi o nosso momento [frente à França]. Esta selecção espanhola deu um passo em frente, mostrámos o que valemos com esta vitória e agora estamos apurados para as meias-finais. Temos que continuar assim até à final. Não podemos descansar sob os louros obtidos, porque cada jogo é como uma final, e Portugal esteve muito bem para chegar até às meias-finais, por isso vai ser difícil.

Jordi Alba, defesa da Espanha
Estou muito feliz pela forma como correu. Foi um adversário difícil, bom a defender e que também fez bom uso da bola. Mas creio que fomos excelentes e estou muito satisfeito. É sempre bom fazer uma assistência num jogo como este. Estou satisfeito como o jogo, a nível pessoal e colectivo. Defrontámos um adversário forte.

Tem corrido bem desde o primeiro dia [na selecção espanhola] e senti-me à vontade. Penso que as boas relações existentes no plantel tornam a adaptação mais fácil e e fazem-nos sentir confortáveis. Sinto-me parte da equipa e as coisas estão a correr de forma fantástica. Portugal vai ser um adversário difícil, que é bom em todos os sectores. É uma equipa de classe mundial.